Petição contra museu de Salazar encerrada. Promotores esperam resposta de Costa

António Oliveira Salazar

Os 18 promotores da petição contra a criação de um Museu do Estado Novo, em Santa Comba Dão, querem que o primeiro-ministro se pronuncie sobre o projeto.

A petição – “MUSEU de SALAZAR, NÃO!” -, que tinha como objetivo recolher assinaturas contra a abertura de um museu do Estado Novo, no Vimieiro, foi encerrada depois de terem sido recolhidas 18 mil assinaturas, avança o Expresso.

A petição foi enviada a António Costa quando reuniu 15 mil assinaturas. No entanto, os promotores decidiram manter a recolha aberta.

Agora que alcançaram os 18 mil nomes, decidiram encerrá-la, por considerarem que tinha “cumprido o principal objetivo: fazer chegar ao Primeiro-Ministro o repúdio de cerca de 18 mil antifascistas, pela criação de um espaço/museu/memorial em Santa Comba Dão – na expectativa de que se pudesse travar o que, desde há meses, configurou um aberto ataque à Democracia”.

De acordo com o semanário, os promotores ainda não obtiveram “qualquer reação do Primeiro-Ministro, mas regozijamo-nos pelo eco que este abaixo-assinado teve na Comunicação Social e em muitos cidadãos de renome, que entenderam juntar a sua voz à voz destes muitos milhares de antifascistas, e em apoio dos 204 ex-presos políticos, dando-lhes assim maior visibilidade”.

O grupo dos 18 promotores da petição é formado por Albano Nunes, Alda de Sousa, António Avelãs Nunes, António Regala, António Taborda, Carvalho da Silva, Francisco Fanhais, Joana Lopes, José Barata Moura, José Sucena, Levy Baptista, Margarida Tengarrinha, Maria do Rosário Gama, Maria Teresa Horta, Miguel Cardina, Pedro Adão e Silva, Raimundo Narciso e Rui Namorado.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois… e viva a liberdade… desde que seja a deles! Será que não há melhor maneira de se “promoverem” estes promotores?
    Não tinham acabado com a censura e tal e coiso? Que disparate.
    Eu sei que há vozes que continuam a insistir que o regime era terrível, mas nunca vi tanta desonestidade no estado quanto se vê agora… estamos realmente melhor?!?
    Será que não temos o direito de conhecer os vários lados da história? O Salazar não foi um “monstro”, como agora apregoam até nos livros das escolas onde desdenham do homem que salvou e elevou o nosso país. É fácil esquecer o estado em que estava a nossa nação quando ele chegou ao poder, ou como conseguiu evitar que participassemos na 2a guerra… é fácil falar da miséria do povo que nem dinheiro tinha para uma televisão… esquecem-se é que é necessário contextualizar os factos… Tínhamos fronteiras e proibições de comprar coisas “estrangeiras”, mas tínhamos uma economia saudável e exportávamos mais do que importávamos… e agora?!?
    Tínhamos uma PID… e então? As SS dos alemães faziam da nossa PID uma cambada de anjinhos… não esqueçam que se nós tínhamos o “mau e duro” Salazar, os espanhóis tinham o Franco, os italianos o Mussolini e os alemães o Hitler… preciso dizer mais?
    Esta cambada de hipócritas tem assim tanto medo do Salazar que quer travar um museu em sua homenagem?!? Não têm causas mais importantes onde se promover? Francamente…

    • Você nem sabe, sequer, como se chamava a polícia política do Estado Novo! Diz que o museu é em homenagem ao Salazar, quando nem os que o querem construir o dizem. Justifica o Salazar com outros ditadores da mesma família. Como pode ser levado a sério?

  2. Não defendo o fascismo, Salazar ou o Estado Novo, que merecem o meu vivo repudio em toda a linha porque vivi esses tempos e sei do que falo e não do disse-que-disse e do que “ouvi falar”. Desconheço com que intenção esse tal museu iria ser construído, mas se for para dar a conhecer integralmente e sem lavagens ou branqueamentos da História desses tempos, APROVO a sua construção para que as gerações vindouras saibam o que aconteceu nesses quase 50 anos de História em Portugal. Tentar esconder essa realidade, isso sim, é fascismo puro!

  3. O museu deve existir, enquanto há tempo, para se conhecer um passado que não deve ser ignorado, nem esquecido.
    Não pode ser um local de culto a Salazar, mas nem muito menos um local de uma visão distorcida imposta pela esquerda totalitarista que agora está na moda e que gosta de olhar para o passado descontextualizando os factos até ao enjoo.
    A história não pode ser só escrita por quem ganha as “batalhas”, ainda que simbólicas. Para isso já bastou mudar o nome às ruas, às pontes, às escolas.

RESPONDER

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …