Portugal suspende voos de e para Moçambique a partir de segunda-feira

António Pedro Santos / Lusa

Os voos de e para Moçambique vão ser suspensos a partir das 00h00 de segunda-feira, anunciou o Ministério da Administração Interna (MAI), impondo ainda quarentena a passageiros oriundos de um conjunto de países africanos.

“No âmbito das medidas de combate à pandemia da covid-19 aplicadas ao tráfego aéreo, o Governo determinou a suspensão dos voos de e para Moçambique a partir das 00h00 de segunda-feira, 29 de novembro”, refere a nota do MAI.

“Já a partir das 00h00 deste sábado, 27 de novembro, todos os passageiros de voos oriundos de Moçambique (assim como da África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Namíbia e Zimbabué) ficam obrigados a cumprir uma quarentena de 14 dias após a entrada em Portugal continental, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde”, determina ainda o Governo português.

A decisão surge no seguimento das preocupações e medidas de contenção aprovadas hoje pelos 27 Estados-membros da União Europeia, suscitadas pela deteção de uma nova variante, na África do Sul, que a Organização Mundial de Saúde (OMS) já denominou de Omicron e classificou como “de preocupação”.

O Reino Unido foi o primeiro a adicionar seis países africanos à sua “lista vermelha” da covid-19, proibindo temporariamente os voos, devido ao risco associado a esta nova variante B.1.1.529.

Já durante a tarde, as autoridades de saúde belgas anunciaram que foi detetado um caso desta nova variante numa mulher não vacinada que desenvolveu sintomas 11 dias após viajar para o Egito através da Turquia. Trata-se do primeiro caso relacionado com esta nova variante identificado na Europa.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.