Pastor que pediu a execução de todos os homossexuais é o primeiro cidadão banido da Irlanda

Youtube

Pastor Steven Anderson

O pastor cristão fundamentalista Steven Anderson, um norte-americano que nos últimos anos tem pedido a execução de todos os homossexuais, é a primeira pessoa a ser banida da Irlanda.

Segundo avançou o Raw Story na segunda-feira, Steven Anderson planeava pregar para uma congregação na Irlanda, a 26 de maio. Foi necessária apenas uma petição ‘online’ assinada por 14 mil – e criada pelo grupo cristão de mudança dos direitos dos homossexuais Changing Attitude Ireland -, para o Governo agir, reportou o Daily Beast. Esta é a primeira vez que o país usa os poderes de exclusão, introduzidos em 1999.

De acordo com o Independent, no domingo, quando soube das intenções do pastor fundamentalista, o ministro da Justiça da Irlanda, Charles Flanagan, assinou a ordem de exclusão, que tem efeitos imediatos.

“Eu assinei a ordem de exclusão sob os meus poderes executivos no interesse da política pública”, indicou Charles Flanagan ao Irish Times. A seção 4 do Ato de Imigração da Irlanda de 1999 permite que o ministro assine uma ordem de exclusão se “considerar necessário no interesse da segurança nacional ou da política pública”.

O Guardian noticiou que o pastor estava a programar dar um sermão para 150 seguidores, num local secreto em Dublin, sobre as consequências da legalização do aborto na Irlanda, que ocorreu no ano passado.

Steven Anderson, que fundou uma igreja batista fundamentalista independente no Arizona (EUA) em 2005 – designada Faithful World Baptist Churchtem estado no centro das controvérsias desde 2009, quando afirmou à sua congregação que orou todas as noites pela morte do então Presidente Barack Obama.

Citando passagens bíblicas, em 2014, propôs o assassinato de todos os homossexuais para “erradicar a SIDA” e, em 2016, elogiou o massacre de 49 pessoas num ataque a um clube noturno na Florida (EUA).

A Faithful World Baptist Church é listada como um “grupo de ódio” anti-LGBT pelo Southern Poverty Law Center (SPLC), uma organização americana de defesa legal sem fins lucrativos. No seu site, a igreja descreve a homossexualidade como “um pecado e uma abominação que Deus pune com a pena de morte”.

O Guardian indicou ainda que organizações judaicas nos EUA acusam o pastor de promover a negação do Holocausto. Num vídeo divulgado em 2015, argumentava que os judeus não foram queimados em fornos, mas morreram de fome e doenças nos campos de concentração nazi. Intitulado “Marching to Zion” (“A marchar para Sião”, em português), o vídeo refere uma teoria anti-semita de que os judeus mentiram sobre o Holocausto para criar o estado de Israel.

A decisão da Irlanda surgiu depois de a Holanda ter banido Steven Anderson, que planeava pregar no país a 23 de maio. Ao todo, foi banido de 30 países, incluindo os 28 da União Europeia e outros como a África do Sul, o Canadá, a Jamaica, o Botswana e o Malawi.

O defensor dos direitos dos homossexuais, Peter Tatchell, saudou a decisão do governo irlandês. “A sua glorificação do assassinato em massa cruza uma linha vermelha. É mais do que mero ódio. A Irlanda está certa em proibi-lo [de entrar]”, declarou.

TP, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Maria e Francisco foram os nomes mais populares em 2019

Maria foi, mais uma vez, o nome feminino mais popular em 2019. João foi atirado para segundo lugar, sendo destronado por Francisco. Dados do Ministério da Justiça, divulgados pela TVI24, revela que, este ano, foram registadas …

Tensão nas eleições da JSD-Porto levam à intervenção da PSP

Rodrigo Passos foi eleito, no sábado, como novo líder da JSD-Porto, substituindo Rosina Ribeiro Pereira, que deixou algumas palavras duras para comentar o que se passou no ato eleitoral. Segundo o Público, Rosina Ribeiro Pereira, eleita …

Livre não aplica sanção a Joacine, mas condena declarações da deputada

O Livre decidiu não aplicar qualquer sanção disciplinar a Joacine Katar Moreira no seguimento do conflito entre Direção e deputada que surgiu após a polémica abstenção num voto no parlamento sobre uma investida israelita na …

Rio alerta para "claro divórcio entre a sociedade portuguesa e os partidos políticos"

O presidente do PSD, Rui Rio, disse ontem, em Paredes, no distrito do Porto, haver "um divórcio entre a sociedade e os partidos", defendendo que só uma maior "abertura" das estruturas às "pessoas" pode inverter …

Megaoperação de combate à pedofilia detém mais de 30 pessoas

Mais de 30 pessoas foram detidas em onze países no âmbito de uma megaoperação de combate à pornografia infantil realizada pela Europol e pela polícia nacional de Espanha, país onde foram presos mais de metade …

Grandes hotéis acusados de ignorar tráfico sexual. Queixa em grupo relata casos de 13 mulheres

Uma ação judicial deu entrada segunda-feira em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos (EUA), com vários grandes grupos hoteleiros a serem acusados de lucrar com o tráfico sexual, ignorando os crimes e os danos nas vítimas. Segundo …

Líder da Birmânia, Suu Kyi, vai a Haia defender o país de acusação de genocídio

A líder birmanesa Aung San Suu Kyi decidiu comparecer perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) para defender o seu país da acusação de genocídio contra a minoria muçulmana rohingya, durante uma audiência de três …

Impeachment. Democratas preparam-se para avançar com duas acusações formais contra Trump

Os democratas estarão a planear apresentar esta terça-feira dois artigos de impeachment que acusam Donald Trump de abuso de poder e obstrução do Congresso. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o Comité …

Esquema de venda de droga na darkweb. Fortuna em bitcoins fica nas mãos do Estado

Pedro e Rita vendiam droga para todo o mundo na darkweb. Agora, a fortuna em bitcoins acabou por ficar nas mãos do Estado. Pedro, um engenheiro informático, e Rita, uma web designer, montaram um esquema para …

CDS e PAN querem regime protetor do denunciante no combate à corrupção

CDS e PAN vão apresentar propostas no combate à corrupção que tem sido discutido desde segunda-feira. Os partidos querem um regime protetor do denunciante. Numa iniciativa de combate à corrupção, o CDS e o PAN vão …