Muitas pessoas não se conseguem localizar num mapa

Quando o mau tempo ameaça, os meteorologistas usam mapas para mostrar onde estão localizadas as tempestades e para onde vão. Mas é importante que as pessoas saibam se estão no caminho destas catástrofes.

Uma percentagem substancial de pessoas não se sabe localizar num mapa. Parece surreal, mas este é um problema real que se pode tornar verdadeiramente preocupante se um furacão ou uma tempestade violenta estiver a ameaçar uma certa localização.

James Spann, meteorologista da ABC, em Birmingham, abordou este problema nos meios de comunicação social. Este domingo, um dia depois de fortes tempestades terem atingido o estado do Alabama, o meteorologista incitou os espetadores a adquirir esta habilidade básica.

“Não esperamos que as pessoas sejam geógrafos ou meteorologistas de radar. Há muitas coisas em que eu não sou bom. Mas, durante o mau tempo, o que usamos? Mapas. E uma grande percentagem de pessoas no nosso estado e, em muitos outros, não se conseguem encontrar num mapa”, afirmou o especialista, alertando para o problema.

“Se lhe desse um mapa em branco sem rótulos, sem rodovias, apenas com linhas de condados e de estados, conseguiria desenhar um ponto perto de sua casa? Analisamos alguns estudos que nos mostram que 85% da população não consegue“, frisou.

O especialista afirmou ainda que a falta desta habilidade básica é compreensível, tendo em conta a tecnologia que existe hoje em dia. No entanto, sublinhou a importância de nos “comunicarmos” com as informações meteorológicas.

É verdade que as pessoas precisam de melhorar esta habilidade, mas um estudo realizado em 2017 revelou que o maior problema não está nos seres humanos, mas sim nos mapas. Alguns destes instrumentos não são bem rotulados e têm muito poucos (ou nenhuns) pontos de referência.

Atualmente, estão em curso estudos para investigar de que forma as pessoas interpretam os mapas meteorológicos para, no futuro, inclui recomendações sobre como torná-los mais fáceis de usar.

PARTILHAR

RESPONDER

Oposição levou mais gente às ruas do que Bolsonaro

Manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro e da reforma da previdência, o principal objetivo do governo neste ano, moveram milhares de brasileiros em pouco mais de 130 cidades de 26 estados do Brasil. No passado …

Utentes da Soflusa estão “cansados” de constantes supressões

Os utentes da Soflusa mostraram-se esta segunda-feira "cansados" das constantes supressões das ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa, que estão hoje a acontecer durante todo o dia devido à falta de mestres. "Já estou a …

Banco Alimentar recolhe 1.605 toneladas de alimentos no fim de semana

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 1.605 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais, anunciou a presidente do Banco Alimentar contra …

Sérgio Conceição apontado à Lazio

A imprensa italiana aponta esta segunda-feira o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à Lazio. O técnico português, recorde-se, passou pelo emblema italiano em duas ocasiões como jogador de futebol. O jornal italiano Il Messaggero adianta …

Filial portuguesa de multinacional alemã envolvida em subornos em Angola

A sucursal portuguesa em Angola da multinacional alemã Fresenius Medical Care, que actua na área médica, esteve envolvida num esquema de pagamento de subornos a médicos e militares angolanos que renderam 124 milhões de euros …

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …

Derrota histórica para o PSD. O PS resiste, o Bloco chega-se à frente e o PAN estreia-se

A derrota do PSD, com uma desvantagem de mais de 10 pontos percentuais sobre o PS que foi o vencedor da noite eleitoral, o reforço do Bloco de Esquerda como a terceira força política e …