Portugal quase duplicou o número de cidadãos estrangeiros barrados na fronteira em 2018

Tiago Petinga / Lusa

No ano passado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) barrou a entrada em Portugal a 3.758 pessoas, 75% das quais vindas do Brasil. Em causa estão cidadãos que não apresentam uma razão válida para estar no país ou não têm o visto em ordem.

Segundo noticiou o Jornal de Notícias nesta terça-feira, citado pelo Expresso, apesar de ser um valor residual face aos oito milhões de cidadãos controlados, as recusas de entrada no país têm vindo a subir nos últimos cinco anos. O número de pessoas barradas quase duplicou de 2017 para 2018: passou de 2157 para 3758. Em 2013, por comparação, apenas 813 cidadãos foram barrados.

Citado também pelo Económico, o jornal diário indicou que a crise económica, a insegurança e a situação política estarão na origem do crescente número de brasileiros a vir para terras lusas. “Nem sempre os consulados dão a informação completa, por exemplo, que os turistas precisam de ter um seguro de saúde”, explicou Cyntia de Paula, presidente da Casa do Brasil.

Face a este aumento de 2% no controlo das chegadas de estrangeiros a Portugal – ainda assim residual, porque representa só 0,02% de todas as entradas no país -, fonte oficial do SEF diz que a sua missão é o “combate à imigração ilegal e criminalidade transfronteiriça”.

Em 2018, só a Casa do Brasil em Lisboa, atendeu 476 novas pessoas (estão apenas contabilizados os que procuram pela primeira vez a associação). Já este ano, desde janeiro até ao início de abril, tinha atendido 278 novas pessoas, disse a responsável, que faz parte da associação desde 2012 e é presidente desde 2017.

Na história da imigração brasileira para Portugal já houve momentos de muita afluência como o final dos anos 1990 e início dos anos 2000, recordou, reafirmando que neste momento “há uma chegada bastante expressiva”.

Esta nova vaga é composta por diversos grupos, desde as pessoas com menos qualificação profissional, a um maior número de pessoas com mais qualificação, muitos estudantes universitários, que já estavam a chegar desde 2009, mas que continuam a crescer, explicou a responsável.

Mas há também a introdução de uma nova comunidade, a dos aposentados, os que têm rendimentos próprios no Brasil e a possibilidade de ter agora em Portugal o visto para aposentado, e ainda uma classe mais alta, que dentro do bolo da nova chegada não é “tão representativa”, adiantou Cíntia de Paulo. Os mais representativos “são os profissionais mais qualificados, da faixa entre os 30 e os 40 anos”, acrescentou.

O Expresso acrescentou que, também no ano passado, houve um aumento do número de menores que procuraram entrar em Portugal sem estarem acompanhados por um adulto. Ao todo, foram 136 menores – mais do dobro dos casos registados no ano anterior (64).

TP, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ainda deixaram entrar demasiados,na margem sul são aos milhares!É vê-los nos shopings,supermercados,jardins.Entraram no país dezenas de milhares em poucos meses.Este descontrolo irá trazer graves consequências politicas,sociais e económica ao nosso país.É uma autentica praga sem controlo…!!

    • Completamente de acordo! Parem com esta praga! Com ou sem posses são autênticos trogloditas! Nem usar faca e garfo sabem! Feios, porcos e maus!

RESPONDER

Esta à porta mais um fim de semana de restrições. Concelhos “fecham” a partir das 23h

Entre as 23h00 desta sexta-feira e as 23h59 de terça-feira estão proibidas as deslocações para fora do concelho de residência habitual, salvo algumas exceções previstas na lei. Nesta sexta-feira, o Parlamento prepara-se para dar “luz verde” …

Lucas Veríssimo tem dado dores de cabeça ao Benfica, mas "poderá sair de graça em janeiro"

O presidente do Santos, Orlando Rollo, avisa que há o sério risco de Lucas Veríssimo sair a custo zero já em janeiro. O SL Benfica está ainda a estudar a sua contratação. O negócio de Lucas …

Tabelas do IRS podem significar aumento do salário mínimo até 685 euros

A divulgação das novas tabelas de retenção na fonte de IRS sugere que o salário mínimo nacional possa aumentar até aos 685 euros. O valor a partir do qual salários e pensões passam a descontar IRS …

Arquipélago na "Atlântida britânica" sobreviveu a tsunami há 8 mil anos

Cientistas acreditam que uma parte de Doggerland, uma antiga civilização conhecida como a "Atlântida britânica", tenha sobrevivido ao tsunami que inundou a região há 8 mil anos. Doggerland foi uma civilização antiga no Mar do Norte, …

Plano de vacinação pode prolongar-se até março de 2022. Normalidade pode regressar já no próximo verão

Portugal vai receber 22,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 que chegam para imunizar toda a população, mas o processo vai decorrer em três fases, a última das quais poderá prolongar-se até ao …

Partidos concordam com o alívio no Natal (mas plano de vacinação não satisfaz Marcelo)

Com o voto favorável do PSD assegurado, o Parlamento vai aprovar, esta sexta-feira, o decreto presidencial com a segunda renovação do estado de emergência desta segunda fase da pandemia. Depois da reunião no Infarmed, Marcelo Rebelo …

Vespas "buraco de fechadura" conseguem fazer um avião despenhar-se

Conhecidas como vespas "buraco de fechadura", estes insetos constroem os seus ninhos em sítios minúsculos. Em alguns casos raros, podem mesmo levar a que um avião se despenhe. As Pachodynerus nasidens, mais conhecidas por vespas "buraco …

Estado de emergência até 7 de janeiro será idêntico ao que está em vigor. Marcelo só mudou introdução

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já enviou à Assembleia da República a proposta de renovação do estado de emergência que deverá ficar em vigor até 7 de janeiro. “Depois de ouvido o Governo, …

Cidade chinesa com mais de 10.500 infetados com brucelose após bactéria "escapar" de laboratório

Mais de 10.500 pessoas contraíram brucelose, uma doença de origem animal, no noroeste da China, depois de a bactéria ter "escapado" de um laboratório biofarmacêutico que produz vacinas para animais, disseram as autoridades. A cidade de …

Movimento "A Pão e Água" termina greve de fome de 7 dias após reunião com Medina

Os elementos do movimento "Sobreviver a Pão e Água" terminaram esta quinta-feira a greve de fome que durava há quase uma semana, em frente à Assembleia da República, disse à agência Lusa o porta-voz, José …