Portugal entre os melhores países do mundo para se ser rapariga

A organização não-governamental de defesa das crianças Save the Children anunciou esta terça-feira, Dia Internacional da Rapariga, que Portugal é o oitavo país que oferece melhores oportunidades para as raparigas.

No Índice de ‘Oportunidades para Raparigas’, Portugal ficou à frente de países como Suíça, Itália, Espanha, Alemanha, Reino Unido, França e até dos Estados Unidos.

A organização teve em conta cinco indicadores ao elaborar o índice de 144 países onde é melhor ser rapariga: casamento infantil, gravidez na adolescência, mortalidade maternal, mulheres no Parlamento e conclusão do ensino secundário.

À frente de Portugal, aparece apenas a Suécia, Finlândia, Noruega, Holanda, Bélgica, Dinamarca e Eslovénia.

Tal como a maioria dos países analisados, Portugal apresenta problemas, sobretudo, na representação feminina no Parlamento – apesar de, segundo o Diário de Notícias, um terço dos deputados na Assembleia ser do sexo feminino.

Os autores do estudo destacaram que nem todos os países ricos estão em posições favoráveis no índice da ONG.

Segundo os especialistas, a Austrália surge apenas em 21º lugar devido ao elevado registo de gravidez na adolescência – fatores que também prejudicaram a classificação do Reino Unido (15º) e do Canadá (19º).

O 32º lugar na lista é ocupado pelos Estados Unidos, devido à fraca representação de mulheres no Parlamento, ao aumento da gravidez na adolescência e à elevada percentagem da mortalidade durante a gravidez.

Em 2015, 14 em cada 100 mil mulheres morreram ao dar à luz nos EUA, enquanto que Portugal apresenta uma menor taxa de mortalidade materna – de 6 mortes no parto em cada 100 mil mulheres.

Para Lisa Wise, diretora de desenvolvimento inclusivo da Save the Children e uma das autoras do relatório, a questão da igualdade entre os sexos não é apenas preocupante nos países em desenvolvimento.

“Nos países desenvolvidos, as oportunidades também são negadas às raparigas, ao contrário dos rapazes”, afirmou Wise.

O Brasil surge mais abaixo na lista, no 102º lugar, perto da 105ª posição do Haiti, devido ao elevado número de casamentos infantis e gravidez na adolescência.

Os países de baixos rendimentos são os piores

De acordo com o estudo, os piores países para as raparigas são os mais pobres – Níger, Chade, República Centro-Africana, Mali e Somália.

“Os 20 países na parte inferior do índice são todos países de baixos rendimentos na África Subsariana. Estes países têm taxas extremamente altas de privação em todos os indicadores selecionados”, explica o documento.

O Níger, na África Ocidental, tem a mais alta percentagem de casamento infantil de todo o mundo – 76% das mulheres casam antes dos 18 anos.

A advogada da Save the Children, Kitty Arie, explicou à TSF que os casamentos prematuros têm efeitos devastadores.

“O casamento infantil dá inicio a um ciclo de desvantagens que estamos a tentar quebrar porque sabemos que ao acabar com estes casamentos aumentamos a escolaridade destas raparigas, o potencial para trabalharem e contribuírem para a sociedade”, destacou.

A Save the Children alertou que a mortalidade materna é a segunda maior causa de morte entre raparigas entre os 15 e os 19 anos (depois do suicídio), morrendo cerca de 70 mil a cada ano.

A organização já se comprometeu a acabar com o casamento infantil até 2030 – mas se nada for feito o número poderá aumentar dos 700 milhões atuais para 950 milhões nos próximos 14 anos.

BZR, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Hubble capta a imagem mais nítida do primeiro cometa interestelar confirmado

O Hubble conseguiu captar uma fotografia de 2I/Borisov, o primeiro cometa interestelar até agora detetado, avançou a NASA, que opera o telescópio espacial. De acordo com a nota divulgada pela agência espacial norte-americana, a fotografia …

Alverca 2-0 Sporting | Leões desinspirados afastados da Taça pelo Alverca

O Alverca surpreendeu hoje o Sporting com uma vitória por 2-0, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, tornando-se no primeiro grande «tomba-gigantes» da competição ao afastar o atual detentor do troféu. Alex Apolinário, aos 10 …

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …