Portugal legalizou milhares de imigrantes ilegais com despacho que viola a lei

João Relvas / Lusa

António Beça Pereira, director-geral do SEF

Milhares de imigrantes ilegais foram legalizados em Portugal, em 2015, graças a um despacho do ex-director do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que viola a Lei. A situação foi aproveitada por redes de imigração ilegal e levanta questões de segurança por causa do terrorismo.

O ex-director do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), António Beça Pereira, isentou de visto de entrada em Portugal os imigrantes com provas de que estavam a trabalhar no nosso país há mais de um ano, relata o Diário de Notícias.

Em causa está um despacho interno de 2015, emitido pelo juiz-desembargador nomeado pelo governo PSD-CDS, que violou a Lei de Estrangeiros em vigor.

A medida “provocou uma onda de imigração ilegal em direcção a Portugal“, salienta o DN, notando que, nesse ano, deram entrada no SEF 12.200 pedidos de autorização de residência, “mais do dobro dos anos anteriores”.

O jornal acrescenta que “mais de metade deles” terão sido autorizados “fora da lei”, ao abrigo do despacho de Beça Pereira.

Muitos destes pedidos terão sido proporcionados por redes de tráfico de imigração ilegal, nomeadamente recorrendo a contratos de trabalho simulados, e a maioria dos imigrantes envolvidos já não estará a viver em Portugal, tendo rumado a outros países da União Europeia.

Grande parte destes imigrantes seria oriunda de Índia, Bangladesh e Paquistão, consideradas “nacionalidades de risco”, o que coloca problemas de segurança, nomeadamente por causa do terrorismo, reforça o DN.

“Se alguma destas pessoas se envolver num atentado terrorista ou num crime violento no espaço europeu, que explicação vai dar Portugal aos seus parceiros do facto de essa pessoa ter uma autorização de residência à margem da lei?”, questiona uma fonte da polícia ao DN a propósito da situação.

Bloco de Esquerda critica reposição do visto de entrada

Quando tomou posse, a actual directora do SEF, Luísa Maia Gonçalves, emitiu novo despacho, em Março passado, a repor a obrigatoriedade do visto de entrada, argumentando que a medida visou evitar “que Portugal fosse apenas e só utilizado como uma plataforma de regularização de cidadãos estrangeiros que efectivamente vivem e trabalham noutros países da União Europeia”, conforme cita o DN.

A deputada Sandra Cunha, do Bloco de Esquerda, critica a reposição da legislação, considerando em declarações ao DN que “este despacho impede a esmagadora maioria dos imigrantes de concluir os seus processos, mesmo que já tenham dado entrada aos mesmos, uma vez que impõe a retroactividade”.

“A maior parte já está cá há trabalhar há muitos anos mas não entrou legalmente e não se pode voltar atrás no tempo”, refere a deputada bloquista ao jornal.

O SEF rebate esta ideia e garante no DN que “o que efectivamente se tornou mais difícil foi a regularização de cidadãos que vivem ilegalmente noutros países do espaço Schengen e que eram trazidos a Portugal por redes criminosas só para obterem uma autorização de residência”.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. De facto é muito grave o que esse ex-diretor geral do SEF fez em clara violação da lei. Espero que seja chamado a prestar contas à justiça. Numa altura em que a Europa corre sérios riscos de ameaça terrorista e de segurança em geral, não se deve permitir violações da lei com esta gravidade. E coloca-se a questão: terá ele lucrado com esse processo, ou seja, sido pago pelas redes de imigração ilegal? Se foi, coloca-se o problema de corrupção e deverá também responder por isso.

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …