Marcelo já é menos popular que Cavaco Silva

Paulo Novais / Lusa

A nota de avaliação dada pelos inquiridos da Aximage tem vindo a baixar e a tendência agravou-se de forma expressiva nos dois últimos meses, descendo abaixo dos níveis registados por Cavaco Silva numa fase idêntica do mandato.

Se janeiro já tinha sido mau para o Presidente, fevereiro foi ainda pior. A avaliação de Marcelo Rebelo de Sousa caiu de 15,9 valores (em 20) para 14,5. Este é o valor mais baixo do seu mandato e é também a maior quebra mensal em quase três anos como Presidente: de 1,4 pontos. Há menos de um ano, até maio de 2018, a sua classificação superava os 18 valores.

Com esta avaliação, segundo o Jornal de Negócios, Marcelo desce para níveis ligeiramente inferiores aos registados pelo seu antecessor, Aníbal Cavaco Silva.

Comparando a avaliação entre os dois presidentes em idêntica fase do seu mandato, conclui-se que os 14,5 atribuídos a Marcelo em fevereiro de 2019 ficam abaixo da classificação recebida por Cavaco Silva em fevereiro de 2009.

Durante mais de três anos, o ex-Presidente da República manteve níveis de aprovação sempre superiores àqueles em que se encontra agora Marcelo. Mais tarde, a popularidade de Cavaco começa a degradar-se, chegando na reta final a atingir patamares raros para um Presidente, abaixo de sete pontos.

Segundo a Aximage, 67,1% dos portugueses consideram que o Presidente tem atuado “bem”, contra 87,3% um ano antes. Nessa altura, apenas 5,5% achavam que atuava mal, percentagem que agora já chega aos 24,2%.

Popularidade de Costa cai, mas a de Rio sobe

Continua a ser o líder partidário mais popular, mas António Costa parece estar em queda. A popularidade do primeiro-ministro atingiu o nível mais baixo de sempre (9,4 valores em 20) e as intenções de voto no PS baixaram para níveis equivalentes aos de há três anos (36,4%, uma queda face aos 37,7 do mês passado apenas comparável com os valores registados em abril de 2016).

Ainda assim, com 36,4% das intenções de voto, o PS continua a ser, de longe, o partido mais votado nas legislativas.

Já o PSD de Rui Rio parece estar a recuperar algum fôlego depois da crise interna de janeiro, registando 24,4% nas intenções de voto — valor ainda muito distante dos 32,3% que teve nas eleições de 2015 (em coligação com o CDS).

Quanto à popularidade, Rui Rio recupera de 6,4 valores (em 20), a mais baixa de entre os líderes partidários, para 7,7 valores, e a confiança dos inquiridos em Rui Rio como eventual primeiro-ministro sobe de 26,9% em janeiro para 31,4% este mês.

O CDS sobe ligeiramente para 9,3% nas intenções de voto, enquanto os partidos de esquerda descem ligeiramente: a CDU passa para 6,3% (teve 8,3% dos votos nas últimas legislativas), e o Bloco passa para 8,9% dos votos, sendo que teve 10,2% em 2015. O partido Aliança, de Santana Lopes, fica aquém das ambições.

Já quanto à popularidade, Catarina Martins tem 8,8 valores (uma ligeira quebra face ao mês anterior), Jerónimo de Sousa desce para 7,6 e Assunção Cristas sobe para 8,2 valores.

ZAP //

PARTILHAR

30 COMENTÁRIOS

  1. Boa notícia! Os portugueses não são tão insensatos quanto os «porcos da política» [de Bordalo Pinheiro…] pensam e por isso fazem as cenas histriónicas para (na sua fantasia) lhes agradar…
    Alguns metem mesmo NOJO!

  2. Aximage? Deve ser para rir, alguém os leva a sério? Ou então estamos perante mais uma tentativa de manipulação de opinião levada a cabo por uma entidade que nunca se ouviu falar, e que conta com o apoio de certo tipo de (des)comunicação social ao promover a sua divulgação. Agora qualquer um faz inquéritos, sondagens, e depois acreditam que são donos da verdade. A popularidade de Marcelo é inquestionável, goste-se ou não, e inclusivé já é um caso de estudo, mas parece que não agrada a todos, e vai daí, sai mais uma sondagem “A La Carte”….

    • A Popularidade de Marcelo era um caso de estudo, como é o decréscimo da sua popularidade, alguém têm duvidas, que depois do seu apoio aos criminosos do bairro da Jamaica, que agrediram a PSP, (onde foi procurar mais uns votos), a sua imagem ficou completamente descredibilizada.
      Mesmo sem acreditar em sondagens, acredito que este senhor, ( eleito Presidente da Republica também com o meu voto) perdeu toda a credibilidade e nunca mais ganha umas eleições em Portugal.

      • As coisas não podem ser vistas sob esse prisma. Não votei Marcelo, mas tiro o meu chapéu à sua forma de ser Presidente sem ser o Presidente. Obviamente que o facto que descreve não foi das suas melhores ações, mas certamente que o objetivo não foi completamente entendido, e não pode ser considerado como uma afronta às forças policiais. De qualquer forma, muito mal iriamos se este episódio isolado bastasse para descredibilizar alguém. O seu histórico e os créditos adquiridos certamente que chegam para saldar este valor negativo, e certamente Marcelo será reeleito sem problemas, e talvez agora com o meu voto.

  3. Pois o povo já está farto de visitas…
    Faltam as ações. Não basta dizer que se vai estar atento. É preciso depois atual e, verdade seja dita, o presidente da república pouco ou nada pode fazer. Assim, tal como o governo, que não faça promessas.

  4. …lol…lol… menos popular o Sr. Silva ??? noticia falsa, como diz o Trump… é impossivel !!! nunca ninguém vai conseguir ser tão impopular como o Sr. Silva…

  5. Boa tarde.
    Sinceramente?! O Português nunca está bem!!! Se um não visitava, não se preocupava, nem aparecia ou pouco se mexia, era isto e aquilo; se outro se preocupa, visita as pessoas e aparece (sim, às vezes demais e sem bom senso), também não serve! Como diz o Sr. Armindo, o Presidente da República, pouco pode fazer… mas pelo menos interessa-se, há proximidade… decerto não poderá agradar a todos.

  6. o sr das selfies e dos afectos….

    mexer onde deve ou forçar, é que está quieto.

    não teve o meu voto nem terá caso se lembre de se recandidatar.

    aliás nenhum dos habituais partidos teve ou terá o meu voto.

    votei num independente anteriormente e assim voltarei a fazer, força Paulo Morais.

    • Paulo Morais para presidente. Mai nada!
      E os partidos que governam em conjunto com os que fingem ser oposição, que vão cavar batatas!
      Qual é a solução? Tirar os que lá estão, e limpar a porcaria.

      • tás a bolsar aquela cena do irrevogável, eu se fosse adepto do teu clube também ainda andava com esse sapão irascível atravessado a provocar azia, compreendo-te mas quem apoia gente inconsequente tem dessas indigestões é a vida que tú escolhestes.

  7. Pois é Tio Marcelito, isto de ser simpático e sensível às causas sociais é louvável.
    Agora dos 99 aos 999 é que é demais enjoa.
    Só relembrando uma passagem do Presidente da República, que achei completamente despropositado, tanto mais sendo um homem com provas dadas em prólogo da democracia Portuguesa: …”A visita a Cuba”
    Professor Marcelo? acha que alguma vez um democrata com valores elevados de democracia, iria visitar um TIRANO, que subjugou um país durante décadas e continua essa mesma tirania. isto já com o sucessor!!!
    Desculpe!, isso é impensável, nos tempos que ocorrem. Só espero que tenha bom senso, porque de inteligente não tenho dúvidas, agora visitar um DITADOR?
    Quanto às suas visitas, selfies, beijinhos, sorrisos, abraços, acho que lhe fica bem, mas também não precisa tanto…
    Das estiradas à governação e dos alertas, julgo que lhe fica muito bem, mas, mas não exagere, porque na casa de cada um, a cada um é quem deve de governar! ! ! …
    Para julgar, promulga a Lei ou inviabiliza se conter inconstitucionalidades.
    Para julgar o que está bem ou mal é o Povo, quem mais ordena.

  8. O nosso povo não sabe respeitar chefes que lhe dêem demasiada confiança e que não se ponham à distância. O Marcelo já há muito tempo que anda a exagerar nesse campo e a gota de água para o seu descrédito actual foi telefonar para o programa da Cristina e ir tirar selfies no Jamaica…

  9. Compreendi que a Xiamage fez uma análise de mercado questionando cada português apanhado a abotoar as calças à saída da casa de banho, tendo concluído certeiramente que o atual PR é ainda mais impopular do que a múmia que outrora habitou o palácio de Belém! Esse é certamente um recorde que dificilmente podia vir a ser batido.
    Como diz a minha madrinha Fausta, se a peça não encaixa no puzzle, então coloca-a no lugar com a ajuda de uma maceta!
    Nesta situação, penso que se chegou a um nível estratosférico na hábil manhosice de adulteração dos factos, quiçá na manipulação absoluta dos números. Com este desempenho, a Xiximagem há-de certamente chegar longe na sua área. Uma digna sucessora para British Analytica, sem qualquer dúvida…

  10. Por ter falta deles no sitio certo , conduz a greves e atrocidades sobre civis , mas tem todos medo dos tais das forças de segurança onde são constantemente pro subirem as escadas da Assembleia promovidos mesmo tocando em bandas de música . Reformam-se aos 55 anos sem saber alguns até falar ou escrever corretamente com altos valor em detrimento de quem trabalha até aos 67 anos de Sol a Sol . Pertencem aos sonhos da extrema Direita de Mussolini e ao Partido Nacional Nazi de Hitler , partem carros e metem por conta própria localizadores GPS para ter orgasmos nos bancos já gastos das suas secretárias . E , não esqueçam os das Forças Armadas que gamam o Estado até no negócio das sopas quanto mais das armas … votem nesses todos que fazem listas conforme a etnia e risco … quando eles todos ou quase todos que lá trabalham pertencem à maior organização terrorista após a extinção da PIDE/DGS contra civis .

  11. Ora… menos popular que o Aníbal… é fácil de explicar: a última sondagem que usaram foi a da ultima eleição do Anibal!!! Ao tempo que isso vai! Essa empresa decerto ainda nem existia… foram pedir os dados a outra qualquer empresa!!!! às tantas pediram à Cambridge Analytica!!!!

    • Oh João, esta gente mete nojo. São tão “vendidos” aos prazeres mundanos, aos popós topos de gama, às aparências para “eles próprios”, aos tempos emergentes de uma direita sem vergonha e das vergonhas que apoiaram no passado, gente com atraso contínuo sobre a História do mundo, vivendo do conservadorismo bacoco, que hoje em dia raia laivos de novos colonialismos, racismos, esclavagismos…. que dá vómitos lê-los e aos correligionários que por aqui escrevem, “sonhando” com os velhos tempos do salazarismo, a cheirarem a mofo, o mesmo das festas dos croquetes para alguns e aos alienados zoombies dos miseráveis que querem ser vistos novos ricos. Numa palavra: MISEEEEEEEEEÉRIA ! PS: Cavaco Silva, numa palavra…. ? MONSTRENGO !

RESPONDER

"Nem fria, nem quente." China não quer nenhuma guerra

O Presidente chinês, Xi Jinping, assegurou que o país não quer nenhuma guerra e acredita que "a Humanidade vencerá a batalha" da covid-19. Xi Jinping assegurou, esta terça-feira, que a China não quer nenhuma guerra “nem …

Pegadas com 120 mil anos mostram como é que os humanos saíram de África

Uma equipa de investigadores encontrou centenas de pegadas na Arábia Saudita que podem retratar como é que os antigos humanos saíram de África para a Eurásia. Há cerca de 120 mil anos, naquilo que hoje é …

Nélson Semedo oficializado no Wolves de Nuno Espírito Santo

O Wolverhampton oficializou esta quarta-feira nas redes sociais a contratação do português Nélson Semedo, que terminou o vínculo com o Barcelona. Depois de três épocas ao serviço da equipa catalã, o jogador de 26 anos …

Líder da JSD propõe aliança entre PSD, CDS e IL nas autárquicas de 2021

O líder da JSD, Alexandre Poço, apelou aos presidentes do PSD, CDS-PP e Iniciativa Liberal para um acordo de centro-direita nas eleições autárquicas de 2021, sublinhando que o debate político está cada vez mais …

Jota não entra nas contas de Jesus. Florentino cada vez mais perto do Mónaco

Diogo Jota e Florentino Luís devem deixar a Luz nesta temporada por empréstimo, segundo escreve a imprensa desportiva esta quarta-feira. Jota deverá em breve deixar o Benfica e rumar a Inglaterra por empréstimo, avança o …

Se o próximo Orçamento for "mais do mesmo", PCP vota contra

Se o próximo Orçamento do Estado for mais do mesmo, Jerónimo de Sousa garante que o PCP vai votar contra. Esta manhã, em entrevista à Antena 1, Jerónimo de Sousa admitiu que o PCP poderá votar …

Cientistas desenvolvem adesivo para verificar (sem dor) níveis de glicose

Cientistas desenvolveram um sensor que dizem poder penetrar a pele, sem dor associada, para conduzir testes de diagnóstico para condições de saúde como pré-diabetes. De acordo com o site Science Alert, a equipa de cientistas investigou …

Governo está "preparado" para estender moratórias (e não só)

Esta terça-feira, em entrevista à TVI, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital disse que o Governo está "preparado para estender as moratórias bancárias" e lançar novas linhas de crédito. Pedro Siza Vieira, …

Açores vão dar incentivo financeiro a quem fizer teste da covid-19 antes de visitar região

O presidente do Governo dos Açores anunciou esta terça-feira que será criado um “incentivo financeiro” para compra de bens ou serviços na região a quem pretender deslocar-se ao arquipélago e fizer o teste de covid-19 …

Venezuela apela à denúncia de pessoas com sotaque estrangeiro no país

O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), o partido do Governo do Presidente, Nicolás Maduro, apelou na terça-feira aos venezuelanos que informem sobre a presença no país de pessoas com sotaque estrangeiro. O pedido foi feito …