Pentágono encontra 1.000 “deficiências não solucionadas” no avião mais caro do mundo

As tentativas do fabricante dos caças F-35, a empresa Lockheed Martin, de melhorar o processo de manutenção dos aviões e o serviço logístico para as peças sobressalentes estão “estagnadas”, segundo avaliou o Centro de Ensaios do Pentágono.

Em particular, a disponibilidade operativa dos caças, uma “característica-chave”, está à volta dos 50%, tendo em conta que este índice tem se mantido intacto desde outubro de 2014, apesar do aumento da flotilha das aeronaves, assinala Robert Behler, diretor do Departamento de Ensaios Operativos, num relatório destinado aos altos responsáveis do Pentágono e a diferentes comités do Congresso, citado pelo portal Bloomberg.

Vale a pena ressaltar que se planeia terminar oficialmente a fase de desenvolvimento dos F-35, que durou 16 anos, no ano de 2018.

A partir de setembro, o projeto vai entrar numa fase de provas de combate intensas que culminarão com o começo da fabricação em massa.

O relatório ressalta que até hoje, já nas vésperas do fim do desenvolvimento formal, o projeto ainda sofre de problemas técnicos e viabilidade.

No total, fala-se de umas mil “deficiências não solucionadas” da aeronave. Nesta lista figuram coisas de pouca importância relativa, como os pneus pouco duradouros do veículo na versão dos Marines, o F-35B.

Por outro lado, também há assuntos cruciais, como o software do avião que ainda mantém “deficiências-chave restantes”, apesar de ter tido 31 processos de iteração desde a sua criação.

Entre os problemas-chave mencionadas pela Bloomberg estão a impossibilidade de reabastecimento em voo da versão F-35A, deficiências na interface do capacete do piloto, problemas classificados com lançamento de mísseis ar-ar AIM-120 e o emprego do armamento de ataque ao solo, assim como o facto da base de dados completa sobre os possíveis adversários (aviões e sistemas de defesa antiaérea chineses, russos, sírios e iranianos) não estar disponível até aos finais de 2019.

Finalmente, o problema com a logística das peças sobressalentes tem piorado devido ao algoritmo de autodiagnóstico imperfeito que costuma qualificar como “deficientes” componentes que nunca falharam.

Deste modo, o relatório resume que a fase das provas de combate, “a mais confiável na hora de determinar o desempenho nas missões reais”, não será terminada até dezembro de 2019.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Para não o mandar para a sucata, os americanos vão começar a vender aos seus aliados, Portugal incluído, porque até fica bem ficarmos equipados com aviões modernos.

RESPONDER

"O nosso Governo está pronto". Trudeau volta a ganhar as eleições - mas sem maioria absoluta

O líder do Partido Liberal do Canadá (LP) Justin Trudeau disse hoje, depois de ganhar as eleições gerais do país, que os eleitores canadianos escolheram "um plano progressivo" e que está pronto para formar um …

Travar margens nos combustíveis pode acabar por prejudicar os consumidores (e até fechar bombas)

A proposta de lei do Governo aprovada, na semana passada, para a limitação das margens das petrolíferas nos preços dos combustíveis pode acabar por travar a concorrência e até levar ao encerramento de bombas de …

"Nunca se pode tirar Messi" (mas há um gesto que pode explicar a sua substituição)

A substituição de Messi, e a forma como reagiu, no jogo entre o Paris Saint-Germain e o Lyon da Liga francesa, continua a dar que falar. E agora avança-se a possibilidade de o craque argentino …

Médicos querem que norma de isolamento tenha em conta a atual taxa de vacinação

Com o regresso às aulas, médicos de saúde pública defendem a revisão da norma referente ao isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a elevada taxa de vacinação. O ano letivo arrancou …

Com Moedas como alvo e Temido como "guardiã", Medina prometeu um novo futuro para Lisboa

O candidato da coligação PS/Livre à presidência da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, acusou a direita de ambicionar nas autárquicas de domingo “a segunda volta do jogo que perdeu na disputa do poder legislativo”. Fernando Medina …

Descoberto sistema de esgotos intacto construído por romanos há 2.000 anos

Uma equipa de arqueólogos turcos encontrou um sistema de esgotos perfeitamente intacto na antiga cidade de Tripolo no Meandro. A infraestrutura foi construída por romanos. A antiga cidade de Tripoli no Meandro — também conhecida por …

De calculadora em riste, PSD faz contas para evitar um resultado "igual, pior ou muito pouquinho melhor" nas autárquicas

PSD tenta recuperar de duas eleições autárquicas menos conseguidas, agarrando-se aos municípios em que a obra feita pelos autarcas do PS não recebe nota positiva de forma unânime da população ou onde haverá uma transição …

Um Barcelona "de juniores" quebrou um recorde (mas quase perdia em casa)

Domingos Duarte marcou cedo e Granada esteve a ganhar em Camp Nou até perto dos 90 minutos. Equipa muito jovem do Barcelona mas mais uma exibição modesta. Quinta jornada da Liga espanhola de futebol, mais uma …

Galp recusou proposta para salvar empregos em Matosinhos (mas é Costa quem está "no olho do furacão")

O Governo tentou evitar o despedimento colectivo na refinaria da Galp em Matosinhos, desafiando a empresa a pagar uma formação feita "à medida" dos trabalhadores abrangidos. Mas a Galp recusou. Pelo meio, António Costa também …

Análise de ADN revela que japoneses modernos são descendentes de três povos diferentes

O território que hoje dá lugar ao Japão está ocupado desde o período do Paleolítico Superior. Até agora pensava-se que a ancestralidade genética japonesa era dupla, mas uma nova pesquisa vem trazer novos detalhes.  Um novo …