Portugal chocado com declarações do Presidente da Guiné Equatorial

equatorial_guinea / Flickr

O pesidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema

O pesidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema

O Governo português lamentou “veementemente” declarações do Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, considerando que, a concretizarem-se, representam uma “grave violação” dos direitos humanos.

Em causa estão declarações do Presidente equato-guineense, divulgadas no Youtube, a defender que quem mata duas ou três pessoas “não pode ficar impune com vida” e que aos delinquentes mais perigosos do país se devem “cortar os tendões” dos pés para que possam ser identificados mais facilmente pela população.

As posições de Teodoro Obiang Nguema foram defendidas no III Congresso Extraordinário do Partido Democrático da Guiné Equatorial (PDGE), que decorreu em Malabo de 10 a 12 deste mês.

A Guiné Equatorial aderiu à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) em julho de 2014, após anos como observadora associada da organização, mediante um roteiro que estabelecia que o Presidente Obiang deveria abolir a pena de morte no seu país e introduzir o português como língua oficial.

Fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros lamentou veementemente o teor das declarações, que classificou de “infelizes”.

“A concretizarem-se, são uma grave violação da Declaração Universal dos Direitos do Homem”, acrescentou a mesma fonte, contactada pela Lusa.

O ministério de Rui Manchete afirmou que “Portugal continuará a procurar, quer através do diálogo bilateral quer no âmbito das estruturas da CPLP, que a Guiné-Equatorial respeite os princípios fundadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, e não se afaste deles”.

O vídeo foi revelado à Lusa pelo líder da Coligação Restauradora do Estado Democrático (Cored, oposição exilada em Paris), Raimundo Ela Nsang.

O responsável daquele partido da oposição, no exílio, considerou que Obiang, no poder desde agosto de 1979, demonstrou que não tem qualquer intenção de revogar a pena de morte no país.

“Além de ser uma afronta à CPLP, constitui uma violação aos Direitos Humanos”, frisou Raimundo Nsang, que está em digressão por vários países da Europa para apelar à comunidade internacional que exerça pressões diplomáticas para obrigar Obiang a abandonar o poder.

/Lusa

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Ui Ui a coisas que até não me chocam , para mim pessoalmente quem mata duas ou três pessoas deveria pagar com a sua vida também em vez de ir comer e dormir a borla a custa dos contribuintes.

  2. Por todas as razões já conhecidas do antecedente, este país,enquanto representado como está, não deverá fazer parte da CPLP.Tenhamos decência.

  3. Só discordo numa coisa, não devia passar para segunda ou terceira pessoa, quem o faz uma vez teria de pagar pelo que fez, e não é ir para a prisão que vai resolver.
    Acredito piamente que diminuía drasticamente o número de assassinatos.

    • Piamente?
      Vê-se logo que nunca ouviste falar dos EUA!!!
      Eles tem pena de morte e mesmo assim tem uma taxa de homicídios (e criminalidade) bastante elevada, além de ter o maior numero de presos do mundo!
      E agora?
      .
      Em relação a este individuo (e à Guiné Equatorial), enfim; o passado fala por eles..

  4. Com tanto camafeu por aí a violar a Declaração Universal dos Direitos do Homem, p.ex. o Mugabe, nem sei como é que os EUA ainda não se propuseram a tirá-lo do poder(depois não querem que se fale em teorias da conspiração eh eh).
    Ao pé desse ditador, este senhor é um santo.

  5. ”A Guiné Equatorial aderiu à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) em julho de 2014…” ”O ministério de Rui Manchete…” Quando se fala na CPLP e na Guiné Equatorial, sinto uma grande revolta. Um país onde se só fala espanhol e francês, fazer parte da CPLP ??? !!! Parecido, só me lembro do acordo ortográfico. Que os nossos políticos queiram ser CAPACHOS dos outros mas, a título pessoal, ainda vá que não vá. è um problema deles. Mas, por não terem um mínimo de decência e muito menos de vergonha, obrigarem o povo a seguir-lhes as pisadas, isso é que não. O POVO PORTUGUÊS TEM VERGONHA NA CARA e não pode nem deve ser desrespeitado por qualquer politicozeco que se arma em Dono Disto Tudo. Com este ”título” já cá tínhamos o Ricardo Salgado. Mas esse tinha posses enquanto que o politicozecos, não, penso eu. Se a memória não me falha, e peço desculpa se me esqueci de algum, devemos agradecer estes disparates a José Sócrates, Rui Machete e Cavaco Silva, pelo desrespeito que tiveram para com o POVO PORTUGUÊS. E ainda desfilam por aí com a cara mais limpa a dar entrevistas e a comer à custa do orçamento. Eu, com a educação que me deram, borrava-a de preto.

  6. Governo portugues chocado?? Mas chocado com quê??? O que o homem disse é o que devia ser feito em Portugal, mas não era amanhã… era ontem!! Morte a todos os criminosos, e em especial aos corruptos e ladrões que nos governam.
    Teodoro Obiang Nguema, Parabéns pela coragem das palavras proferidas!! Bem hajas e longa vida a pessoas como tu!!

  7. Excelentes palavras! Concordo plenamente! O ministério de Rui Manchete devia era seguir este exemplo e aplica-lo em Portugal, ao invés de ficar chocado!

  8. Plenamente de acordo. Depois de ser provado o crime (s) este tratamento seria eficaz. Não seria enviado para a prisão, para não terem a opturnidade de aperfeiçoar mais “especialidades” ministradas pelos “especialistas” que já lá estão hospedados à custa dos contribuintes. Assim diminuíam os “hóspedes” das prisões e os encargos dos contribuintes.
    Defender direitos humanos a quem cumpre e respeita os outros, SIM. Onde ficam os Direitos humanos das vítimas? Os bandidos neste País desde o topo da pirâmide até à base têm mais protecções da lei do que as próprias vítimas.

  9. Tão chocados estes senhores do ainda governo português, imagino agora os que estão para vir como hão-de ficar escandalizados com as declarações deste presidente africano tendo já como exemplo as leis que se aprontaram já a votar na AR, portanto o que vejo é tudo muito apostado em discutir paneleiragens enquanto os comerciantes, idosos, senhoras e crianças são mortos e violados na rua ou em casa e ninguém toma medidas a sério para combater este flagelo, pode-se matar neste país uma dúzia ou centena de pessoas que pagará o mesmo que se matar uma apenas o que nos dá a entender que neste país vale muito mais um bandido do que uma centena de gente honesta e pacata, é esta a “democracia” que temos!.

  10. MATAR É CRIME! Nenhuma pessoa decente aceita o roubo de uma vida, nem mesmo para a castigar.
    A sorte de muito português é que a Assembleia da República tem sido preenchida por pessoas mais sábias que o português médio, considerando que ainda se vai mantendo a lei que aboliu a pena de morte em Portugal.

RESPONDER

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …