Os portugueses estão satisfeitos com o Governo, mas não com a vida

Portugal é dos países europeus com índices mais altos de satisfação com o Governo, ocupando o quarto lugar entre 23 estados, segundo os últimos dados do estudo internacional European Social Survey.

Segundo os últimos dados do European Social Survey, ESS, um estudo internacional feito a cada dois anos desde 2002, Portugal é o quarto país europeu, em 23, com índices mais altos de satisfação com o Governo.

Portugal é também um dos países onde a satisfação com quem o governa mais aumentou entre 2014 e 2016, subindo 2,01 pontos, para 5,02 pontos, numa escala de zero a 10.

Este estudo realiza-se desde 2002, e, até agora, a nota máxima que os portugueses tinham dado a um executivo tinha sido 3,61 pontos, em 2006, na altura atribuídos ao primeiro governo de José Sócrates, refere o diário. Em 2012, com Passos Coelho, verificou-se o grau de satisfação mais baixo desde que o estudo é feito, com 2,15 pontos.

A liderar a lista está a Suíça, com 6,58 pontos, seguindo-se a Noruega, com 5,58 pontos. À frente de Portugal aparece, ainda, a Holanda, com 5,46 pontos. Os últimos lugares da lista são ocupados por Espanha, com 3,28 pontos, pela França, com 3,2 pontos, e pela Itália, com 3,07 pontos.

Insatisfeitos com a vida e a economia

Ao contrário do que acontece na generalidade dos países objecto deste inquérito de satisfação com as instituições, abertura à imigração ou sentimento de felicidade, em Portugal há uma discrepância entre a avaliação do Governo e da economia. O que preocupa os portugueses não é o Governo que têm, é o salário que recebem.

A discrepância entre a avaliação que se faz ao Governo e à economia não acontece com países como a Noruega, Suíça e Holanda.

“Depois de valores preocupantemente baixos de satisfação com a democracia e com o Governo durante a troika, tem havido uma recuperação notável que, aliás, começa em 2015 mesmo antes das eleições”, disse ao Público a politóloga Marina Costa Lobo, que considera que a satisfação com o Governo distingue Portugal “no contexto europeu”.

Em outro contexto, Portugal mantém-se num dos lugares mais baixos entre os 23 países analisados, no que diz respeito ao grau de satisfação com a vida.

Ao responder à pergunta “quão satisfeito com a sua vida, no seu conjunto, está hoje em dia?”, os portugueses são os terceiros menos satisfeitos, com uma nota de 6,38 numa escala de zero a dez.

Classificações piores são apenas dadas na Rússia (5,6) e Lituânia (6,1). O ESS mede diferentes variáveis em vários países europeus — satisfação com as instituições, abertura à imigração, sentimento de felicidade, por exemplo — a partir de um inquérito a 44.387 pessoas com mais de 15 anos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Em Portugal o governo é diretamente e indiretamente responsável por 2/3 da economia e finanças nacionais (Portugal é dos países em que o estado mais intervém a nível económico e que as finanças das pessoas mais depende do estado) e os Portugueses estão satisfeitos com o Governo e não com a economia?
    Notasse que infelizmente a maioria dos Portugueses não sabem o que se passa nem como as coisas andam…
    Por esse motivo é que temos tido desde a muito tempo governos que apenas têm prejudicado a nação!

  2. O governo e os políticos são fantásticos!
    .
    Tiram selfies, vão à bola, ajudam os amigos. sorriem muito e são muito simpáticos, e tudo isso ajuda a mitigar as agruras da vida!
    .
    A dívida pública está a crescer mais que a economia, mas também já há informação de políticos vexados e sensíveis que andam à procura dos autores morais da insatisfação existencial.

RESPONDER

Foi a escuridão (e não o frio) que ditou a extinção dos dinossauros

Uma nova investigação sobre o asteróide que causou a extinção dos dinossauros sugere que foi a escuridão, ainda antes do frio, que ditou o fim destes animais. De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram …

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …