/

28 mil pessoas assinaram petição para mudar a palavra “no” para “yesn’t”

6

Na terça-feira, foi criada uma petição para mudar a palavra “no” (não) para “yesn’t” (qualquer coisa como des-sim), que já foi assinada por quase 28 mil pessoas. O objetivo são 35 mil assinaturas.

De acordo com o Mashable, a petição tem ganho assinantes a um ritmo alucinante: desde terça-feira, data em que foi criada, mais de 28 mil pessoas assinaram o documento que pede a mudança da palavra inglesa “no” (não) para “yesn’t” (algo que poderá ser traduzido como des-sim).

A petição está, efetivamente, a resultar, uma vez que o Google nota um pico nas tendências de pesquisa pela palavra.

Segundo a página Know Your Meme, a palavra inglesa yesn’t apareceu pela primeira vez em abril de 2008 no Dicionário Urbano. A definição daquele ano referia-se a “talvez sim, talvez não” (algo como um nim em português).

A palavra seria usada da seguinte forma: “Apetece-te fazer alguma coisa esta noite? Yesn’t”.

Na rede social Reddit começaram a aparecer explicações da ideia por trás da palavra. “Por exemplo, should not é o oposto de should e é contraído como shouldn’t. A piada é que, em vez de usar a palavra já existente no, deveríamos aplicar a mesma lógica ao yes, tornando-a num yesn’t, que é a contração de yes not.

Nas redes sociais, como o Twitter, alguns utilizadores brincaram com a ideia: “Sempre tive dificuldades em dizer que não, por isso apartir de agora vou usar o termo yesn’t”.

Se concorda com esta alteração, pode-se juntar aos mais de 28 mil assinantes, que almejam chegar aos 35 mil, e assinar a petição aqui.

  ZAP //

6 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.