Portugal vai mergulhar na pior crise em oito décadas. Recessão pode ser de 6,8%

Nuno Fox / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

A crise provocada pela pandemia de covid-19 terá repercussões gravíssimas na economia europeia e, nomeadamente, na economia portuguesa. Portugal vai mergulhar na pior crise registada em oito décadas.

A Comissão Europeia prevê para Portugal, em 2020, uma recessão de 6,8% e que a taxa de desemprego suba para os 9,7% devido ao impacto da pandemia de covid-19. O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, considera que as previsões demonstram a “fatura pesada” da emergência sanitária nas contas da zona euro, instando ao investimento como forma de relançar as economias.

Estas previsões são mais otimistas do que as do Fundo Monetário Internacional (FMI), que previu uma quebra económica de 8,0% e desemprego de 13,9% em 2020.

De qualquer das formas, parece praticamente garantido que esta crise vai ser pior do que a vivida no 25 de abril de 1974. E, de acordo com o Expresso, será mesmo pior do que a sentida em 1936, quando a crise causada pela Guerra Civil espanhola atravessou a fronteira.

A Comissão Europeia estima que a economia da zona euro conheça este ano uma contração recorde de 7,7% do Produto Interno Bruto (PIB), como resultado da pandemia, recuperando apenas parcialmente em 2021, com um crescimento de 6,3%. A situação portuguesa obviamente dependerá da evolução no contexto europeu.

Se a contração do PIB se revelar maior na Europa, Portugal será um dos mais lesados, já que é um dos países mais vulneráveis a um choque pelo lado da procura.

ZAP //

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Mas, então, não estava tudo bem e não nos íamos ‘safar’ à grande com os apois europeus do MEE?????
    O que aconteceu nestes dias? Alguma coisa correu mal?
    Ou andaram, como sempre, a mandar areia para os olhos??????

  2. vivemos num circo sem qq razão racional para tal e estes psicopatas ainda vão dizer a seguir que o problema é de um virus que tiraram da cartola, qd o problema são as medidas tomadas para o combater, ou seja, no final a culpa de tudo o que aconteça será sempre do covid19.

    o problema é que nunca na história da humanidade se colocaram de quarentena pessoas saudáveis, esta criatividade apenas surgiu agora da mente destes psicopatas.

    os números não batem a bota com a perdigota, tendo mesmo sido aprovada legislação quer nos USA quer no UK para se poderem aldrabar à vontade, ou seja, neste momento qq desculpa é boa para atribuir mortes ao covid19 mesmo qd as pessoas que falecem têm n outras doenças que as matariam ainda este ano, como creio que UK um estudo demonstra isso mesmo.

    em Itália até já no Parlamento lá do sítio um deputado veio dizer que os números italianos são uma completa fraude, aliás nada que o MSaúde lá do sítio já não tivesse dito qd há tempos afirmou que dos números todos que apresentavam na realidade só 12% das pessoas haviam morrido mesmo de covid19.

    já para não falar que o estudo que levou a estas medidas, do Imperial College, UK, que previa milhões de mortes, chegou-se à conclusão que está completamente errado, como o demosntrou um engenheiro da google que estudou o código que deitou cá para fora os números.

    ao mesmo tempo que o mr doom que era a vedeta do estudo foi apanhado a não cumprir o que sempre vendeu, ah e tal não podem sair de casa, distânciamento social etc, menos para ele é claro que resolveu pular a cerca.

    • Infelizmente, a inteligência, o conhecimento e o bonsenso não se encontram à venda por aí. O que vende é o pânico, a catástrofe, a morte, o sangue, a “luz, cor, espectáculo, fogo de artifício”, onde não se encontra incluída a objectividade e a ciência. Tentou-se fugir de um inimigo apenas para nos enfiarmos na “boca do lobo”, esquecendo-se como se ultrapassaram todas as pandemias anteriores, nomeadamente a última ocorrida à cerca de 100 anos, a gripe espanhola. O facto de ainda não se dispôr de resultados de testes de anti-corpos representativos das populações dos vários países, embora haja algumas excepções, demonstra bem que continuamos à deriva.

  3. Bom eu não percebo muito de economia, mas tenho em memoria os números do desemprego do tempo da TROIKA, crise imobiliária, ou como queiram chamar, que atingiu uns 16% (pelos valores anunciados, na realidade deve ter andado bem acima dos 22%), que traduzido em número ascendia em mais de 1 milhão de pessoas inscritas nos centros de desemprego.

    Nesse período também foram resgatados bancos e dinheiros que nunca mais serão vistos mas que encheu e bem os bolsos de muito colarinho branco.

    Agora vem impingir mais um filme de terror pós Covid-19, que sim terá os seus efeitos negativos na economia a escala mundial, mas que segundo algumas previsões podemos globalmente sair, nas previsões mais pessimistas em cerca de 2-3 anos…

    Então pergunto-me será que estaremos assim tão mal ou querem fazer pensar que caímos novamente no pântano e se justifique o apertar de cintos e desfalque de mais uns milhões vindos da UE ou dos bolsos dos contribuintes para resgatar negócios que a partida só beneficiam sempre os mesmos?

    Cada vez mais, viver no isolamento até dá alguma vantagem… permite refletir no passado e desligar da máquina de lavar cérebros que se tornou os media globalmente.

  4. Descupas de mau pagador, agora é o COVID 19 o culpado? Caiu bem este virus ao GOVERNO porque assim o Covid 19 tapou os buracos que o governo tem…
    Lembrem-se que António Costa é o COVEIRO de Portugal…

  5. O senhor Costa vai afirmando que não vai haver austeridade, não sei por onde anda, mas certamente desenquadrado da realidade portuguesa deve estar com certeza. No dia que bater asa, dirá como o seu camarada Sócrates, eu não fui!

    • O Sr. Costa disse (alias, prometeu) que não vai implementar medidas austeridade no Pós-Covid19 e eu acredito nas promessas do Sr. Costa.
      Ele vai implementar medidas de austeridade durante o período de Covid19.

      Se vocês em vez de falar mal das promessas e acusar o Sr. Costa de não as cumprir, ouvissem o que ele diz, talvez percebessem a diferença entre Pós e durante e entendessem que ele vai cumprir as promessas.
      As medidas de austeridade devem chegar já em Julho / Agosto (o dinheiro já se está a acabar e nem para pagar o que se deve chega) e o período do Covid19 deve durar até ao final do ano se realmente alguns dos tratamentos em estudo funcionarem, se esperarmos pela vacina so vamos entrar no Pós covid19 em 2022

      • Nesse caso e perante a sua interpretação o que o senhor Costa nos teria a dizer é que após o Covid 19 terá que tirar o país da maior crise “austeridade” porque certamente já passou. Por outro lado você anda desatento ao afirmar que as medidas de austeridade devem chegar entre Julho/Agosto, pois elas já aí estão para muitas famílias e empresas! Vão é chegar mais ainda. Com tudo isto eu não estou a pretender atacar o governo pela crise actual, o que eu não engraço é com pantominices de políticos e nisso o senhor Costa é artista.

        • Acredita que ainda não estamos em austeridade, temos mais desempregados mas isso não é austeridade para o pais (infelizmente significa para quem esta sem saber como pagar as contas)

          Austeridade significa mais cortes em todos os sectores, a começar pela função publica, aumentos da idade de reforma, redução dos tectos fundo de desemprego, redução dos tempos de fundo desemprego e medidas mais complicadas para aceder a eles, etc …

          Quanto ao Costa, quando sairmos da austeridade já ele lá não esta, em primeiro porque governos do PS não sabem governar sem dinheiro, fogem sempre a meio e deixam que outros limpem a m**** (não creio que o Costa vá abrir o precedente no PS de assumir responsabilidades).
          Em segundo lugar, mesmo que consiga essa proeza de aprender o que a palavra responsabilidade significa, e comesse a governar em austeridade e a tomar medidas desagradáveis, a lei não permite ficar o tempo necessário no poder para estar ao leme quando sairmos da austeridade (vai levar pelo menos 10 anos)

RESPONDER

"Não haverá acordo" se Londres não respeitar compromissos, avisa Michel Barnier

O negociador europeu para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), Michel Barnier, sublinhou no domingo que "o tempo urge", avisando que não haverá acordo se Londres permanecer nas posições anteriores. "O Reino Unido …

Ex-Benfica Garay acusa Valência de "campanha difamatória"

Ezequiel Garay acusou o Valência de levar a cabo uma "campanha difamatória" contra si. "Dói ver estas coisas quando estão a prejudicar os que amas", disse o argentino. O ex-jogador do SL Benfica Ezequiel Garay cumpre …

O maior salto em cinco anos. Dívida pública atingiu recorde em abril

A dívida pública aumentou para 262,1 mil milhões de euros em abril, o valor mais alto desde 1995, segundo os dados divulgados pelo Banco de Portugal. A dívida pública aumentou para o valor recorde de 262,1 …

Diabéticos e hipertensos. PSD quer debater alteração que retirou estes doentes de regime excecional

O PSD pediu a apreciação parlamentar do decreto-lei que retirou doentes hipertensos e diabéticos do regime excecional de proteção relativo à covid-19. A apreciação parlamentar permite que a Assembleia da República debata, altere e, no limite, …

Norte sem contágios por covid-19. Grande Lisboa regista 96,5% dos novos casos

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infectados, mais 200, segundo o boletim da Direcção-Geral de Saúde (DGS). 193 dos novos casos são na área …

Aviões deixam de ter lotação reduzida a partir desta segunda-feira

Os aviões deixam, a partir desta segunda-feira, de ter a lotação de passageiros reduzida a dois terços, mas o uso de máscara comunitária é obrigatório. O Governo alinhou, assim, as regras nacionais pelas regras europeias no …

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …