Portugal duplica capacidade de ventilação. Oito profissionais de saúde nos cuidados intensivos

António Cotrim / Lusa

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, anunciou esta quinta-feira a duplicação dos equipamentos de ventilação e garantiu uma distribuição equilibrada dos testes de despistagem.

“Entre ofertas, compras e empréstimos, estaremos em condições de duplicar a nossa capacidade de ventilação: Foram oferecidos 400 ventiladores evasivos, muitos dos quais já chegaram aos hospitais e outros com previsões de entrega muito em breve”, afirmou António Lacerda Sales durante a conferência de imprensa da Direção-Geral de Saúde (DGS) sobre a evolução da pandemia em Portugal.

Estamos a reforçar a nossa capacidade de ventilação”, garantiu, lembrando que as situações mais graves da covid-19 obrigam a cuidados intensivos e que muitos dos doentes internados nos hospitais “precisam de ventiladores na sua luta pela vida”.

Neste momento há 240 pessoas em cuidados intensivos, segundo os dados divulgados esta quinta-feira pela DGS, que apontam para mais de nove mil pessoas infetadas com a cov-19, das quais 1.042 estão internadas em hospitais.

António Lacerda Sales lembrou ainda os ventiladores não evasivos cedidos a título de empréstimo e os 900 ventiladores adquiridos pela Administração Central do Sistema de Saúde: Alguns destes últimos já estão em Portugal e outros “144 chegarão este fim-de-semana ao país”, acrescentou.

A informação foi corroborada por João Gouveia, presidente da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos e também coordenador da equipa da DGS na área dos cuidados intensivos para planeamento e operacionalização destes recursos.

O responsável pela equipa da DGS explicou que o material que vai chegar durante a semana será distribuído pelos diferentes hospitais de acordo com critérios específicos, tendo em conta as necessidades, a urgência e critérios de segurança “para que os doentes sejam tratados da melhor maneira possível”.

Além da aquisição de novos materiais, João Gouveia sublinhou durante a conferência de imprensa, que decorreu em Lisboa, que tem sido feito um trabalho de recuperação de material que estava a necessitar de alguns arranjos.

Houve “um crescer significativo da capacidade instalada” da medicina intensiva, com mais profissionais a trabalhar com medicina intensiva. “Mas é óbvio que também é necessário material”, lembrou João Gouveia. Também haverá um aumento de testes que, segundo o secretário de Estado da Saúde, serão distribuídos de forma a garantir um “equilíbrio entre locais com carência e locais com maior disponibilidade”.

200.000 testes prestes a chegar

“Hoje mesmo serão distribuídas seis mil zaragatoas e estão ainda encomendadas outras 400 mil”, anunciou o governante, explicando que 80 mil chegam na sexta-feira e as restantes irão ser entregues “nas próximas semanas”, numa tentativa de responder aos “constrangimentos de elevada procura”.

Também na próxima semana deverão chegar “mais 200 mil testes a Portugal”: “Todos os dias os serviços partilhados da saúde estão a trabalhar para que sejam repostos os kits de testagem e material de proteção individual”, sublinhou.

Além das respostas do sistema de saúde, o responsável pelo Ministério da Saúde voltou a chamar a tenção para a importância de manter as regras de isolamento social, como forma de tentar conter a disseminação do novo coronavírus.

“Numa altura em que se renova o estado de emergência, importa manter a malha apertada ao novo coronavírus, quer através da contenção social, quer robustecendo os mecanismos de respostas do sistema de saúde, capacitando-o para as novas fases da epidemia”, defendeu o secretário de estado.

Portugal continua a fazer “entre cinco a seis mil testes por dia”, explicou ainda António Lacerda Sales na conferência desta quinta-feira. No total, foram feitos “cerca de 75 mil testes desde o dia 1 de março”, esclareceu também.

Mais de 1.000 profissionais de saúde infetados

O novo coronavírus já infetou 1.124 profissionais de saúde em Portugal, entre os quais 206 médicos e 282 enfermeiros, anunciou o secretário de Estado da Saúde.

Entre os profissionais infetados com o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, estão também 636 de áreas como assistentes técnicos, assistentes operacionais e técnicos de diagnóstico e terapêutica, adiantou Lacerda Sales na conferência de imprensa diária para atualização de informação sobre a pandemia de covid-19 em Portugal.

O secretário de Estado referiu ainda números de quarta-feira que contabilizavam sete médicos e um enfermeiro internados em cuidados intensivos.

Segundo o balanço feito esta quinta-feira pela DGS, em Portugal registam-se 209 mortes, mais 22 do que na quarta-feira (+11,8%), e 9.034 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 783 em relação à véspera (+9,5%).

Dos infetados, 1.042 estão internados, 240 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 68 doentes que já recuperaram.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …

Desemprego sobe 52% entre jovens até aos 24 anos

O desemprego entre os jovens até aos 24 anos disparou à boleia da pandemia de covid-19, que já fez mais de 1.300 vítimas mortais em Portugal. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …

Orçamento Retificativo: entre um cocktail de propostas e os apoios que Costa prefere segurar

António Costa decidiu ouvir todos os partidos com assento parlamentar antes de desenhar o esboço final do Orçamento Retificativo. Os encontros decorrem entre segunda e terça-feira. O primeiro-ministro recebe, entre hoje a amanhã, todos os partidos …