Depois de perder a filha, matemático cria robô que detecta infecções graves

Um pai conseguiu transformar a sua dor em tecnologia para salvar outras pessoas – e criou Laura, o Algoritmo da Vida.

O analista de sistemas brasileiro Jacson Fressato, de 37 anos, criou um robô inteligente que identifica pacientes com estado de infecção generalizada, ou sepsis – que em 2010 causou a morte da sua filha, com apenas 18 dias de vida.

A máquina reconhece sinais de alerta, como alterações na temperatura e nos parâmetros sanguíneos, identifica os quadros de risco e avisa a equipa médica através de monitores em postos de enfermagem.

Usando inteligência artificial, o programa “aprendeu” a identificar sinais da doença, cruzando normas de protocolos internacionais e o histórico clínico de 7.000 pacientes internados no hospital em 2016.

Para criar o robô, Fressato teve que realizar dinheiro: vendeu a casa, o carro, enclausurou-se durante 4 anos e investiu quase 300 mil euros, com ajuda de um investidor.

O sistema, incluindo a instalação e o treino de pessoal, custa cerca de 12 mil euros.

Baptizado de Laura, o robô é uma homenagem à filha de Fressato. Laura morreu em 2010, e Fressatto fez a promessa de fazer alguma coisa para ajudar a evitar outras mortes.

“O pior, não é deixar um filho a dormir no seu túmulo, o pior é pôr uma mãe a dormir à noite” diz o analista, emocionando-se.

“Eu sempre me imaginei com esposa, filhos, casa, o pacote completo. Não pude ter nada disso. Mas, se eu só me lamentasse, estaria perdido”, disse o analista, em entrevista à Folha de S. Paulo.

“Agora, temos um robô, que é igual à sepsis, que é tão invisível como a sepsis, que tem a mesma capacidade que a sepsis – mas que em vez de se deixar surpreender pela sepsis, é ele que surpreende a sepsis, é ele que surpreende os que não estão a ver os riscos que o paciente está a correr”, explica Fressato.

Mais de 600 brasileiros morrem diariamente devido à doença, segundo um levantamento do Instituto Latino-Americano da Sepsis.

“Estudos mostram que, por cada hora sem tratamento, o paciente com sepsis tem mais 8% de probabilidade de morrer”, diz a infectologista Viviane Dias.

O robô está há apenas dois meses no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, no Paraná, e neste período já reduziu a um terço os casos de sepsis grave: até setembro deste ano, a média foi de 1,5 casos por mês. Depois de Laura, a taxa caiu para 0,5 casos mensais.

Para todos os efeitos, Laura é o Algoritmo da Vida.

PARTILHAR

RESPONDER

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …

Encontrado templo milenar usado em rituais pagãos de veneração da água

O local tem 3.000 anos, onde investigadores encontraram 21 sepulturas, bem como várias peças de cerâmica e anéis de cobre. O templo era usado em rituais pagãos de veneração da água. Uma equipa de arqueólogos encontrou …

Elon Musk diz que inovações da Neuralink vão conseguir curar o autismo

Musk disse que a sua empresa Neuralink iria "solucionar uma série de doenças neurológicas", entre as quais o autismo. Contudo, o autismo não é uma doença relacionada com o cérebro, mas sim uma perturbação do …

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …

A desertificação está progredir na Índia. Mas a solução pode estar no conhecimento tradicional

Quase 45% da área de Maharashtra está a transformar-se em deserto, assim como uma grande parte da Índia. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ritmo da desertificação no país é agora …