Parlamento cria “polícia” dos rendimentos dos políticos

Mário Cruz / Lusa

O Bloco de Esquerda sugeriu e o Parlamento acolheu a criação de um organismo que funcionará como uma polícia dos rendimentos e interesses de políticos e detentores de altos cargos públicos.

A ideia partiu do Bloco de Esquerda: a iniciativa da criação da polícia de rendimentos e interesses de políticos e detentores de altos cargos públicos decorre no âmbito da comissão eventual para o reforço da transparência no exercício de funções públicas (CERTEFP).

De acordo com o Diário de Notícias, há maioria, pelo menos à esquerda, para assegurar a viabilidade da proposta do partido de Catarina Martins.

O organismo vai receber o nome de Entidade da Transparência e vai receber e processar as declarações de rendimentos e interesses de todos os políticos, desde o Presidente da República, ao presidente da junta de Mosteiro, nos Açores, a mais pequena junta de freguesia de Portugal, com apenas 30 eleitores.

Além disso, a Entidade da Transparência fica ainda encarregue de fiscalizar a veracidade das declarações entregues e, em caso de serem detetadas irregularidades, designadamente que levem à perda de mandatos, compete àquela Entidade acionar o organismo responsável pela sanção, por exemplo, o Parlamento, caso o sancionado seja um deputado.

Encontra-se também em preparação uma medida que visa reduzir a apenas uma declaração as obrigações de transparência nos rendimentos e nos interesses.

Atualmente, deputados e membros do Governo têm de preencher duas declarações: uma dos seus rendimentos, que é entregue no Tribunal Constitucional, e outra com o registo de interesses, a ser entregue no Parlamento. Todos os outros abrangidos pela lei só têm de preencher a declaração de rendimentos.

Esta segunda medida pretende, por isso, acabar com a disparidade e por todos os visados a preencher uma única declaração. À Entidade da Transparência caberá gerir também como publicitará as declarações e que dados poderão ser públicos.

A nova Entidade da Transparência deverá ser criada na órbita do Tribunal Constitucional e os seus três dirigentes serão nomeados pelos juízes deste Tribunal.

O Bloco pretende com esta proposta criar uma “maior eficácia e resposta ao controlo de incompatibilidades e riqueza dos titulares de cargos políticos e altos cargos públicos, até face à sua integral dedicação a esta matéria, ao contrário do que acontecia até aqui com as entidades competentes para o efeito, que possuem uma vasta gama de competências para além destas matérias”.

Além disso, os bloquistas relembram que “o regime legal do exercício de funções, das declarações de interesses e do controlo de riqueza de titulares de cargos políticos encontra-se disperso em dois diplomas com mais de 20 anos de vigência, pese embora terem sofrido diversas alterações, e implica uma multiplicidade de declarações e entidades de fiscalização e funcionamento”.

De acordo com o Eco, também estão previstas mudanças para os procuradores do Ministério Público e para os magistrados judiciais. Aquele jornal escreve que estas duas classes deverão também passar a preencher as declarações de rendimentos e de interesses.

No entanto, ao contrário dos documentos dos parlamentares e membros do Executivo, as declarações de procuradores e magistrados não serão entregues na Entidade da Transparência, mas sim nos respetivos conselhos superiores.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. para que servem as finanças?
    se as finanças podem fiscalizar e punir os contribuinte, porque nao fazem o mesmo com os politicos?
    isto parece ser mais uns tachos para os amigos
    é como a autoridade da concorrencia. para que queremos um organismo desses se nao ha concorrencia (principalmente nas gasolineiras)?

      • Ele não disse foi nada e vocemecê ainda menos. Ora se já se sabe que as finanças até têm apagões quando o dinheiro vai para as offshores, quem são as finanças para fiscalizar os redimentos dos Donos Disto Tudo (DDT) e dos políticos corruptos que os apoiam?

        O mínimo que se pode exigir é uma entidade fiscalizadora mais independente da máfia de colarinho branco. Vamos lá ver é se mais uma vez, os suspeitos do costume (arco da corrupção + DDT) não metem lá os deles nos lugares de decisão da nova “polícia”. É que normalmente isto é tudo uma brutal mise en scéne, só para baixar a percepção da corrupção e não a corrupção em si mesma.

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …