/

Portugal tem quatro das melhores escolas de gestão do mundo, segundo o Financial Times

7

(dr) Nova SBE

Nova School of Business and Education.

Portugal tem quatro escolas de negócios entre as 50 melhores do mundo, segundo o mais recente ranking do Financial Times.

Há quatro faculdades portuguesas na lista do Financial Times das 50 melhores escolas de gestão para formar executivos. Nova School of Business and Economics (SBE), Católica Lisbon School of Business & Economics e Porto Business School voltam a entrar na lista, enquanto o ISEG estreia-se no ranking.

Portugal é o terceiro país mais bem representado nesta lista, ficando apenas atrás de França e do Reino Unido.

A Nova SBE, em Carcavalos, é a melhor classificada entre as escolas portuguesas de negócios, ocupando o 22.º lugar.

“Na edição de 2022, a Nova SBE tem uma subida de mais de 20 posições, quer no ranking geral de escolas, onde se destaca como a escola portuguesa mais bem classificada, assim como nos rankings específicos para os Programas Abertos e Programas Customizados”, destaca a instituição de ensino, citada pelo Expresso.

Um pouco mais abaixo, no 27.º lugar, surge a Católica Lisbon School of Business and Economics.

A escola lisboeta ocupa a “19.ª posição a nível mundial e a 12.ª na Europa, sendo líder em Portugal, naquele que é o melhor resultado de sempre” especificamente nos programas direcionados para empresas.

A Porto Business School subiu várias posições e ocupa o 40.º lugar, logo seguida do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG).

“Portugal consolida a sua reputação internacional como um destino de referência para aqueles que procuram ensino executivo de excelência”, lê-se no comunicado da Porto Business School.

Por sua vez, a diretora do ISEG, Claro Raposo, salienta que, no dia em que a escola celebra 111 anos, tem “esta excelente notícia”.

O ranking do Financial Times combina os resultados obtidos nos programas customizados — direcionados para empresas — e nas formações abertas.

A escola francesa HEC Paris, a espanhola Iese Business School e a suíça IMD Business School ocupam, respetivamente, os primeiros lugares do pódio das melhores escolas do mundo.

Portugal tem ainda quatro mestrados de gestão entre os 100 melhores do mundo, segundo o ranking do Financial Times de 2021.

Em causa estão a Nova SBE, a Católica-Lisbon, a ISCTE Business School e a Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

  Daniel Costa, ZAP //

7 Comments

  1. “Também há muitos estrangeiros a estudar nessas escolas. assim que acabam o curso vão-se embora.”. Pois fazem eles bem, porque têm bons professores (pagos pelo Estado português), propinas baratas (subsidiadas pelo Estado português), e como não há cá empresas para eles poderem aplicar os seus brilhantes ensinamentos apreendidos no curso, vão aplicá-los no seu país de origem. Portugal sempre foi assim, a fazer lembrar aquelas pessoas que vivem de aparências com bons carros, boas roupas mas sem dinheiro para comer. Queremos só dar boa imagem lá para fora, os melhores nisto e naquilo, e depois basta andar por aí e ver a miséria em cada esquina. Um país pobre e desigual, com gestores de topo e com empresas de terceiro mundo.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.