Perdida há 130 anos, poderá ter sido encontrada a oitava maravilha do mundo

(dp) Wikimedia

Terraços Brancos da Nova Zelândia, por Charles Blomfield (1848–1926)

Terraços Brancos da Nova Zelândia, por Charles Blomfield (1848–1926)

Aquela que é considerada por muitos a “oitava maravilha do mundo”, os Terraços Rosa e Branco da Nova Zelândia, podem encontrar-se uns 15 metros abaixo do nível da terra, cobertos com cinzas vulcânicas.

Investigadores neozelandeses afirmam ter descoberto a localização exacta da mais conhecida maravilha perdida do hemisfério sul, de acordo com um artigo publicado no Journal of the Royal Society of New Zealand.

Os investigadores, Rexx Bunn e Sascha Nolden, basearam as suas concluõsçoes em dados recolhidos no diário de Ferdinand von Hochstetter, um geólogo germano-austríaco que no século XIX tomou notas acerca da localização e aparência dos terraços naturais, antes de em 1886 o monumento natural ter sido aparentemente destruído pela erupção vulcânica do monte Tarawera, perto do lago Rotomahana.

“A nossa investigação baseia-se nos únicos dados disponíveis desta parte da Nova Zelândia, e por isso estamos convencidos de que podemos confiar na sua cartografia”, declarou Bunn Nolden ao jornal britânico The Guardian – segundo o qual Hochstetter era nesse tempo um reputado geólogo.

“Os terraços transformaram-se na atracção turística mais importante do hemisfério sul e do Império Britânico, e recebiam embarcações cheias de turistas oriundos do Reino Unido, da Europa e da América”, explica Bunn.

Segundo o cientista, durante mais de 100 anos não foi possível localizar os terraços porque o governo neozelandês da altura nunca se tinha preocupado em cartografá-los, pelo que se desconheciam a sua latitude e longitude.

Os Terraços Rosa e Branco estavam situados nas margens do lago Rotomahana, na ilha Norte, e atraíram muitos turistas durante a segunda metade do século XIX. Eram na realidade extraordinárias cascatas cor-de-rosa.

Rexx Bunn e Sascha Nolden, que receberam várias ofertas para formar uma equipe de investigação e explorar o lago Rotomahana, estão convencidos de que, apesar de se encontrarem por baixo das cinzas de um vulcão desde o século XIX, os terraços podem estar em bom estado.

4 COMENTÁRIOS

  1. O artigo não especifica qual a lista de maravilhas, porque há várias listas comummente aceites: 7 maravilhas do mundo antigo, 7 maravilhas do mundo moderno, 7 maravilhas da era medieval, 7 maravilhas naturais, etc. As três primeiras referem-se a obras construídas pelo homem. Ora, se a maravilha referida neste artigo é um “monumento natural” só poderia aparecer como a oitava maravilha natural. Sendo assim, apesar desta maravilha (perdida) ser a mais conhecida do hemisfério sul, felizmente há outras no mesmo hemisfério que ainda subsistem: cataratas do Iguaçu (Brasil), grande barreira de coral (Austrália) e cataratas Vitória (Zâmbia e Zimbábue). Ver link https://pt.wikipedia.org/wiki/Sete_maravilhas_do_mundo_moderno

RESPONDER

O secretário geral da NATO, Jean Stoltenberg

Ciberataque poderá desencadear mecanismo de defesa mútua da NATO

O secretário geral da NATO, Jean Stoltenberg, lembrou esta quarta-feira que um ciberataque pode ser objeto de aplicação do artigo 5 do tratado da NATO e que se está a estabelecer o âmbito "ciber como …

"A Fila" da série de quadros The Vulnerability Series

Artista sírio pinta líderes mundiais como refugiados

E se os grandes líderes mundiais fossem, na verdade, refugiados? Foi assim que o artista sírio Abdalla All Omari os imaginou e mostrou ao mundo. "The Vulnerability Series" é o nome do projeto criado por Abdalla Al …

-

Polícias realizam manifestação nacional contra falta de respostas do Governo

Os polícias realizam esta quarta-feira, em Lisboa, uma manifestação nacional para protestar contra a falta de respostas do Governo às principais reivindicações e demonstrarem indignação pela forma como estão a ser tratados. A manifestação, que vai …

Salvador Sobral atua no Festival Confluências, no Marco de Canaveses

Salvador Sobral pede desculpa por comentário "inoportuno"

O cantor pediu desculpa pelo comentário "inoportuno" que fez, esta terça-feira, durante a atuação no evento solidário "Juntos por Todos", no MEO Arena, em Lisboa, para reforçar o apoio às populações afetadas pelos incêndios. Salvador Sobral …

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa faz sucesso no Facebook dos The Doors

Marcelo Rebelo de Sousa é uma inusitada "estrela" na página oficial da banda The Doors no Facebook. O Presidente de Portugal destaca-se numa imagem que está a fazer sucesso na rede social. "O Presidente de Portugal, …

A Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa

Governo defende SIRESP e culpa PSP e Protecção Civil pela tragédia de Pedrógão Grande

O Governo critica a PSP e a Protecção Civil. A Protecção Civil e os bombeiros falam em falhas no SIRESP. Mas ninguém assume culpas pela tragédia em Pedrógão Grande, onde morreram 64 pessoas num incêndio …

Donald Trump

Revista Time pede a Trump que retire capa "fake" dos seus clubes de golfe

Donald Trump está envolvido em mais uma polémica. Depois de passar tanto tempo a criticar os media por fazerem aquilo a que chama de "notícias falsas", o próprio foi apanhado numa capa falsa da Time …

Imagem retirada do filme E.T., de 1982, do realizador Steven Spielberg

NASA desmente que "vai anunciar brevemente" descoberta de vida extraterrestre

Thomas Zurbuchen, administrador associado e director científico da NASA, clarificou esta segunda-feira nas redes sociais que a agência espacial norte-americana "não tem nenhum anúncio pendente" sobre a descoberta de vida extraterrestre. Num post publicado esta segunda-feira …

O vice-presidente brasileiro, Michel Temer

Temer diz que denúncia contra si é “uma ficção”

O Presidente do Brasil disse, esta terça-feira, numa declaração ao país que a denúncia de corrupção contra si, apresentada na segunda-feira no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral, Rodrigo Janot, é "uma ficção". "A denúncia é …

Edifício do Ministério das Finanças em Lisboa

Mão humana no apagão de 10 mil milhões para offshores "é improvável”

A auditoria da Inspeção-Geral de Finanças (IGF) concluiu ser "extremamente improvável" que a falha informática que permitiu a saída de dez mil milhões de euros para offshore sem a análise do fisco tenha sido causada …