Polónia vai vetar eventuais sanções europeias contra a Hungria

Ministry of Foreign Affairs of the Republic of Poland / Flickr

Jacek Czaputowicz, ministro dos Negócios Estrangeiros da Polónia

A Polónia vai vetar eventuais sanções europeias contra a Hungria, afirmou nesta quinta-feira o chefe da diplomacia polaca, depois de o Parlamento Europeu ter recomendado um procedimento disciplinar a Budapeste por violação grave dos valores europeus.

“Caso seja discutido no Conselho, estaremos contra. Vamos vetar a decisão em caso de sanções”, disse Jacek Czaputowicz durante uma visita à capital lituana, Vilnius.

“A UE está a tentar exercer pressão sobre os países da nossa região e nós devemos demonstrar solidariedade nesta questão“, disse Czaputowicz, que falava numa conferência de imprensa conjunta com o homólogo lituano, Linas Linkevicius.

O ministro lituano afirmou por seu lado que o seu país é “a favor do diálogo e contra ultimatos”, mas evitou dizer como votará a Lituânia nesta questão.

A votação de quarta-feira no Parlamento Europeu (PE) marca o início de um longo procedimento, que, em teoria, pode terminar com a aplicação de sanções à Hungria, entre as quais a suspensão do direito de voto no Conselho Europeu, que reúne líderes dos 28 países. No entanto, o procedimento, lançado ao abrigo do artigo 7.º do Tratado de Lisboa, tem de ser aprovado por unanimidade, numa votação em que o Estado-membro visado não participa.

A Hungria anunciou, entretanto, que está a preparar um recurso a apresentar à justiça europeia para anular a votação de quarta-feira no PE. O Governo “anunciará na segunda-feira que ação legal concreta” vai lançar, disse à imprensa Gergely Gulyas, ministro da presidência, acrescentando que um recurso ao Tribunal de Justiça da União Europeia é a opção “mais provável”.

Budapeste contesta a validade da resolução aprovada na quarta-feira alegando que a maioria de dois terços não foi atingida se forem contados os eurodeputados presentes no hemiciclo no momento da votação.

A resolução foi aprovada com 448 votos a favor e 197 contra (além de 48 abstenções), o que corresponde a uma maioria de dois terços dos sufrágios expressos, mas não a dois terços dos eurodeputados presentes.

Antes da votação, a questão do modo de cálculo do limiar de dois terços foi colocada aos serviços jurídicos do PE, que confirmaram a tradição aplicada no hemiciclo de não considerar a abstenção como um sufrágio expresso.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …

Teoria ensinada na escola pode estar errada. Há um "núcleo mais interno" no centro da Terra

Uma equipa de investigadores da Universidade Nacional da Austrália confirmou, rastreando milhares de modelos numéricos, a existência do "núcleo mais interno" nas profundezas da Terra.  Na escola, os estudantes costumam aprender que o planeta Terra é …

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …