Pingo Doce volta a fazer campanha especial no 1º de Maio

Pingo Doce

-

O Sindicato do Comércio e Serviços acusou hoje as cadeias de supermercados e hipermercados de não aumentarem os trabalhadores por falta de vontade, embora tenham capacidade financeira, pois fazem campanhas de descontos em dia de greve no sector.

“As cadeias de supermercados e hipermercados não aumentam os trabalhadores por falta de dinheiro, mas sim porque os querem empobrecer, como se comprova com a campanha de oferta generalizada de produtos na véspera e dia 1.º de Maio”, refere um comunicado do sindicato, envido à agência Lusa.

Manuel Guerreiro, presidente do Sindicato do Comércio e Serviços (CESP) disse à Lusa que o Pingo Doce publicita num cartaz afixado nas lojas que no dia 1.º de Maio vai “voltar a fazer história”.

No cartaz dirigido aos trabalhadores, a que a Lusa teve acesso, é referido que todas as lojas vão abrir às 08:00.

“O dia 01 de Maio vai ser especial porque vamos garantir mais poupança aos nosso clientes“, destaca o mesmo anúncio, assinado por um director, que diz contar com os trabalhadores para transformar a data “em mais um dia memorável para todos”.

Fonte oficial do Pingo Doce confirmou à Lusa que vai ser feita uma acção especial no dia 01 de Maio, mas não com descontos generalizados de 50%, como em 2012.

“Tal como já várias vezes afirmámos, a campanha que o Pingo Doce fez no dia 01 de Maio de 2012 foi única, excepcional e irrepetível nos termos em que ocorreu. Confirmamos que no próximo dia 01 de Maio haverá uma acção especial nas lojas Pingo Doce. Por razões de estratégia comercial, não iremos adiantar mais informação sobre a oferta promocional prevista”, disse a mesma fonte.

Segundo Manuel Guerreiro, alguns responsáveis de loja do Pingo Doce avisaram o pessoal de que, nesse dia, “há hora de entrada, mas não há de saída“.

O sindicalista referiu ainda que a Sonae/Continente anunciou aos clientes, através de SMS, oferta de bacalhau e carne de porco a  a preços bastante inferiores aos habituais

“Ora, isto comprova que não aumentaram pessoal e não negoceiam a revisão do CCT por falta de dinheiro, antes por uma obstinada politica de empobrecimento dos trabalhadores, senão não se proporiam oferecer dezenas ou centenas de milhões de euros num ou dois dias aos clientes”, disse.

O presidente do CESP considerou que estas campanhas têm como objectivo “boicotar a greve e o significado do 1.º de Maio, cometendo resmas de ilegalidades”.

Os trabalhadores dos hipermercados e supermercados fazem greve na sexta-feira em defesa de aumentos salariais e da melhoria das condições de trabalho, convocada por sindicatos da CGTP e da UGT.

Nos últimos anos, o CESP tem emitido pré-aviso de greve para o 1.º de Maio, para dar a possibilidade aos trabalhadores dos super e hipermercado de comemorarem o Dia do Trabalhador, mas, este ano, o objectivo da greve não será apenas esse “porque tem a ver com a situação laboral especifica destes” funcionários.

/Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Como somos um país da EU os hipermercados nacionais copiam os alemães, que:
    – Não abrem aos domingos por ser o dia da família. Nem no domingo de Páscoa e até na segunda-feira (seguinte ao domingo de Páscoa). Vá lá este ano só o Continente abriu.
    – Aos sábados fecham depois do almoço.
    – Não proíbem férias no período de Natal, Páscoa e outras festividades como cá.
    – Não obrigam a tirar no máximo 10 dias de férias seguidas. Por agora chega!!!
    Ah não se esqueçam. Votem nos mesmos para terem mais do mesmo.

  2. Estas campanhas badalhocas deviam ser desprezadas pelos consumidores não comparecendo nas lojas no dia 1. Mas á bom português aproveitador das desgraças dos outros, quais abutres, vao encher as lojas para que continue a justificar-se a sua abertura neste feriado. Como consumidor apelo a que se abstenham de ir aos hipers amanha. Obrigado!

  3. Foi exactamente a campanha que o Pingo Doce fez há uns anos atrás, oferecendo descontos de 50% de modo a prejudicar as comemorações do 1º de Maio, que fizeram com que a minha família tenha deixado completamente de fazer compras nessa cadeia !… É claro que a perca dos clientes que nós éramos não tira de modo nenhum o sono à família Soares dos Santos, mas a sua conduta não merece qualquer desculpa da nossa parte e, por isso, nos recusamos a apoiá-la através de compras efectuadas nos seus estabelecimentos. Agora, ao repetir a “habilidade” ( ainda que em moldes eventualmente diferentes ), vêm demonstrar que realmente não são dignos do nosso respeito ! Cumprimentos, RM.

  4. Felizmente há Pingo Doce que faz descontos!! Estamos todos ricos, é? Se, para estes comentadores a vida corre bem, para outros, não! Tudo que seja mais barato é de aproveitar!!

    • Oh senhora vá trabalhar (ser explorada) para um hiper e depois venha arrotar postas de pescada o pessoal que trabalha nos hiper recebe bem mal trabalha horas em barda com horários do tipo entrar ás 5 da manhã ou sair ás 2 e 3 horas embora ao publico só esteja aberto das 8.30 ás 22 nalguns são obrigados a fazer caixa limpar chãos wc etc são pau para toda a obra com ordenados miseráveis e o mais engraçado por exemplo aqui nem podem usufruir dos descontos do 1º de Maio pois estão a bulir para uns poucos irem lá fuçar nas compras baratas. Oh senhora sempre ouvi dizer quem tem C… tem o que quer é só pô-la a render 4 ou 5 quekas por dia rendem-lhe uma pipa de massa.

Responder a Viés Cancelar resposta

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …

UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a …

Moreirense 1-2 Benfica | Rafa abre caminho à reviravolta

O Benfica sofreu a bom sofrer para levar de vencida o Moreirense, em casa deste, por 2-1. Os homens da casa marcaram primeiro, por Luther Singh, logo no arranque do segundo tempo, e estiveram na …

Bernardo Silva faz o primeiro 'hat-trick' da carreira na maior goleada de sempre do City

O avançado português Bernardo Silva fez este sábado o primeiro ‘hat-trick’ da carreira na vitória por 8-0 do Manchester City frente ao Watford, em jogo da sexta jornada da Liga inglesa de futebol. David Silva abriu …

Centenas foram à baixa de Lisboa protestar contra exploração do lítio

Cerca de quatro centenas de manifestantes de diferentes movimentos independentes de defesa do ambiente e de proteção do património rural protestaram hoje em Lisboa, contra a concessão e exploração a céu aberto do lítio em …

Rússia vai permitir que astronautas levem armas em viagens espaciais

Os astronautas russos vão começar a levar consigo uma arma de fogo durante as suas viagens espaciais. O objetivo é poderem afastar animais selvagens quando aterrarem em áreas remotas na Terra. A Rússia começou a armar …

Hotel no Peru vai ser demolido porque destruiu muro da época Inca

A justiça peruana determinou a demolição de um hotel da rede Sheraton que estava em construção em Cusco, por ter destruído, durante as obras, muros incas de 500 anos numa região considerada Património Cultural da …

No Museu do Louvre, os guias turísticos vão ser refugiados sírios e iraquianos

O Museu do Louvre, em Paris, vai treinar refugiados sírios e iraquianos como guias turísticos para os visitantes que solicitam um tour em árabe. Para os refugiados e requerentes de asilo, é agora gratuito entrar no …