Paulo Cafôfo é candidato à liderança do PS/Madeira

PS Madeira / Flickr

Paulo Cafôfo

O PS/Madeira tem eleições diretas para eleger o presidente do partido a 9 de maio. A candidatura de Paulo Cafôfo é a primeira formalizada ao cargo.

O deputado socialista no parlamento da Madeira Paulo Cafôfo apresentou este sábado a sua candidatura à liderança do PS/Madeira para “afirmar uma alternativa” política na Região Autónoma.

Candidato-me à liderança do PS com uma convicção que estou a prestar o meu melhor contributo para afirmar uma alternativa que é capaz de mobilizar os madeirenses e porto-santenses (…) e por um dever de responsabilidade que sinto de não recuar e de manter a esperança (…) numa mudança política que vai acontecer mais cedo do que eles [PSD/CDS] pensam”, disse o candidato, no Funchal, na apresentação da sua candidatura, sob o lema “Avançar a Madeira pelas pessoas”.

O PS/Madeira tem eleições diretas para eleger o presidente do partido a 9 de maio, sendo esta a primeira candidatura formalizada ao cargo. A nova direção do partido será empossada no congresso marcado para 23 e 24 do mesmo mês.

Paulo Cafôfo disse haver no arquipélago da Madeira “uma maioria social” que apoia o PS e a mudança política que quer protagonizar na região. “Aquilo que nós temos de fazer é transformar essa maioria social em maioria política, é esse o desafio e só não o conseguimos porque o CDS decidiu prolongar a agonia deste regime na região.”

A Madeira é governada há 44 anos por executivos liderados pelo PSD, que nas últimas legislativas regionais, em 2019, perdeu pela primeira vez a maioria absoluta, havendo agora um governo de coligação PSD/CDS na região.

“Esta coligação do PSD e do CDS é uma fraude porque defraudou as expetativas de quem neles votou. O PSD e o CDS têm sido os protagonistas de uma perturbação social e política”, disse Paulo Cafôfo, exemplificando com a “novela” na nomeação do diretor clínico do Serviço Regional de Saúde, que levou à demissão de 33 diretores de serviços.

Paulo Cafôfo, duas vezes eleito presidente da Câmara Municipal do Funchal com o apoio do PS, encabeçou, como independente, a lista de candidatos dos socialistas às regionais de 22 de setembro passado, nas quais o partido elegeu 19 deputados, passando a ser a maior força política da oposição na Madeira.

A seguir às regionais de 2019, em novembro, Paulo Cafôfo filiou-se no PS, assumindo na altura a disponibilidade para se candidatar a líder do partido na Madeira.

Cafôfo assegurou este sábado que a sua candidatura marca “um novo ciclo no interior” do PS/Madeira que se vai concretizar ao nível da unidade e fortalecimento do partido, reforçando a sua influência política e social; nas eleições autárquicas e na afirmação dos socialistas como alternativa política na Região Autónoma da Madeira.

“O PS é um partido autonomista e é comigo, à frente do PS, que vamos refundar e aprofundar a autonomia, noutra estratégia, noutra visão para a nossa região”, garantiu, sublinhando: “Não podemos viver de uma conspiração constante inventada por parte do PSD”.

“Eu quero que haja uma construção de soluções e não uma construção de conspirações e é por isso que esta autonomia que defendo é uma autonomia que não pode servir, nem para criar medos, nem para fomentar vassalagens“, referiu.

Paulo Cafôfo disse ainda que “sem decisão não há autonomia e essa decisão implica que a região e o governo desta região não se exclua de estar presente dos centros de decisão”.

“Esta autonomia é uma autonomia da responsabilidade, que serve para unir os madeirenses e não para dividir, temos de estar juntos porque os desafios implicam que todos estejamos no mesmo barco com opiniões diferentes mas não ponham madeirenses contra madeirenses”, afirmou.

Estiveram na apresentação desta candidatura o presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Gouveia, e o deputado à Assembleia da República Carlos Pereira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hesitação anedótica dos deputados do PSD Madeira terá sido motivada por pressões de Rui Rio

O momento anedótico protagonizado pelos deputados do PSD Madeira, no Parlamento, aquando do chumbo às transferências de mais dinheiro para o Novo Banco, terá sido motivado por pressões de Rui Rio sobre o presidente do …

Estudo prevê menos de 2 mil novos casos diários no Natal

No Natal, Portugal deverá registar menos de dois mil novos casos diários de covid-19, segundo uma projeção da Faculdade de Ciência da Universidade de Lisboa divulgada hoje. Neste momento regista-se uma redução de 2,7% de novos …

A brilhar na seleção e sem lugar no Sporting, Plata é pretendido pelo Leicester

Depois de somar um par de boas exibições ao serviço da seleção equatoriana, Gonzalo Plata está a ser sondado pelo Leicester. O jovem de 20 anos não tem sido opção no Sporting. Gonzalo Plata tem atraído …

"É impensável um relaxamento". Entre novas medidas, Itália impõe quarentena a turistas nacionais e estrangeiros no Natal

O governo de Itália aprovou a quarentena obrigatória para cidadãos italianos que estejam no estrangeiro entre 21 de dezembro e 6 de janeiro e regressem ao país e para turistas, para prevenir uma "terceira vaga" …

Esta à porta mais um fim de semana de restrições. Concelhos “fecham” a partir das 23h

Entre as 23h00 desta sexta-feira e as 23h59 de terça-feira estão proibidas as deslocações para fora do concelho de residência habitual, salvo algumas exceções previstas na lei. Nesta sexta-feira, o Parlamento prepara-se para dar “luz verde” …

Lucas Veríssimo tem dado dores de cabeça ao Benfica, mas "poderá sair de graça em janeiro"

O presidente do Santos, Orlando Rollo, avisa que há o sério risco de Lucas Veríssimo sair a custo zero já em janeiro. O SL Benfica está ainda a estudar a sua contratação. O negócio de Lucas …

Tabelas do IRS podem significar aumento do salário mínimo até 685 euros

A divulgação das novas tabelas de retenção na fonte de IRS sugere que o salário mínimo nacional possa aumentar até aos 685 euros. O valor a partir do qual salários e pensões passam a descontar IRS …

Arquipélago na "Atlântida britânica" sobreviveu a tsunami há 8 mil anos

Cientistas acreditam que uma parte de Doggerland, uma antiga civilização conhecida como a "Atlântida britânica", tenha sobrevivido ao tsunami que inundou a região há 8 mil anos. Doggerland foi uma civilização antiga no Mar do Norte, …

Plano de vacinação pode prolongar-se até março de 2022. Normalidade pode regressar já no próximo verão

Portugal vai receber 22,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 que chegam para imunizar toda a população, mas o processo vai decorrer em três fases, a última das quais poderá prolongar-se até ao …

Partidos concordam com o alívio no Natal (mas plano de vacinação não satisfaz Marcelo)

Com o voto favorável do PSD assegurado, o Parlamento vai aprovar, esta sexta-feira, o decreto presidencial com a segunda renovação do estado de emergência desta segunda fase da pandemia. Depois da reunião no Infarmed, Marcelo Rebelo …