//

Quadro de Picasso sobre Guerra da Coreia mostrado em Seul

Wikimedia

Massacre na Coreia

A pintura de Pablo Picasso será exibida, pela primeira vez, na Coreia do Sul. A obra retrata um grupo de mulheres e crianças nuas ameaçadas por armas de fogo por um pelotão de fuzilamento, numa mensagem clara contra as guerras e a violência. 

Massacre na Coreia“, um quadro de Pablo Picasso sobre a Guerra da Coreia (1950-53), será este ano mostrado pela primeira vez na capital sul-coreana, Seul, anunciou esta segunda-feira o Museu de Arte Vichae.

Proveniente do Musée Picasso de Paris, “Massacre na Coreia” é um quadro expressionista que o célebre pintor espanhol apresentou em 1951, numa crítica à intervenção norte-americana na Guerra da Coreia.

Parte de uma série de obras contra a guerra, o quadro retrata o massacre na cidade de Sinchon, que resultou na morte de um grande número de civis, vítimas do conflito opondo as tropas comunistas da Coreia do Norte ao bloco anti-comunista sul-coreano, com apoio dos Estados Unidos.

Na sua composição, o quadro inspira-se na célebre obra de Francisco Goya, “O Terceiro de Maio de 1808”, que retrata civis espanhóis a serem executados por tropas napoleónicas comandadas por Joachim Murat.

“Massacre na Coreia” integra um lote de 110 obras que estará em exposição no Centro de Artes de Seul, intitulada “Dentro do Mito”, patente entre 1 de maio e 29 de agosto.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE