Mulher de Navalny é detida na Rússia. Mais de 800 pessoas foram presas durante manifestações

Vladimir Varfolomeev / Flickr

Alexei Navalny numa marcha de apoio a presos políticos

Dezenas de pessoas foram presas hoje durante manifestações organizadas na Rússia para exigir a libertação do opositor Alexei Navalny. Entre elas está Yulia Navalny.

Yulia Navalny, mulher do opositor russo que foi detido no aeroporto em Moscovo, foi detida este sábado durante protestos pela libertação do marido.

A mulher do ativista estava numa das 70 manifestações que estão a decorrer este sábado.

De Moscovo a Novosibirsk, a equipa do ativista anticorrupção fez apelos para que as pessoas saíssem às ruas em 65 cidades russas para protestarem contra a prisão de Navalny.

As primeiras manifestações ocorreram hoje no Extremo Oriente russo e na Sibéria, onde vários milhares de pessoas tomaram as ruas, principalmente em Vladivostok, Khabarovsk e Tchita, diante de um grande número de polícias antimotim deslocados para os locais dos protestos, de acordo com apoiantes de Navalny.

Em Yakutsk, ao sul do Círculo Polar, os manifestantes enfrentaram o frio extremo para se manifestarem, com -50 graus Celsius.

Cerca de 863 manifestantes já foram presos em 20 cidades russas, de acordo com a organização não-governamental OVD-info, especializada em monitorizar prisões paralelas às manifestações.

Um vídeo divulgado pela OVD-info mostrou dezenas de polícias antimotim a correr atrás dos manifestantes em Vladivostok.

A polícia de Moscovo já prometeu “reprimir sem demora” qualquer reunião não autorizada. O autarca de Moscovo, Sergei Sobyanin, denunciou as manifestações como “inaceitáveis” em plena pandemia.

Entre quinta e sexta-feira vários apoiantes de Navalny foram detidos pelas autoridades russas, nomeadamente a porta-voz do ativista, Kira Iarmych, que foi condenada a nove dias de prisão.

Alexei Navalny foi preso a 17 de janeiro ao voltar à Rússia, depois de cinco meses de convalescença na Alemanha devido a um envenenamento, acusado de violar as medidas de controlo judicial (por estar em condicional, relacionada a outro processo na justiça russa) ao sair do país.

Vários instituições e países já apelaram para a libertação imediata do opositor russo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. “125 manifestantes já foram presos”

    Deve ter sido a totalidade dos manifestantes no local, que já agora deviam ser a quae totalidade dos “apoiantes” da marioneta da CIA chamado Navalny!

    Coitado do desgraçado que tem que andar nestes rodopios ridículos e inconsequentes!

    Noutros sítios, outras marionetas da mesma CIA não têm tido melhor sorte: o tal de “verdadeiro presidente” na Venezuela, a gaijita na Bielorússia … ! Enfim … !

    • Gostava de o ver a dar provas disso! Se não conseguir, não passa de mais um teórico aberrante de teorias da conspiração

  2. Olha lá ó PL tu és um comunista/fascista não pertences cá á liberdade e democracia, portanto vai viver para a Rússia ou Venezuela ou CHINA ou Coreia do norte se não gostas de cá, adeus.

  3. Caiu o nome, mas ficaram os métodos, ou pensam e agem todos da mesma forma ou são envenenados ou levam no lombo e vão até ao hotel de 5 estrelas. Por alguma razão o Putin já arranjou maneira de se eternizar no poder, por conseguinte há de ter bons guardas por detrás.

  4. Não adianta as discussões sobre o comportamento dos comunistas: marxistas, leninista/stalinistas, fascistas. nazistas ( fascistas e nazistas são frutos apodrecidos do comunismo – dois chifres do Diabo) Na Rússia, o Czar Vladimir não admite que alguém faça oposição ao seu regime tirânico e tudo depende da vontade política do Czar. E está acabado. Alexei Navalny vai ter que possuir fôlego de felino, isto é, de tigre siberiano para o enfrentamento com o CZAR de todas Rússias. É o que pensa joaaoluizgondimaguiargondim – jlg21.com@gmail.com

RESPONDER

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …