Pedido de fiscalização sucessiva do Código Laboral já deu entrada no TC (e Bloco volta a atacar PS)

O Bloco de Esquerda voltou ao ataque ao PS. Desta vez, o tema é a mais recente alteração ao Código do Trabalho, que a esquerda entregou esta quarta-feira para fiscalização no Tribunal Constitucional.

Numa mensagem publicada esta quarta-feira no Twitter, o deputado do Bloco Pedro Filipe Soares carregou forte sobre o PS, acusando o partido socialista de se ter apoiado na direita para “atacar” a Constituição e os jovens e “aumentado a precariedade”.

“Está entregue no Tribunal Constitucional o pedido de fiscalização das alterações ao Código do Trabalho. PS apoiou-se na direita para insistir no alargamento do período experimental, aumentando a precariedade, atacando a Constituição e os jovens. A luta por emprego com direitos volta ao TC”, escreveu o deputado bloquista.

Em campanha, também o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, comentou a entrega do pedido de fiscalização no TC, sublinhando, de acordo com o Observador, que os comunistas pretendem uma reversão das questões que entendem ser inconstitucionais.

“O alargamento do período experimental, os contratos de curta duração e à possibilidade de caducidade da contratação coletiva, violando assim direitos individuais e coletivos”, disse o líder comunista. “Não tenho dúvidas de que mais cedo do que tarde os trabalhadores acabarão por conseguir reconquistar os seus direitos, os direitos que a constituição pretendeu e os constituintes escreveram”.

Jerónimo de Sousa negou ainda que o “timing” da entrega do pedido de fiscalização no TC tenha uma “intenção eleitoral”.

A aprovação das alterações ao Código do Trabalho ocorreu no último plenário da legislatura. O PS contou com a abstenção do PSD e do CDS para viabilizar a lei do Trabalho, depois de um acordo de concertação com seis dos sete parceiros.

A esquerda afirmou, no mesmo dia, que caso o diploma fosse promulgado pelo Presidente da República, sem ser enviado para o Tribunal Constitucional, seriam os partidos a pedir a fiscalização sucessiva das normas – que foi o que aconteceu.

A CGTP, o único parceiro que não assinou o acordo com o Governo, tinha recordado logo em agosto o pré-acordo que os partidos da esquerda tinham feito em julho. PCP e BE tinham deixado claro os motivos que levam ambos os partidos a contestar a nova legislação.

“Para lá do período experimental há outras normas que nos merecem as maiores dúvidas quanto à sua constitucionalidade”, afirmou o líder parlamentar do PCP João Oliveira. “Com estas alterações o patronato terá à sua disposição uma uma nova arma para fragilizar os trabalhadores”, afirmou.

Jorge Costa, do BE, disse que as alterações ao Código do Trabalho são “uma desilusão” para quem esperava alterações nomeadamente ao nível da precariedade do trabalho. “O PS optou por fazer um acordo à direita, com o apoio das confederações patronais e não há ninguém em Portugal que acredite que essa aliança entre o PS, os patrões e a direita veio produzir novidades positivas para algum trabalhador no nosso país”, afirmou.

O bloquista mostrou-se “esperançoso” na fiscalização sucessiva da Lei, “em nome do respeito pela Constituição e pelo respeito pelos trabalhadores portugueses”, destacando especialmente os “mais jovens e os que estão em situação de desemprego há mais tempo”, aqueles a quem se destina o alargamento do período experimental de 90 para 180 dias.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Erupções vulcânicas podem explicar os misteriosos cristais da Dinamarca

Algumas das maiores espécies de cristais raros de carbonato de cálcio do mundo, também conhecidos como glendonitas, são encontrados na Dinamarca e isso pode ser explicado pelas erupções vulcânicas. Os cristais foram formados há cerca de …

O antigo campo magnético da Lua pode ter servido de "escudo" para atmosfera da Terra

Há 4 mil milhões de anos, a Lua pode ter protegido a atmosfera Terra, através do seu já extinto campo magnético, do Sol, sugere uma nova investigação, levada a cabo por um especialista da agência …

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …