Portugal pede transferência de criança internada no Dubai

Marcello Casal Jr. / ABr

-

O Estado português enviou hoje às autoridades do Dubai o pedido de transferência para um hospital público da filha de um casal português, nascida prematuramente naquele país árabe, informou a Secretaria de Estado das Comunidades.

Margarida, filha de Gonçalo e Genny Queiroz, nasceu a 28 de Outubro, num hospital privado do Dubai, com 25 semanas e apenas 410 gramas. No dia seguinte, a SIC noticiou o caso e referiu que o casal de emigrantes não tinha dinheiro para cobrir as despesas hospitalares.

A Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, em conjunto com a embaixada de Portugal no Dubai, está a acompanhar o caso e, depois de, hoje de manhã, ter tido acesso ao relatório médico sobre o estado clínico da criança, pediu a sua transferência para um hospital público do Dubai.

Em declarações à Lusa, José Cesário, secretário de Estado das Comunidades, disse que ainda não obteve uma resposta do Ministério da Saúde do Dubai.

Porém, na opinião do governante, a melhor solução seria trazer a menina para Portugal, mal o seu estado clínico o permita. “É a solução que eu prefiro, não escondo isso”, admite, reconhecendo, porém, que, “clinicamente, ainda não é aconselhável” que a criança saia do hospital onde se encontra.

“Mas é uma hipótese que se mantém de pé e que eu não escondo que, para mim, seria a solução mais adequada, a partir do momento em que a criancinha tenha condições para fazer a viagem”, sublinhou, garantindo que os serviços de saúde portugueses estão preparados para tratar a menina e que o Estado assegurará o necessário transporte da família.

Essa seria a solução ideal, até porque os custos de um hospital público no Dubai “também são elevados”, realçou, especificando que os dois mil euros por dia cobrados na unidade privada onde a criança está actualmente internada serão reduzidos para pouco menos de metade.

“Continuamos a falar de uma solução cara. Estamos a ver se há alguma forma de os custos não serem tão elevados”, frisou o secretário de Estado, adiantando que “estão a ser feitas diligências” nesse sentido, quer no Dubai, junto do Ministério da Saúde, quer em Portugal, junto da embaixada do país árabe em Lisboa.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Tantos milhões esbanjados em betão (e ordenados de milhares) e depois não há segurança social/cuidados de saúde?!
    Pois… se calhar esqueceram-se de referir esse “pequeno pormenor” a muitos emigrantes europeus que foram para lá trabalhar (e, só quando se necessita, é que se dá valor)!!
    Espero que corra tudo bem com esta família, principalmente com a criança!

RESPONDER

Ex-eletricista de Picasso condenado por ter escondido 271 obras na garagem durante 40 anos

O último eletricista de Pablo Picasso, Pierre Le Guennec, e a sua mulher foram esta terça-feira condenados em última instância a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em causa estava, de acordo com a AFP, …

Álvaro Costa apresenta projeto inédito de streaming

  Um canal inédito de streaming totalmente português é uma das ideias que Álvaro Costa pretende ver avançar já no próximo ano. O projeto será apresentado este sábado, às 21h30, no Mar Shopping. Álvaro Costa já chegou …

Um terço das empresas ainda não revelou o seu dono

As cerca de 600 mil empresas e outras entidades sujeitas a registo comercial que operam em Portugal eram obrigadas pelo Instituto dos Registos e do Notariado a fazer o Registo Central do Beneficiário Efectivo (RCBE) …

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …