Mulher de Navalny é detida na Rússia. Mais de 800 pessoas foram presas durante manifestações

Vladimir Varfolomeev / Flickr

Alexei Navalny numa marcha de apoio a presos políticos

Dezenas de pessoas foram presas hoje durante manifestações organizadas na Rússia para exigir a libertação do opositor Alexei Navalny. Entre elas está Yulia Navalny.

Yulia Navalny, mulher do opositor russo que foi detido no aeroporto em Moscovo, foi detida este sábado durante protestos pela libertação do marido.

A mulher do ativista estava numa das 70 manifestações que estão a decorrer este sábado.

De Moscovo a Novosibirsk, a equipa do ativista anticorrupção fez apelos para que as pessoas saíssem às ruas em 65 cidades russas para protestarem contra a prisão de Navalny.

As primeiras manifestações ocorreram hoje no Extremo Oriente russo e na Sibéria, onde vários milhares de pessoas tomaram as ruas, principalmente em Vladivostok, Khabarovsk e Tchita, diante de um grande número de polícias antimotim deslocados para os locais dos protestos, de acordo com apoiantes de Navalny.

Em Yakutsk, ao sul do Círculo Polar, os manifestantes enfrentaram o frio extremo para se manifestarem, com -50 graus Celsius.

Cerca de 863 manifestantes já foram presos em 20 cidades russas, de acordo com a organização não-governamental OVD-info, especializada em monitorizar prisões paralelas às manifestações.

Um vídeo divulgado pela OVD-info mostrou dezenas de polícias antimotim a correr atrás dos manifestantes em Vladivostok.

A polícia de Moscovo já prometeu “reprimir sem demora” qualquer reunião não autorizada. O autarca de Moscovo, Sergei Sobyanin, denunciou as manifestações como “inaceitáveis” em plena pandemia.

Entre quinta e sexta-feira vários apoiantes de Navalny foram detidos pelas autoridades russas, nomeadamente a porta-voz do ativista, Kira Iarmych, que foi condenada a nove dias de prisão.

Alexei Navalny foi preso a 17 de janeiro ao voltar à Rússia, depois de cinco meses de convalescença na Alemanha devido a um envenenamento, acusado de violar as medidas de controlo judicial (por estar em condicional, relacionada a outro processo na justiça russa) ao sair do país.

Vários instituições e países já apelaram para a libertação imediata do opositor russo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. “125 manifestantes já foram presos”

    Deve ter sido a totalidade dos manifestantes no local, que já agora deviam ser a quae totalidade dos “apoiantes” da marioneta da CIA chamado Navalny!

    Coitado do desgraçado que tem que andar nestes rodopios ridículos e inconsequentes!

    Noutros sítios, outras marionetas da mesma CIA não têm tido melhor sorte: o tal de “verdadeiro presidente” na Venezuela, a gaijita na Bielorússia … ! Enfim … !

    • Gostava de o ver a dar provas disso! Se não conseguir, não passa de mais um teórico aberrante de teorias da conspiração

  2. Olha lá ó PL tu és um comunista/fascista não pertences cá á liberdade e democracia, portanto vai viver para a Rússia ou Venezuela ou CHINA ou Coreia do norte se não gostas de cá, adeus.

  3. Caiu o nome, mas ficaram os métodos, ou pensam e agem todos da mesma forma ou são envenenados ou levam no lombo e vão até ao hotel de 5 estrelas. Por alguma razão o Putin já arranjou maneira de se eternizar no poder, por conseguinte há de ter bons guardas por detrás.

  4. Não adianta as discussões sobre o comportamento dos comunistas: marxistas, leninista/stalinistas, fascistas. nazistas ( fascistas e nazistas são frutos apodrecidos do comunismo – dois chifres do Diabo) Na Rússia, o Czar Vladimir não admite que alguém faça oposição ao seu regime tirânico e tudo depende da vontade política do Czar. E está acabado. Alexei Navalny vai ter que possuir fôlego de felino, isto é, de tigre siberiano para o enfrentamento com o CZAR de todas Rússias. É o que pensa joaaoluizgondimaguiargondim – jlg21.com@gmail.com

RESPONDER

Chega organiza Convenção para "Governar Portugal" no fim de maio, mas promete "uso das máscaras"

O Chega vai organizar a sua III Convenção Nacional entre 28 e 30 de maio, em Coimbra, tendo por base a moção estratégica "Governar Portugal" do presidente reeleito, André Ventura, disse hoje à Agência Lusa …

Falta de plano e reservas face à viabilidade. Banco de Fomento chumba empréstimo à Groundforce

O Banco Português de Fomento (BPF) não aprovou o empréstimo de 30 milhões de euros pedido pelo Conselho de Administração da Groundforce, por não haver um plano de reestruturação da empresa e por falta de …

Operação Lex. Juiz Luís Vaz das Neves arrisca reforma compulsiva

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa e arguido na Operação Lex, arrisca passar à aposentação compulsiva.  De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia esta quinta-feira, …

Nove administradores e 24 diretores. Banco de Fomento já terá fechado estrutura

O jornal ECO avança, esta quinta-feira, que a estrutura do Banco Português de Fomento vai contar com nove administradores, dos quais quatro são executivos, e 24 diretores. A estrutura do Banco de Fomento já estará fechada, …

Guerra aberta no PSD. Rui Rio arrisca repreensão, Adão Silva pode perder o mandato

Rui Rio, presidente do PSD, e Adão Silva, líder do grupo parlamentar, estão a ser alvo de um processo disciplinar aberto pelo Conselho de Jurisdição do partido e arriscam sanções. A decisão ainda não está tomada, …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Um terramoto devastador pode abalar a Nova Zelândia nos próximos 50 anos

Um novo estudo revela que as hipóteses de a Falha Alpina da Ilha do Sul da Nova Zelândia provocar um terramoto devastador nos próximos 50 anos são muito maiores do que se pensava.  Um estudo conduzido …

"Um incendiário como chefe dos bombeiros". Irão na Comissão sobre o Estatuto da Mulher gera indignação

O Irão foi eleito esta segunda-feira para a Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher durante um mandato de quatro anos, juntamente com China, Japão, Líbano e Paquistão. A Comissão sobre o Estatuto da …

Busca em contrarrelógio. Submarino desaparecido na Indonésia tem 72 horas de oxigénio

O almirante chefe da Marinha da Indonésia, Yudo Margono, afirmou que o submarino desaparecido ao largo de Bali com 53 tripulantes a bordo tem capacidade para 72 horas de oxigénio. Em conferência de imprensa, Yudo Margono …

Carrinhas comerciais perdem isenção e voltam a pagar ISV

Os veículos comerciais que beneficiam de isenção de Imposto Sobre Veículos (ISV) vão perdê-la a partir do dia 1 de julho deste ano. Em causa estão, segundo avança o Jornal de Negócios, os automóveis ligeiros de …