PJ faz 16 buscas domiciliárias por ataque informático ao Estado

A Polícia Judiciária e o Ministério Público estão a efetuar buscas relacionadas com o cibercrime em várias zonas do país, adiantou à agência Lusa uma fonte policial.

De acordo com uma fonte da PJ, as buscas tiveram início às 7h30 em várias zonas do país, incluindo Lisboa e zona norte, no âmbito de uma investigação relacionada com ataques aos sistemas informáticos do Estado.

Fonte ligada ao processo confirmou à RTP que há 16 pessoas, entre os 15 e os 30 anos, que foram constituídas arguidas no âmbito da Operação C4R3T05 II, a segunda fase da Operação Caretos.

Uma nota da Procuradoria Geral da República revela que estão em curso 16 buscas domiciliárias, “em vários locais do país, designadamente na Grande Lisboa”. As buscas ocorrem no âmbito da investigação a “diversos ataques informáticos – incluindo os mais recentes, ocorridos a 25 de Abril de 2016”.

A PGR avança que em causa estão crimes de acesso ilegítimo (hacking e exfiltração de dados), de dano informático (defacing), de sabotagem informática (“DDoS”) e ainda de associação criminosa, relata o Expresso.

Há três meses, um comunicado da PJ adiantava que há, ao todo, 14 hactivistas na região de Lisboa e na região do Porto que foram constituídos arguidos. Uma outra nota, divulgada na mesma altura pela PGR, esclarece que os crimes tiveram como alvos servidores de sites do próprio Ministério Público, da Polícia Judiciária, do Conselho Superior da Magistratura, da EDP e da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista.

Em fevereiro de 2015, na Operação Caretos, a PJ deteve oito pessoas, entre os 17 e os 40 anos, por pirataria informática, incluindo Rui Cruz, fundador do site TugaLeaks.

Os detidos eram suspeitos da prática dos crimes de sabotagem informática, dano informático, acesso ilegítimo e acesso indevido a diversos sistemas informáticos do Estado e também de empresas do setor privado.

As detenções ocorreram após a Diretoria de Lisboa da PJ, em articulação com o Gabinete do Cibercrime da Procuradoria-Geral da República (PGR), desenvolver em vários pontos do território nacional uma vasta operação de combate à criminalidade informática e tecnológica, designadamente à atividade ilícita conhecida como “hacktivismo”.

Os detidos residiam nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto e pertenciam ao Anonymous Portugal e a outros grupos associados.

Segundo a PJ, a investigação iniciou-se em abril de 2014.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …

O cofre da rica mãe, heranças às dúzias e a vida "sem luxos". O que Sócrates disse a Ivo Rosa

Foram cerca de 20 horas de interrogatório no âmbito da Operação Marquês, em que José Sócrates manteve, perante o juiz Ivo Rosa, a versão de que as avultadas quantias de dinheiro que gastou nos últimos …

Associados podem ser chamados a resolver "buraco" do Montepio

Os cerca de 630 mil associados e pensionistas da Associação Mutualista Montepio Geral correm o risco de virem a ser chamados para resolver as perdas da instituição financeira, escreve o jornal Público. De acordo com o …

Bolívia divulga vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos

Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia, divulgou na manhã de quarta-feira um vídeo que sugere que o antigo presidente do país, Evo Morales, incitou os bloqueios à entrada de alimentos que fragiliza o país. Os …

Christine Lagarde foi conselheira de duas empresas sediadas em paraísos fiscais

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE) desde outubro, foi conselheira de duas filiais da empresa de advocacia Baker & McKenzie (BM) entre 2003 e 2005, ambas sediadas em países considerados à data paraísos …