Portugal legalizou milhares de imigrantes ilegais com despacho que viola a lei

João Relvas / Lusa

António Beça Pereira, director-geral do SEF

Milhares de imigrantes ilegais foram legalizados em Portugal, em 2015, graças a um despacho do ex-director do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que viola a Lei. A situação foi aproveitada por redes de imigração ilegal e levanta questões de segurança por causa do terrorismo.

O ex-director do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), António Beça Pereira, isentou de visto de entrada em Portugal os imigrantes com provas de que estavam a trabalhar no nosso país há mais de um ano, relata o Diário de Notícias.

Em causa está um despacho interno de 2015, emitido pelo juiz-desembargador nomeado pelo governo PSD-CDS, que violou a Lei de Estrangeiros em vigor.

A medida “provocou uma onda de imigração ilegal em direcção a Portugal“, salienta o DN, notando que, nesse ano, deram entrada no SEF 12.200 pedidos de autorização de residência, “mais do dobro dos anos anteriores”.

O jornal acrescenta que “mais de metade deles” terão sido autorizados “fora da lei”, ao abrigo do despacho de Beça Pereira.

Muitos destes pedidos terão sido proporcionados por redes de tráfico de imigração ilegal, nomeadamente recorrendo a contratos de trabalho simulados, e a maioria dos imigrantes envolvidos já não estará a viver em Portugal, tendo rumado a outros países da União Europeia.

Grande parte destes imigrantes seria oriunda de Índia, Bangladesh e Paquistão, consideradas “nacionalidades de risco”, o que coloca problemas de segurança, nomeadamente por causa do terrorismo, reforça o DN.

“Se alguma destas pessoas se envolver num atentado terrorista ou num crime violento no espaço europeu, que explicação vai dar Portugal aos seus parceiros do facto de essa pessoa ter uma autorização de residência à margem da lei?”, questiona uma fonte da polícia ao DN a propósito da situação.

Bloco de Esquerda critica reposição do visto de entrada

Quando tomou posse, a actual directora do SEF, Luísa Maia Gonçalves, emitiu novo despacho, em Março passado, a repor a obrigatoriedade do visto de entrada, argumentando que a medida visou evitar “que Portugal fosse apenas e só utilizado como uma plataforma de regularização de cidadãos estrangeiros que efectivamente vivem e trabalham noutros países da União Europeia”, conforme cita o DN.

A deputada Sandra Cunha, do Bloco de Esquerda, critica a reposição da legislação, considerando em declarações ao DN que “este despacho impede a esmagadora maioria dos imigrantes de concluir os seus processos, mesmo que já tenham dado entrada aos mesmos, uma vez que impõe a retroactividade”.

“A maior parte já está cá há trabalhar há muitos anos mas não entrou legalmente e não se pode voltar atrás no tempo”, refere a deputada bloquista ao jornal.

O SEF rebate esta ideia e garante no DN que “o que efectivamente se tornou mais difícil foi a regularização de cidadãos que vivem ilegalmente noutros países do espaço Schengen e que eram trazidos a Portugal por redes criminosas só para obterem uma autorização de residência”.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. De facto é muito grave o que esse ex-diretor geral do SEF fez em clara violação da lei. Espero que seja chamado a prestar contas à justiça. Numa altura em que a Europa corre sérios riscos de ameaça terrorista e de segurança em geral, não se deve permitir violações da lei com esta gravidade. E coloca-se a questão: terá ele lucrado com esse processo, ou seja, sido pago pelas redes de imigração ilegal? Se foi, coloca-se o problema de corrupção e deverá também responder por isso.

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …