Pingo Doce multado em 500 mil euros por vender a preços baixos

Pingo Doce

A cadeia de supermercados Pingo Doce, da Jerónimo Martins, foi multada pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) em 500 mil euros devido à venda com prejuízo de alguns produtos, disse fonte do Ministério da Economia à Lusa.

O ministro da Economia, António Pires de Lima, disse esta segunda-feira no parlamento que a atuação da ASAE mudou, passando a fazer “menos gala em ser forte com os fracos” e mais “forte com os fortes” e deu o exemplo de uma multa de meio milhão de euros aplicada a uma grande empresa de distribuição.

Questionada pela Lusa, fonte oficial do ministério adiantou tratar-se do Pingo Doce e que a multa tem a ver com a “venda com prejuízo de alguns produtos”.

A empresa terá sido notificada no mês passado.

Pingo Doce impugna multa de 500 mil euros

O Pingo Doce ficou surpreendido com a multa de 500 mil euros aplicada pela ASAE por alegada venda com prejuízo e impugnou a decisão, disse hoje à Lusa fonte oficial da cadeia de supermercados da Jerónimo Martins.

“Confirmamos que a ASAE multou o Pingo Doce com uma coima de 500 mil euros por alegada venda com prejuízo. A decisão surpreende-nos porque estamos convictos de que observámos e cumprimos a lei e agimos, de resto, com a concordância expressa dos nossos fornecedores, com os quais celebrámos acordos para esse efeito”, afirmou fonte oficial da Jerónimo Martins.

Impugnámos, por isso, esta decisão“, acrescentou.

“As transações em causa destinaram-se à campanha do 1º de Maio de 2014, a que os nossos parceiros se associaram, tendo em vista o objetivo de gerar um dia de vendas forte e com oportunidades relevantes para os nossos clientes”, concluiu a mesma fonte.

A lei sobre as práticas individuais restritivas do comércio (PIRC), que proíbe vendas com prejuízo, está em vigor há mais de um ano, desde fevereiro de 2014.

Em março último, quando questionado sobre as PIRC, o presidente do Conselho de Administração da Jerónimo Martins, Pedro Soares dos Santos, afirmou que a lei não beneficiou ninguém e “desprotegeu os [fornecedores] mais pequenos”.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Bom, depois de ler o que acabo de ler, a minha dedução e intuição é correcta quanto à participação do estado nos preços de venda ao publico.
    Deixo esta mensagem para os ignorantes dos nossos governantes, mais vale barato e vender muito do que caro e não vender nada, abençoado seja o Jerónimo e o pingo doce.

    • Que “artista”!…
      Chama ignorantes aos governantes e depois escreve uma imbecilidade destas…
      Enfim… continua, que vais longe…

  2. Pois, sr. Eu, mas o senhor não está a passar fome com esta crise. O sr certamente não tem dois filhos pequenos e não tem dinheiro para comprar leite!?? Santo o Sr. Jeronimo, que embora tenha baixado os preços em seu próprio benefício, beneficiou inúmeras famílias debilitadas pela actual crise….

RESPONDER

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …