Portugal mantém meta de atingir imunidade de grupo no final do verão

O comissário do Mercado Interno da União Europeia (UE), Thierry Breton, acredita que é possível atingir a imunidade de grupo em meados de julho, enquanto o governo português mantém a meta de vacinar 70% da população adulta portuguesa até o fim do verão.

Como noticiou o Expresso, no final de uma reunião dos chefes da diplomacia europeia, em Bruxelas, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse que a meta de vacinar 70% da população no final do verão “é um resultado para o qual nós todos queremos trabalhar e que nos parece exequível, não nos parece irrealista”.

No domingo, Breton afirmou que a UE tem os meios para alcançar a imunidade de grupo a 14 de julho, associando a da Tomada da Bastilha ao objetivo de ter 70% da população europeia protegida.

“Em relação ao desejo expresso pelo comissário francês, ele é facilmente compreensível: é um comissário de nacionalidade francesa e é natural que use como data simbólica a data da tomada da Bastilha”, afirmou Santos Silva.

Quanto a Portugal, Santos Silva referiu: “Um Governo não deve estar sempre a alterar os seus objetivos e portanto o objetivo do governo português, definido e comunicado pelo primeiro-ministro é de chegar durante o verão, o que quer dizer até ao fim do verão, ao ter vacinado os 70% da sua população adulta”, atingindo assim “a imunidade de grupo”.

“O nosso objetivo é o de chegar a esses 70% bem antes da comemoração do aniversário da República”, sublinhou.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. “O comissário do Mercado Interno da União Europeia (UE), Thierry Breton, acredita que é possível atingir a imunidade de grupo em meados de” Julho. Também há muita gente que acredita no Pai Natal e no coelhinho da Páscoa (não confundir com outro “coelho” bem real). “Augusto Santos Silva, disse que a meta de vacinar 70% da população no final do verão” “parece exequível, não nos parece irrealista”. Exequível é. Realista?… Só para quem acredita em milagres! Tão todos a pôr falsas esperanças de salvar o verão, quando devíamos estar todos a torcer para que seja possível salvar o… Natal!

  2. que treta
    como querem vacinar quase 10milhoes em 6/7 mmeses?
    mesmo que se receba as varias vacinas, nao se vai conseguir isso
    podia ser se pegassem nos enfermeiros que estao a dispensar e os colocassem a dar vacibad, deixando os outros enfermeiros continuarem a dar auxilios aos doentes

    • Está ligeiramente equivocado, Sr ZÉ DAS ISCAS. A imunidade de grupo é 60 a 70% da população vacinada (e que se lixe os 30% restantes) e não os 10 milhões (e ainda há “génios” que não querem vacinados). Será 7 milhões em 6/7 meses.
      Mas… Não acredito de todo que cheguemos sequer perto disso. Talvez… Talvez 30 %. É que o pessoal daqui acha que as vacinas vêm a tempo e… veem a mais. Elas virão a menos porque estão a ser vendidas a quem paga mais. A União Europeia pagou menos por isso vai demorar… muito!
      Mas é sempre bom ter esperança. Mas é preciso uma grande dose de realismo, coisa que estes tipos não têm e continuam a colocar a esperança nos portugueses que vão cobrar estas “promessas” quando perceberem que o Verão sempre foi uma miragem. Pelo menos o Verão de 2021! E é nisso que estão a pensar. Salvar o Verão e todas as suas “vantagens” económicas (e estão-se nas tintas para a saúde dos portugueses).

  3. Não iremos atingir a imunidade de grupo no dia catorze de julho deste ano. Façamos algumas contas:
    Entre 27 de dezembro de 2020 e 23 de março de 2021, foram vacinados cerca de 1.369.242 portugueses, o que corresponde a, sensivelmente, onze por cento da população portuguesa. Com tantas vacinas já no país, e considerando as que virão, estamos num bom caminho… só que não! 😉

    Mais: “Se olharmos para os últimos dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde, relativos ao dia 23 de Março de 2021, 4,46% dos portugueses já receberam as duas doses da vacina – ou seja, estão completamente vacinados contra o covid-19. Significa isto que falta ainda vacinar 65,54% dos cidadãos para atingirmos a imunidade de grupo (…).”

    PÚBLICO (https://www.publico.pt/interactivo/vacina-covid-19).

    Aqui está uma frase, a meu ver, ridícula e FALSA, retirada da mesma fonte: “Portugal é o quadragésimo terceiro país com a maior taxa de doses administradas por cem habitantes do mundo.” Se isso fosse verdade, já estariam vacinadas, pelo menos, quatro ou cinco milhões de pessoas.

    Agora, quem pode acreditar nas promessas destes “pseudo-especialistas” da mula russa??!!

RESPONDER

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …