Polícia guineense detém suspeito de recrutar 74 presumíveis sírios

Kode12 / wikimedia

-

A Polícia Judiciária da Guiné-Bissau deteve um homem de 51 anos suspeito de recrutar os 74 passageiros com passaportes falsos que viajaram na terça-feira num voo da TAP até Lisboa, disse hoje fonte daquela polícia à agência Lusa.

O homem, residente em Bissau e designado como um “empresário de comércio geral”, foi detido na última noite e é apontado como o responsável que acompanhou os cidadãos estrangeiros, presumivelmente sírios, num voo de Marrocos até à capital guineense, referiu a mesma fonte.

Terá sido este suspeito a fazer todas as diligências no aeroporto para que o grupo entrasse na Guiné-Bissau e terá sido também ele quem os acompanhou durante a passagem pelo país, sublinhou.

O homem suspeito de ter estado no recrutamento a partir do exterior já tem um histórico de viagens até Marrocos, está agora detido nas instalações da PJ guineense e continuará a ser interrogado na segunda-feira, acrescentou.

Segundo a mesma fonte, a PJ está a tentar averiguar todos os detalhes, dado que “é natural o envolvimento de várias personalidades” e de “autoridades” no incidente com o voo da TAP de terça-feira, que levou à suspensão das ligações entre Portugal e a Guiné-Bissau.

Catherine Ashton, Alta Representante da União Europeia (UE), especificou na sexta-feira que foi “um membro superior das autoridades de transição da Guiné-Bissau acompanhado por militares” que obrigou a tripulação da TAP a transportar os 74 presumíveis cidadãos sírios com passaportes falsos.

A edição de hoje jornal “Público” refere que a ordem terá partido do ministro do Interior do executivo de transição, António Suka N’Tchama.

Contactado pela agência Lusa, o governante recusou-se a prestar declarações, tal como já havia feito na sexta-feira.

Da mesma forma, nem o primeiro-ministro, Rui de Barros, nem o porta-voz do governo de transição, Fernando Vaz, comentaram os novos detalhes, remetendo para as conclusões da comissão de inquérito ao caso – que devem ser apresentadas até quarta-feira, o mais tardar.

O incidente levou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Delfim da Silva, a apresentar o pedido de demissão na sexta-feira, responsabilizando “gente ligada à imigração e segurança” do Estado, que “tinham a obrigação de proteger o país e não protegeram”.

A carta de demissão foi entregue ao presidente de transição, Serifo Nhamadjo, que ainda não se pronunciou sobre o assunto – apesar de já se ter reunido com Delfim da Silva e com Suka N’Tchama na manhã de quinta-feira.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Anthony Fauci prevê "explosão" de casos nos EUA após Dia de Ação de Graças

O epidemiologista norte-americano Anthony Fauci alertou este domingo para um forte aumento do número de contaminações por covid-19, após o feriado de Ação de Graças, marcado pelo movimento de milhões de pessoas em todo o …

Irão diz que cientista nuclear foi assassinado remotamente por Israel

O Irão despediu-se hoje, com um funeral digno dos maiores "mártires" do país, do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que segundo um responsável iraniano foi assassinado remotamente por Israel com recurso a "aparelhos eletrónicos". Mohsen Fakhrizadeh, que segundo …

Trump insiste em rejeitar vitória de Biden. Bolsonaro diz que tem "informações" sobre "fraude"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse este domingo que não desiste da rejeição da vitória do Presidente eleito Joe Biden, um democrata, insistindo nas acusações de suposta “fraude” eleitoral, apesar de os tribunais terem desvalorizado …

Lei da eutanásia pode ficar pronta em dezembro e seguir para Marcelo antes das presidenciais

A lei da eutanásia deverá estar concluída, na especialidade, em dezembro, podendo ser aprovada este ano e enviada para decisão do Presidente antes das eleições presidenciais de janeiro, disseram à Lusa fontes parlamentares. À Lusa, a …

90% dos docentes têm medo de serem infetados. Diretores das escolas ponderam abandonar o cargo

Nove em cada dez professores estão preocupados ou têm medo de estar nas escolas por considerarem que estão a ser ignoradas regras que garantem higienização e distanciamento correto em tempo de pandemia, revela um inquérito …

Rui Pinto fala em "tortura psicológica na prisão" (e critica António Costa)

O alegado pirata informático Rui Pinto criticou este domingo o primeiro-ministro António Costa no Twitter, acusando-o de desvalorizar “as questões de Estado de direito” . Numa mensagem publicada no Twitter, Rui Pinto acusou António Costa de …

Polónia avisa que mecanismo de condicionalidade pode ser usado contra Portugal

O Governo polaco avisou esta segunda-feira que o mecanismo de condicionalidade do pacote financeiro europeu, que vincula a distribuição de fundos ao Estado de Direito, poderia também ser usado no futuro contra Portugal, Espanha ou …

Apesar do apelo das autoridades, centenas de pessoas saíram à rua para fazer a festa em Guimarães

Foram muitos os nicolinos que se juntaram, na manhã deste domingo, no Centro Histórico de Guimarães. O típico cortejo do Pinheiro deveria ter-se realizado ontem à noite mas devido às restrições aplicadas no âmbito do …

"Ainda tem muito a oferecer". Poiares Maduro vê Passos a suceder a Ursula von der Leyen na Comissão Europeia

Miguel Poiares Maduro, ex-ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, disse, em entrevista à TSF, que Pedro Passos Coelho "tem qualidades políticas que lhe permitem aspirar a qualquer cargo político em Portugal". Em entrevista à TSF, o …

"Ou o Governo nos recebe ou levam-nos de ambulância ou caixão". Ljubomir e mais 8 em greve de fome

Nove elementos do movimento "A pão e a água" estão em greve de fome desde a passada sexta-feira, 27 de Novembro. São empresários da restauração e da animação nocturna, entre os quais se encontra o …