Perseguições contra cristãos aumentam em 2013

alexdecarvalho / Flickr

-

As perseguições contra os cristãos aumentaram no ano passado, de acordo com o índice mundial de perseguição 2014, uma classificação anual dos 50 países mais afetados pelo problema da associação “Portas Abertas França”.

O diretor da associação, Michel Varton, afirmou que atos de violência, pressões, proibições ou discriminações associadas a uma religião são contabilizados como “perseguição”, de acordo com a agência noticiosa francesa.

Pelo 12.º ano consecutivo, a Coreia do Norte continua a ocupar o primeiro lugar, como país onde ser cristão é mais perigoso e precário. No segundo lugar, encontra-se a Somália, onde tribos e clãs muçulmanos matam “quase todos os cristãos que encontram”, disse Varton, em conferência de imprensa na quarta-feira.

Em outros países, os cristãos estão sujeitos a pressões hostis como no Afeganistão, Maldivas, Arábia Saudita, Iémen, Irão, Líbia, Uzbequistão e Qatar.

“Em 36 dos 50 países analisados, o islamismo é o principal responsável pelas perseguições movidas contra cristãos”, sublinhou Michel Varton, destacando como uma das regiões mais violentamente atingidas são atualmente os países da cintura do Sahel.

“Eu sou um morto-vivo”, declarou Joseph Fadelle, muçulmano iraquiano convertido ao cristianismo em 1987, batizado em 2000. Condenado à morte pela família e por um decreto religioso (“fatwa”) por esta “traição”, vive em França, sob proteção.

Autor de uma obra sobre o seu percurso, Joseph Fadelle, convidado a dar um testemunho nesta conferência de imprensa, afirmou: “O problema não são os muçulmanos (…), mas o Islão e o Alcorão. Aqui encontro o roubo, a violação, a mentira e este versículo: ‘mata a pessoa que não está de acordo contigo'”.

Em relação a homicídios, “é a Síria, palco de uma guerra civil, que detém o triste recorde do número de cristãos assassinados (1.213)”, o que a levou do 11.º ao terceiro lugar da classificação, disse Varton.

O aumento das perseguições contra os cristãos é mais evidente nos Estados ditos “em falência”, que já não são capazes de assumir plenamente o seu papel: Somália, Síria, Iraque, Afeganistão, Paquistão, Iémen e, atualmente, a República Centro-Africana.

O Paquistão conheceu “o pior ataque contra os cristãos desde que foi criado em 1947”, com um duplo atentado suicida à saída da igreja católica de Todos-os-Santos, em Peshawar, onde 89 fiéis foram mortos a 22 de setembro passado.

No Egito, 167 atos violentos foram contabilizados e mais de 492 tentativas de encerramentos de igrejas ou edifícios anexos, indicou também o índice das “Portas Abertas”.

Os dez países onde os cristãos sofreram mais violências foram, por ordem, a República Centro-Africana, Síria, Paquistão, Egito, Iraque, Birmânia, Nigéria, Colômbia, Eritreia e o Sudão.

Associação apolítica de origem protestante, criada em 1976, a “Portas Abertas França” realiza este índice desde 1997, a partir de questionários enviados aos seus representantes de 22 gabinetes, que trabalham em 60 países.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …