Polícia egípcia usa redes sociais para prender e violar pessoas LGBTQ

No Egito, a polícia e a agência nacional de segurança estão alegadamente a tomar partido das redes sociais para prender pessoas LGBTQ, fazer falsas acusações e detê-las indefinidamente enquanto estas são sujeitas a abusos físicos, violações e negligência médica.

De acordo com a Newsweek, um novo relatório da organização não governamental internacional Human Rights Watch (HRW) inclui depoimentos de 15 pessoas presas entre 2017 e 2020 por acusações vagas, incluindo “libertinagem” e “prostituição”.

Em alguns casos, a polícia usa o Facebook, o WhatsApp e a rede social gay Grindr para marcar encontros com pessoas que suspeitam pertencer à comunidade LGBTQ. É neste encontros que as pessoas são detidas alegadamente sem fundamento. Várias pessoas detidas disseram que a polícia colocou imagens pornográficas nos seus telemóveis na tentativa de fazê-los parecer culpados de obscenidade.

As pessoas que prestaram depoimentos à HRW disseram ter sido mantidas em condições sanitárias deficientes e que, durante este tempo, eram insultadas e agredidas por agentes. Oito dos 15 detidos disseram ter sido submetidos a violência sexual e que lhes foram negados cuidados médicos.

Um deles confessa que a polícia algemou as suas mãos aos pés e deixou-o sozinho numa cela durante três dias, durante os quais defecou repetidamente nas suas próprias roupas. Salim, pseudónimo do jovem de 25 anos, argumenta que a polícia não lhe informou quais eram as acusações pelas quais estava detido.

A homossexualidade continua a ser um problema muito grave na sociedade egípcia. Muitos dos presos foram rejeitados pelas próprias famílias após a detenção, relata a Newsweek. Para piorar a situação, as oportunidades de emprego são escassas, impedindo que este membros da comunidade LGBTQ ganhem dinheiro suficiente para poderem abandonar o país.

Se as acusações do relatório da HRW forem verdadeiras, o Egito estaria a incorrer contra a sua própria Constituição. Adicionalmente, estas ações também violariam vários tratados internacionais de direitos humanos dos quais o Egito é um dos signatários.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Os ativistas ocidentais estão demasiado distraídos para se preocuparem com a perseguição dos LGBT nos países muçulmanos.
    Aliás, a esquerda radical revela uma complacência quase infinita para com o Islão — doutrina que, paradoxalmente, está nos antípodas daquilo que a esquerda radical tradicionalmente defendeu

RESPONDER

Autoeuropa retoma hoje produção após paragem face à crise dos semicondutores

Falta de semicondutores tem sido uma constante, apesar da melhora da situação pandémica, face ao atraso dos países asiáticos no que concerne à vacinação, o que obriga à paragem das fábricas responsáveis pelo fabrico das …

Os smartphones avariam mal acaba a garantia? Portugal e a UE estão a lutar contra a obsolescência programada

As empresas criam os telemóveis para avariarem pouco depois de acabar a garantia - mas a União Europeia e várias associações estão a lutar contra o desperdício e a tentar proteger os direitos do consumidor. É …

Lava do vulcão de La Palma está a escorrer em direção ao mar aumentando o risco de gases tóxicos

O vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma, nas Canárias, que entrou em erupção no domingo, tem uma nova boca eruptiva, o que obrigou a evacuar mais habitações, informaram as autoridades. De acordo como Plano …

Adesão ao IVAucher quase duplicou no último mês - mas restauração quer mais medidas

No último mês, quase duplicou o número de contribuintes que se inscreveu no programa que permitirá rebater os descontos acumulados no âmbito da iniciativa IVAucher. De acordo com o Jornal de Notícias, a 23 de agosto, …

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos culpa Rússia pelo assassinato de Alexander Litvinenko

Decisão remonta ao incidente de novembro de 2006, que ocorreu num hotel londrino, seis anos após o dissidente político se ter mudado para o Reino Unido, precisamente para fugir às ameaças do regime de Vladimir …

"Tratam-nos assim por causa da cor da nossa pele". Polícias nos EUA filmados a chicotear migrantes

Fotos e vídeos mostram polícias na fronteira a carregar contra migrantes e a usar objectos semelhantes a chicotes. A Casa Branca já condenou a situação e promete que vai investigar o sucedido. Pareciam imagens do tempo …

Benfica: a principal ameaça na Liga dos Campeões será Darwin

Pelo menos é a visão catalã. Benfica é o próximo adversário do Barcelona. Mais um jogo, mais uma vitória. O Benfica só sabe ganhar no campeonato português, para já, e na noite passada venceu em casa …

Estado vai financiar formação de funcionários públicos em universidades e politécnicos

Verbas destinadas ao projeto provêm do Orçamento do Estado e do Plano de Recuperação e Resiliência — cerca de 600 milhões. O Estado vai financiar, inteira ou parcialmente, as formações profissionais dos profissionais públicos, através do …

Sevilha rescinde com jogador por má forma física

O Sevilha anunciou a rescisão de contrato com o defesa-central Joris Gnagnon por falta de profissionalismo relativamente à sua forma física. De acordo com o jornal A Bola, o Sevilha rescindiu contrato com o defesa-central francês …

"O nosso Governo está pronto". Trudeau volta a ganhar as eleições - mas sem maioria absoluta

O líder do Partido Liberal do Canadá (LP) Justin Trudeau disse hoje, depois de ganhar as eleições gerais do país, que os eleitores canadianos escolheram "um plano progressivo" e que está pronto para formar um …