Pastor que pediu a execução de todos os homossexuais é o primeiro cidadão banido da Irlanda

Youtube

Pastor Steven Anderson

O pastor cristão fundamentalista Steven Anderson, um norte-americano que nos últimos anos tem pedido a execução de todos os homossexuais, é a primeira pessoa a ser banida da Irlanda.

Segundo avançou o Raw Story na segunda-feira, Steven Anderson planeava pregar para uma congregação na Irlanda, a 26 de maio. Foi necessária apenas uma petição ‘online’ assinada por 14 mil – e criada pelo grupo cristão de mudança dos direitos dos homossexuais Changing Attitude Ireland -, para o Governo agir, reportou o Daily Beast. Esta é a primeira vez que o país usa os poderes de exclusão, introduzidos em 1999.

De acordo com o Independent, no domingo, quando soube das intenções do pastor fundamentalista, o ministro da Justiça da Irlanda, Charles Flanagan, assinou a ordem de exclusão, que tem efeitos imediatos.

“Eu assinei a ordem de exclusão sob os meus poderes executivos no interesse da política pública”, indicou Charles Flanagan ao Irish Times. A seção 4 do Ato de Imigração da Irlanda de 1999 permite que o ministro assine uma ordem de exclusão se “considerar necessário no interesse da segurança nacional ou da política pública”.

O Guardian noticiou que o pastor estava a programar dar um sermão para 150 seguidores, num local secreto em Dublin, sobre as consequências da legalização do aborto na Irlanda, que ocorreu no ano passado.

Steven Anderson, que fundou uma igreja batista fundamentalista independente no Arizona (EUA) em 2005 – designada Faithful World Baptist Churchtem estado no centro das controvérsias desde 2009, quando afirmou à sua congregação que orou todas as noites pela morte do então Presidente Barack Obama.

Citando passagens bíblicas, em 2014, propôs o assassinato de todos os homossexuais para “erradicar a SIDA” e, em 2016, elogiou o massacre de 49 pessoas num ataque a um clube noturno na Florida (EUA).

A Faithful World Baptist Church é listada como um “grupo de ódio” anti-LGBT pelo Southern Poverty Law Center (SPLC), uma organização americana de defesa legal sem fins lucrativos. No seu site, a igreja descreve a homossexualidade como “um pecado e uma abominação que Deus pune com a pena de morte”.

O Guardian indicou ainda que organizações judaicas nos EUA acusam o pastor de promover a negação do Holocausto. Num vídeo divulgado em 2015, argumentava que os judeus não foram queimados em fornos, mas morreram de fome e doenças nos campos de concentração nazi. Intitulado “Marching to Zion” (“A marchar para Sião”, em português), o vídeo refere uma teoria anti-semita de que os judeus mentiram sobre o Holocausto para criar o estado de Israel.

A decisão da Irlanda surgiu depois de a Holanda ter banido Steven Anderson, que planeava pregar no país a 23 de maio. Ao todo, foi banido de 30 países, incluindo os 28 da União Europeia e outros como a África do Sul, o Canadá, a Jamaica, o Botswana e o Malawi.

O defensor dos direitos dos homossexuais, Peter Tatchell, saudou a decisão do governo irlandês. “A sua glorificação do assassinato em massa cruza uma linha vermelha. É mais do que mero ódio. A Irlanda está certa em proibi-lo [de entrar]”, declarou.

TP, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Os gorilas têm amigos para toda a vida (e fazem grandes festas anuais)

Cientistas concluíram que os gorilas têm amizades que duram para toda a vida, inclusive entre animais que não são parentes, e celebram grandes reuniões anuais. De acordo com o ABC, uma equipa de cientistas concluiu que …

Bengala que guiou bote salva-vidas após o naufrágio do Titanic leiloada por 44 mil euros

Quando o Titanic afundou em águas geladas perto de Newfoundland em 1912, um bote salva-vidas de sobreviventes usou a luz operada por bateria na bengala de uma mulher para iluminar o caminho para a segurança. Essa …

Amostras de sangue de animais de zoológicos ajudam a prever doenças em humanos

Os cientistas querem usar padrões genéticos similares, que estão presentes no sangue de humanos e animais há milhares de anos, para melhorar o prognóstico da doença assistida por computador. Os jardins zoológicos de Saarbrücken e Neunkirchen, …

Encontrado no topo dos Alpes um lago que não devia existir

Um montanhista capturou a formação de um lago "alarmante" no alto dos Alpes franceses depois de a neve glacial ter derretido durante a intensa onda de calor que atingiu a Europa central no final de …

Fogo na Sertã reacendeu e há aldeias cercadas pelas chamas

O incêndio no concelho da Sertã reacendeu à tarde depois de sido dado como dominado durante a madrugada, continuando os fogos no distritos de Castelo Branco a mobilizar mais de mil bombeiros e 15 meios …

Há uma cidade onde o dinheiro cresce das árvores

Morador da remota cidade de Skagway, no Alaska, há cerca de um ano, John Sasfai entra na cervejaria Skagway Brewing Co. e pede uma cerveja artesanal local à base de broto de abeto (árvore conífera …

Os gatos são um problema na Austrália. Matam mais de dois mil milhões de animais selvagens por ano

Quando os gatos vagueiam livremente, pequenos animais selvagens morrem. Na Austrália, a contagem de corpos já excede os dois mil milhões de animais nativos por ano. Na Austrália, investigadores ambientais analisaram centenas de estudos sobre os …

Morreu a antiga apresentadora da RTP Isabel Wolmar

Morreu a antiga apresentadora da RTP Isabel Wolmar. A cara histórica da estação pública tinha 86 anos. A notícia foi avançada pelo amigo Júlio Isidro na sua página oficial de Facebook. No Facebook, o apresentador da …

Cidade americana usa músicas infantis para afastar os sem-abrigo

https://vimeo.com/349252020 A cidade de West Palm Beach, no estado americano da Flórida, está a usar músicas infantis em loop para evitar que os sem-abrigo durmam no parque da cidade durante a noite. Numa tentativa desesperada e bizarra …

Nicolás Maduro acusa EUA de usarem sanções para se apoderarem do petróleo da Venezuela

O Presidente Nicolás Maduro acusou sábado os EUA de usarem as sanções contra a Venezuela como uma maneira de dominar o país para se apoderarem dos recursos petrolíferos venezuelanos. "Os EUA querem dominar-nos para controlar o …