Pivô transgénero faz história no Bangladesh

Tashnuva Anan / Facebook

A pivô Tashnuva Anan Shishir

Pela primeira vez na história do Bangladesh, uma estação de televisão contratou uma pessoa transgénero para ser pivô. A empresa espera que esta decisão ajude a mudar mentalidades no país.

De acordo com a agência Associated Press, Tashnuva Anan Shishir estreou-se como pivô da Boishakhi TV, esta segunda-feira, precisamente no dia em que se celebrou o Dia Internacional da Mulher.

“Estava muito nervosa, a sentir-me muito emocionada, mas tinha em mente que precisava de superar este desafio, este teste final”, disse Shishir, de 29 anos, que também já trabalhou como atriz.

A também ativista contou que foi no início da adolescência que começou a mostrar sem medos que se sentia uma mulher. Uma fase difícil em que foi muito criticada por familiares e amigos, mas também intimidada e explorada sexualmente, o que a levou mesmo a tentar o suicídio.

“O bullying era tão insuportável que tentei suicidar-me quatro vezes. O meu pai deixou de falar comigo durante anos”, disse Shishir, citada pela emissora de televisão Al Jazeera.

Foi então que decidiu sair de casa e mudar-se para a capital, Daca, onde fez tratamentos hormonais e trabalhou para instituições de caridade e num grupo de teatro. Em janeiro, começou a estudar saúde pública na universidade, uma parte da sua vida que terá agora de conciliar com o trabalho na estação televisiva.

“Isto pode ser algo revolucionário e criar uma nova dimensão de pensamento nas pessoas”, disse ainda Shishir. “O grande problema é que as pessoas não estão sensibilizadas. Espero que isso possa acontecer e peço-lhes que possam cuidar das muitas ‘Tashnuvas’ que estão à sua volta”, acrescentou.

O canal privado de televisão por satélite, que fez história no país com esta contratação, disse que quer estar do lado da mudança e anunciou já ter contratado uma segunda pessoa transgénero para o seu departamento de entretenimento.

“A nossa primeira-ministra tem dado muitos passos para ajudar as pessoas transgénero. Encorajados por estas medidas, decidimos contratar duas pessoas transgénero. Queremos que a atitude da sociedade mude através destas decisões”, disse Tipu Alam Milon, vice-diretor administrativo da estação, citado pela AP.

Desde 2013 que, por decisão do Governo, liderado por Sheikh Hasina, as pessoas trans podem identificar-se como tendo um género diferente. Em 2018, também foram autorizadas a registar-se para votar com esse terceiro género.

De acordo com a agência norte-americana, o país tem oficialmente mais de dez mil pessoas transgénero, mas ativistas da comunidade LGBT dizem que o número deverá ser muito maior.

Esta comunidade enfrenta uma grande discriminação no Bangladesh, tendo muitas dificuldades em encontrar emprego e sendo muitas vezes forçados a viver na rua ou a trabalhar na prostituição.

Filipa Mesquita, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo britânico estuda isenção de quarentena para vacinados

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira estar a avaliar a possibilidade de isentar de quarentena pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 que cheguem do estrangeiro, mas evitou falar sobre a expansão da “lista …

Ministra da Saúde quer “ganhar tempo” com vacinação para conter variante Delta

A ministra da Saúde admitiu esta segunda-feira que a variante Delta do coronavírus SARS-Cov-2 se tornará dominante em Portugal e disse que a estratégia é acelerar a vacinação contra a covid-19. “O que estamos a assistir …

Pais de bombeiro que morreu relatam vegetação lastimável na EN 236-1

Os pais do bombeiro Gonçalo Conceição, que morreu na sequência de queimaduras nos incêndios de Pedrógão Grande, relataram esta segunda-feira, no Tribunal Judicial de Leiria, que a vegetação junto à Estrada Nacional (EN) 236-1 estava …

Em 2020, nasceram em casa o dobro dos bebés do ano anterior. Mas não existe regulamentação

No último ano, os partos em casa aumentaram para quase o dobro em Portugal. No entanto, esta é uma realidade ainda sem regulamentação e que as seguradoras recusam financiar. Mais de 1100 mulheres optaram por …

Noah brincou e "comportou-se de forma muito normal". Alta hospitalar já foi autorizada

A criança de dois anos e meio que esteve desaparecida mais de 30 horas em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, teve esta segunda-feira alta do Hospital Amato Lusitano, disse a diretora clínica daquela unidade hospitalar de …

Espanha. Indultos aos líderes catalães serão aprovados na terça-feira, anuncia Sánchez

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, informou que o conselho de ministros vai aprovar na terça-feira a concessão de indultos aos líderes independentistas catalães, anúncio feito esta segunda-feira, no Grande Teatro do Liceu, em Barcelona. "Amanhã [terça-feira], …

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …

"Eternizar" moratórias de crédito "é negativo", defende Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, defendeu esta segunda-feira que não se pode "eternizar" as moratórias de crédito, concedidas para fazer face aos efeitos da pandemia na economia, e que empresas e …

Barcelona: foram campeãs europeias mas pedem outro treinador

Época inédita no futebol feminino do Barcelona não é sinónimo de continuidade do técnico vencedor. Jogadoras pedem mudança no banco. O Barcelona protagonizou uma época histórica e inédita no futebol feminino. A equipa catalã foi novamente …