//

Pedaço de cabelo de Lincoln (e um telegrama ensanguentado) leiloados por 81 mil dólares

Um anónimo pagou mais de 81 mil dólares (cerca de 71 mil euros) por uma mecha de cabelo de Abraham Lincoln. O exemplar foi retirado da cabeça de Lincoln um dia após a sua morte, durante a execução de um exame.

O precioso pedaço de cabelo, foi embrulhado e enviado num telegrama, manchado de sangue, do Departamento de Guerra. À primeira vista, era o pedaço de cabelo que o primo da primeira-dama, que estava presente quando foi cortada a mecha da cabeça do presidente, tinha no bolso — e durou até hoje.

Agora, a mecha de cabelo do antigo presidente Abraham Lincoln, e o telegrama manchado com o seu sangue, acabaram de ser vendidos por mais de 81 mil dólares num leilão que aconteceu no sábado. De acordo com o ATI, o comprador desta relíquia optou por permanecer anónimo.

O valor exorbitante pago pelas peças histórias é espantoso, mas mais surpreendente ainda é pensar como é que uma mecha de cabelo de um dos mais famosos presidentes dos EUA  chegou a 2020 sem conhecimento público – sobretudo porque a mecha de cabelo tem apenas 5 centímetros.

O pedaço de cabelo foi cortado da cabeça de Lincoln durante um exame que ocorreu após a sua morte, e inicialmente foi dado a Lyman Beecher Todd – um primo da primeira-dama Mary Todd Lincoln.

Sem encontrar o lugar perfeito para guardar a inquietante lembrança, Todd embrulhou e protegeu o cabelo do presidente num telegrama do Departamento de Guerra – que tinha recebido após o seu assassinato. O telegrama foi passado de geração em geração, através do filho de Todd, James A. Todd, que detalhou o artefacto numa carta de 12 de fevereiro de 1945.

“A mecha de cabelo de Abraham Lincoln foi cortada da sua cabeça, e foi entregue ao meu pai durante a realização da autópsia, permanecendo inteiramente sob a custódia da nossa família desde aquela altura”, explicou James A. Tood.

Apesar de Lincoln ter sido assassinado em 1865, o cabelo e o telegrama mantiveram-se intactos. Foram testados e tidos como legítimos antes de serem leiloados.

Bobby Livingston, vice-presidente executivo da RR Auction – a casa de leilões – explicou que nesta situação específica sabe claramente a origem das peças, uma vez que “veio de um membro da família que estava ao lado da cama do presidente”.

Segundo o ATI, o telegrama do Departamento de Guerra que Todd recebeu na noite da morte de Lincoln, foi enviado por George H. Kinnear – seu assistente nos correios de Lexington, Kentucky.

A curiosa decisão de entregar a mecha de cabelo de Lincoln a um dos primos da sua esposa traz algumas informações históricas. Lyman Beecher Todd era mais do que um parente por casamento. Todd aproximou-se dos Lincoln durante as suas visitas a Lexington, no Kentucky, antes da Guerra Civil.

Foi Lincoln quem garantiu que o Todd fosse nomeado o carteiro oficial de Lexington, o que ocorreu logo após a eleição do presidente.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Abraham Lincoln foi presidente dos EUA entre 1861 e 1865, e ficou conhecido pela sua luta para abolir a escravatura. Foi assassinado por John Wilkes Booth quando estava a assistir a uma peça de teatro no Ford’s Theatre, com a sua esposa Mary.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.