Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0.

Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada e sem lances de perigo, o embate valeu pela excelente entrada dos portistas em campo, com domínio e futebol de ataque que os açorianos nunca conseguiram verdadeiramente travar.

Zé Luís voltou a marcar, com César Martins a fazer autogolo ainda no primeiro tempo, isto num desafio em que os “azuis-e-brancos” fizeram mais do dobro das faltas dos visitantes. E vão cinco vitórias consecutivas para o Porto.

O jogo explicado em números

  • Grande pressão do FC Porto nos minutos iniciais da partida, com muita bola e remates. Por isso, logo aos 15 minutos chegou à vantagem, através de Zé Luís. Danilo cruzou da direita e o ponta-de-lança foi mais rápido a acorrer à bola, cabeceando para o 1-0. Nesta altura, os “dragões” registavam 66% de posse de bola e cinco remates, três deles enquadrados.
  • O Santa Clara foi incapaz de reagir ao revés, não passando dos 34% de posse de bola à passagem da meia-hora, e na frente de ataque não registava qualquer remate nesta fase. Ao invés, os portistas já somavam quatro disparos enquadrados em sete, para além de quatro cantos contra nenhum dos açorianos e 86% de eficácia de passe (67% dos visitantes).
  • O golo de Zé Luís mantinha o cabo-verdiano na liderança dos ratings, com 6.7, fruto também dos três remates realizados, dois enquadrados, e de um passe para finalização. O melhor do Santa Clara era o seu guarda-redes, Marco, com três defesas, duas a remates na sua grande área.
  • O Porto continuava perigoso e chegou ao 2-0 aos 41 minutos. Jesús Corona cobrou um livre da direita e, na tentativa de cortar o lance, o central César Martins introduziu a bola na sua própria baliza.
  • A primeira parte foi uma espécie de cliché do futebol português. O “grande”, a jogar em casa, mandou, criou perigo, marcou com alguma facilidade e não teve praticamente oposição por parte do Santa Clara, que não só mostrou-se permeável a defender, como ofensivamente pouco mais fez do que um remate, e sem a melhor direcção.
  • O melhor em campo nesta fase era Zé Luís, com um GoalPoint Rating de 6.7, com um golo, três remates, dois deles enquadrados, e um passe para finalização.
  • No arranque do segundo tempo os papéis inverteram-se um pouco em termos ofensivos. À passagem da hora de jogo o Santa Clara registava três remates, um deles enquadrado, desde o intervalo, enquanto o Porto somava apenas uma tentativa para alvejar a baliza contrária, sem a melhor direcção. Contudo, a posse continuava a pertencer aos “azuis-e-brancos”, com 62% nesta fase.
  • Por volta dos 70 minutos o jogo estava morno e sem grandes motivos de interesse. Os portistas continuavam senhores da bola, com 60% de posse no segundo tempo, mas já com cinco remates, dois enquadrados, e uma grande apetência para atacar pelo flanco direito (60% de lances por esse flanco desde o descanso).
  • O jogo tornou-se um pouco quezilento, com o Porto a realizar muitas faltas, mais do dobro do Santa Clara. Os lances de perigo desapareceram do relvado do Dragão, pelo que o resultado não voltaria a sofrer alterações.

José Coelho / Lusa

O melhor em campo GoalPoint

O jogo começou bem para o Porto, que atacou cedo a baliza açoriana e marcou ao quarto-de-hora, por um suspeito que começa a ser do costume.  Zé Luís abriu o activo e foi o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 7.5.

O ponta-de-lança fez sete dos 19 remates dos “dragões”, enquadrou quatro deles, fez dois passes para finalização e ganhou dois de cinco duelos aéreos ofensivos. Saiu aos 78 minutos, mas já tinha cumprido a sua missão.

Jogadores em foco

  • Otávio 6.4 – O brasileiro voltou a estar em grande plano, partindo do flanco direito, o mais usado pelo Porto para encetar lances de ataque (42%). Para além de um cruzamento eficaz em quatro, o médio completou as três tentativas de drible (duas no último terço) e ainda fez três desarmes.
  • Moussa Marega 6.3 – O maliano ficou em branco, mas deixou a sua marca no jogo, com três passes para finalização e uma grande facilidade para ultrapassar adversários, registando quatro dribles eficazes em cinco. E ainda ajudou o colectivo com três desarmes.
  • Marco Pereira 6.3 – Num encontro em que o Porto chegou aos 19 remates e atacou muito mais, não espanta que o melhor dos visitantes tenha sido o seu guarda-redes. Marco realizou seis defesas, três delas a remates na sua grande área.
  • Fábio Cardoso 6.2 – O central dos açorianos teve muito trabalho, terminando o jogo no Dragão com dez acções defensivas, com destaque para três intercepções e outros tantos bloqueios de remate. E nos lances ofensivos subiu para ganhar quatro de seis duelos aéreos.
  • Danilo Pereira 6.2 – Não é hábito ver Danilo num dos flancos ganhar espaço com uma simulação e cruzar para um golo de um colega, mas foi mesmo isso que aconteceu aos 15 minutos, quando assistiu Zé Luís para o 1-0. O jogo retraído do Santa Clara permitiu-lhe rematar três vezes e na retaguarda fez quatro desarmes.
  • Jesús Corona 6.1 – O mexicano parece definitivamente adaptado à posição de lateral-direito, tendo realizado mais um bom jogo. Para além de três passes para finalização, Corona registou um cruzamento eficaz em três, completou uma de duas tentativas de drible e somou três intercepções.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …