Polícia alemã prende “avó nazi” que estava foragida

ursula-haverbeck.info

Ursula Haverbeck

A polícia alemã localizou e prendeu esta segunda-feira Ursula Haverbeck, figura do negacionismo alemão, de 88 anos de idade, conhecida como a “avó nazi”.

Segundo a agência AFP, a famosa “avó nazi”, Ursula Haverbeck, foi detida esta segunda-feira depois depois de não se ter apresentado para cumprir a pena de prisão de 2 anos a que tinha sido sentenciada.

A condenada não compareceu, no fim do prazo legal para iniciar a sua pena de prisão, pelo que o gabinete do procurador de Verden emitiu um mandado de prisão, no dia 4 de maio”, tinha a Procuradoria adiantado em comunicado antes do anúncio da prisão.

Segundo a agência de notícias DPA, a idosa foi localizada esta segunda-feira na sua residência em Vlotho, tendo sido detida e levada imediatamente para a prisão. Haverbeck, condenada oito vezes por declarações negacionistas, deverá cumprir uma pena total de dois anos de prisão. Deveria ter-se apresentado para ser presa no dia 23 de abril.

A última sentença Haverbeck, de seis meses de prisão, foi pronunciada em outubro passado, após ter sido punida por ter declarado em janeiro de 2016 que “o genocídio de judeus pelos nazis não existiu” e que “nunca houve câmaras de gás em Auschwitz“.

Ursula Haverbeck, que não passou até agora um único dia detida, foi também condenada em 2015 por ter dito que “o Holocausto foi a maior mentira da história“. No seu site oficial, apresenta-se como “representante do revisionismo histórico” e orgulha-se de ser uma “intrépida combatente pela verdade”.

A “avó nazi” foi casada com Werner Georg Haverbeck, militante de extrema-direita que morreu em 1999, com o qual terá fundado um estabelecimento de ensino conhecido como um “covil de negacionistas”, que foi banido em 2008.

Cerca de 1,1 milhões de pessoas, entre os quais um milhão de judeus, morreram entre 1940 e 1945 no campo de concentração de Auschwitz-Birkenau. No total, seis milhões de judeus foram exterminados pelos nazis durante a II Guerra Mundial.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Venho apresentar um comentário, uma questão de pormenor. Já não é a primeira vez que leio aqui no ZAP a palavra “nazista”. Nas primeiras vezes julguei tratar-se de alguém brasileiro que redigia as notícias ou elas eram compradas a algum órgão noticioso brasileiro e expostas aqui tal qual foram redigidas. Mesmo assim, seja essa a realidade ou outra, alerto para a inexistência desse termo em Português europeu. A palavra correcta é Nazi, a exemplo: actividades nazis, exterminados pelos nazis, política nazi, ideologias nazis, etc. Fica o reparo para futuras edições e referências, já basta o atropelo feito pela maioria das disposições do Acordo ortográfico, onde esta palavra por acaso se mantém como sempre foi.

RESPONDER

Governo estuda hipótese de aeroporto na base aérea de Monte Real

O Governo está a estudar a hipótese de criar um aeroporto civil na Base Aérea 5 de Monte Real, em Leiria, confirmou o ministério das Infraestruturas. Em declarações a vários jornais, entre os quais o Público, …

Coronavírus chegou à Europa. Dois casos confirmados em França

O novo coronavírus chegou à Europa. A ministra da Saúde francesa anunciou, esta sexta-feira, que há dois casos confirmados no país. "Há dois casos confirmados", vincou a ministra da Saúde francesa, Agnes Buzyn, em conferência de …

Ucrânia perdeu 11 milhões de habitantes desde 2001

A Ucrânia perdeu mais de 11 milhões de habitantes desde o último censo de 2001 devido à imigração, à anexação da Crimeia e à guerra no leste do país. De acordo com os novos dados oficiais, …

CGD sobe comissões a partir deste sábado (incluindo MB Way)

As transferências por MB Way, as contas-pacote e os serviços mínimos bancários na Caixa Geral de Depósitos vão sofrer um agravamento a partir deste sábado. Tal como tinha sido anunciado em outubro do ano passado, a …

Isabel dos Santos não vai ser detida se for a Angola, garante PGR

O procurador-geral da República de Angola afirmou, esta sexta-feira, que a justiça quer esgotar todos os procedimentos para notificar a empresária angolana antes de pedir um mandado internacional de captura. "Primeiro vamos esgotar a possibilidade de …

Assange deixa ala médica da prisão e passa para área com outros reclusos

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi transferido da ala médica da prisão de Belmarsh, no sudeste de Londres, onde estava isolado, para uma área da prisão com outros presos, anunciou hoje um membro do …

"Saudações da Tailândia." Depois de fugir da prisão, Sekkaki enviou um postal aos diretores

Depois de fugir da prisão, Oualid Sekkaki provocou os responsáveis do estabelecimento prisional e enviou-lhes um postal. Em dezembro do ano passado, Oualid Sekkaki e outros quatro indivíduos fugiram do estabelecimento prisional de Turnhout, na Bélgica. …

Irlanda. Tribunal decide extraditar motorista acusado da morte de 39 migrantes vietnamitas

O tribunal de Dublin sentenciou, esta sexta-feira, que o motorista acusado da morte de 39 imigrantes vietnamitas - encontrados em outubro num contentor refrigerado, perto de Londres - pode ser extraditado para o Reino Unido, …

Atriz norte-americana confronta em tribunal Weinstein com acusação de violação

A atriz americana Annabella Sciorra, conhecida por ter participado na série "Os Sopranos", confrontou na quinta-feira o produtor Harvey Weinstein em tribunal, acusando-o de a ter violado, em meados dos anos 1990. Segundo avançou o Expresso, …

Mulher agride médica na Urgência do Hospital de Águeda

Uma médica foi agredida, esta quinta-feira, na Urgência do Hospital de Águeda, por uma mulher que acompanhava o filho a uma consulta. De acordo com o Jornal de Notícias, a médica, de 33 anos, que estava …