Polícia alemã prende “avó nazi” que estava foragida

ursula-haverbeck.info

Ursula Haverbeck

A polícia alemã localizou e prendeu esta segunda-feira Ursula Haverbeck, figura do negacionismo alemão, de 88 anos de idade, conhecida como a “avó nazi”.

Segundo a agência AFP, a famosa “avó nazi”, Ursula Haverbeck, foi detida esta segunda-feira depois depois de não se ter apresentado para cumprir a pena de prisão de 2 anos a que tinha sido sentenciada.

A condenada não compareceu, no fim do prazo legal para iniciar a sua pena de prisão, pelo que o gabinete do procurador de Verden emitiu um mandado de prisão, no dia 4 de maio”, tinha a Procuradoria adiantado em comunicado antes do anúncio da prisão.

Segundo a agência de notícias DPA, a idosa foi localizada esta segunda-feira na sua residência em Vlotho, tendo sido detida e levada imediatamente para a prisão. Haverbeck, condenada oito vezes por declarações negacionistas, deverá cumprir uma pena total de dois anos de prisão. Deveria ter-se apresentado para ser presa no dia 23 de abril.

A última sentença Haverbeck, de seis meses de prisão, foi pronunciada em outubro passado, após ter sido punida por ter declarado em janeiro de 2016 que “o genocídio de judeus pelos nazis não existiu” e que “nunca houve câmaras de gás em Auschwitz“.

Ursula Haverbeck, que não passou até agora um único dia detida, foi também condenada em 2015 por ter dito que “o Holocausto foi a maior mentira da história“. No seu site oficial, apresenta-se como “representante do revisionismo histórico” e orgulha-se de ser uma “intrépida combatente pela verdade”.

A “avó nazi” foi casada com Werner Georg Haverbeck, militante de extrema-direita que morreu em 1999, com o qual terá fundado um estabelecimento de ensino conhecido como um “covil de negacionistas”, que foi banido em 2008.

Cerca de 1,1 milhões de pessoas, entre os quais um milhão de judeus, morreram entre 1940 e 1945 no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau. No total, seis milhões de judeus foram exterminados pelos nazis durante a II Guerra Mundial.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Venho apresentar um comentário, uma questão de pormenor. Já não é a primeira vez que leio aqui no ZAP a palavra “nazista”. Nas primeiras vezes julguei tratar-se de alguém brasileiro que redigia as notícias ou elas eram compradas a algum órgão noticioso brasileiro e expostas aqui tal qual foram redigidas. Mesmo assim, seja essa a realidade ou outra, alerto para a inexistência desse termo em Português europeu. A palavra correcta é Nazi, a exemplo: actividades nazis, exterminados pelos nazis, política nazi, ideologias nazis, etc. Fica o reparo para futuras edições e referências, já basta o atropelo feito pela maioria das disposições do Acordo ortográfico, onde esta palavra por acaso se mantém como sempre foi.

Responder a ZAP Cancelar resposta

Japão declara guerra aos fax (e quer acabar com o tradicional carimbo Hanko)

Depois de ser escolhido como ministro da reforma administrativa, o primeiro-ministro Taro Kono não perdeu muito tempo a travar uma guerra contra os emblemas da burocracia japonesa. De acordo com o Japan Times, na sexta-feira passada, …

2020 regista descida de acidentes rodoviários, mortos e feridos durante os primeiros 8 meses

O número de acidentes rodoviários, de vítimas mortais e de feridos diminuiu nos primeiros oito meses deste ano, em relação ao período homólogo de 2019, indica um relatório da Segurança Rodoviária. A Autoridade Nacional de Segurança …

Suspeito do ataque junto ao Charlie Hebdo acusado de tentativa de homicídio

O suspeito de ferir gravemente duas pessoas, na passada sexta-feira, à porta da antiga redação do semanário Charlie Hebdo, em Paris, foi acusado de "tentativa de homicídio relacionada com motivação terrorista", segundo a AFP. A informação …

SNS24 encaminhada crianças para a urgência "sem critério clínico", diz Ordem dos Médicos do Centro

A Ordem dos Médicos do Centro lamentou hoje que a linha SNS 24 esteja a encaminhar crianças "sem critério clínico" para as urgências hospitalares e pediu a definição urgente de "um plano seguro e com …

13 de outubro em Fátima com lotação reduzida a 6.000 fiéis

O Santuário de Fátima estima a presença de seis mil pessoas no recinto durante a peregrinação de 12 e 13 de outubro, estando prevista a colocação de círculos no chão, que reforçará a distância entre …

Jovem de 22 anos detido por suspeitas de burla de milhares de euros no MB Way

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um indivíduo, de 22 anos, suspeito de diversos crimes de burla informática, falsidade informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais, estando em causa um montante de dezenas de milhares de …

Nagorno-Karabakh. Alta Comissária da ONU insta a um "cessar-fogo imediato"

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos manifestou, esta terça-feira, a sua preocupação face ao aumento das hostilidades entre o Azerbaijão e os separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabakh, instando as partes a …

Rio duvida que país consiga investir verba prevista para setor público

O presidente do PSD, Rui Rio, manifestou esta quarta-feira dúvidas de que o país consiga investir toda a verba prevista pelo Governo no plano de recuperação para a administração pública, prometendo que o documento social-democrata …

MP acusa três inspetores do SEF de homicídio de imigrante ucraniano

O Ministério Público acusou esta quarta-feira três inspetores do SEF do homicídio qualificado de um cidadão ucraniano, ocorrido a 12 de março no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa. Segundo uma nota da Procuradoria …

UE prepara lei que obriga gigantes tecnológicas a partilhar dados

A União Europeia (UE) está a preparar-se para forçar as gigantes tecnológicas a partilharem os dados que têm dos consumidores com empresas rivais menores, de acordo com uma nova lei que a Comissão Europeia está …