“Injustamente, Passos Coelho levou com o rótulo de perigoso liberal”

horasis / Flickr

Miguel Pinto Luz

Miguel Pinto Luz, candidato à liderança do PSD, não tem medo de o admitir: sem contar com Sá Carneiro, o presidente do PSD com quem tem mais afinidade é Pedro Passos Coelho.

No programa Bloco Central, da TSF, Miguel Pinto Luz disse: “Identifico-me mais com Passos Coelho, mas chamo-me Miguel Pinto Luz”. Sem margem para dúvidas, o presidente do PSD com quem Miguel Pinto Luz tem mais afinidades é Pedro Passos Coelho. “Injustamente, levou com o rótulo de perigoso liberal.”

Pinto Luz afirmou ainda que irá apresentar um programa diferente daquele que Rui Rio apresentou nas últimas eleições. No topo das suas prioridades está o Serviço Nacional de Saúde (SNS) que “está a ser desmantelado” ao ponto de qualquer dia não haver “meios para acudir ao que aí vem”.

Críticas ao atual presidente também não faltaram. O vereador de Cascais acusou Rio de ter transformado o PSD “no partido de um homem só“, sendo que uma das divergências registadas foi o voto do PSD contra a descida dos preços dos passes. “Esta foi uma iniciativa que nasceu dos autarcas do PSD de Lisboa” que “aumenta a competitividade das áreas metropolitanas e que dá acesso às pessoas”.

Em relação ao Aeroporto do Montijo, à necessidade de reformar a segurança social e à descida do IVA da eletricidade e do gás de 23% para 6%, Miguel Pinto Luz também pensa de forma diferente da de Rui Rio. “Não faz sentido” reduzir o IVA quando “uma das prioridades do país é atingir a neutralidade carbónica”, afirmou na entrevista.

Ainda assim, os candidatos estão de acordo num ponto: é ao centro que se ganham eleições. “O PSD tem de se posicionar ao centro, porque é ao centro que se ganham eleições. Quando o PSD nessas guerras estéreis de perceber qual é a pureza ideológica do partido, num partido que tem por base um catch all party, só tem a perder”.

Sobre o Orçamento do Estado para 2020, Pinto Luz insiste que, se fosse ele o líder, o PSD nunca decidiria o sentido de voto sem conhecer o documento.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O sr. Miguel Luz está equivocado. O sr. Pedro Coelho não é, nunca foi, nem tão pouco foi considerado como liberal ou defensor das ideias do Liberalismo, muito pelo contrário, o sr. Coelho é um neoliberal assim como é o sr. Luz.

  2. Passos Coelho levou o rótulo de “perigoso liberal” por dois motivos: “perigoso” porque fez mal a milhões de portugueses, “liberal” porque um social-democrata não pode dizer que vai cumprir o défice “custe o que custar” (por analogia, se alguém tem dívidas e as quer pagar não vai assaltar ninguém para arranjar dinheiro, há um limite ético que não pode ser ultrapassado).
    Foi por isso que este sr. Pinto Luz apareceu. O sr. Montenegro era porta voz do governo na altura, governo que estava ao serviço dos alemães e por isso tem uma canga bastante negativa. O sr. Pinto Luz não tem essa canga mas é farinha do mesmo saco. Devem fazer ambos parte da seita maçónica que precisa do Estado para sobreviver.

Carros importados poderão reaver ISV pago em excesso desde 2017

A Autoridade Tributária foi condenada a devolver parte do Imposto Sobre Veículos (ISV) cobrado sobre dois carros usados importados em 2017. Segundo o jornal Público, esta é a primeira vez que a sentença envolve um imposto …

Juventude Popular suspende congresso do próximo fim de semana

O XXIV Congresso da Juventude Popular, agendado para sábado e domingo, em Braga, foi suspenso e será reagendado 15 dias depois do levantamento do estado de emergência, decidiram esta terça-feira os órgãos da estrutura que …

Novo líder do Aliança reúne-se com Rui Rio (com autárquicas em cima da mesa)

Paulo Bento, recém-eleito presidente do Aliança, e Rui Rio, líder do PSD, vão encontrar-se esta quarta-feira. Em cima da mesa vão estar as eleições autárquicas do próximo ano. De acordo com o Público, o encontro destina-se …

Mais de 60% dos portugueses deixaram de ir a restaurantes. Só 33% considera que o Estado prioriza a saúde

A nível nacional, 63% dos portugueses que continuaram a ir a espaços de restauração indicaram o convívio familiar com principal motivo da deslocação. A nível dos cuidados de saúde apenas 33% dos portugueses consideram que …

Santa Casa contratou Paulo Pedroso como consultor por 3700 euros

O ex-ministro socialista Paulo Pedroso, actual director da campanha presidencial de Ana Gomes, foi contratado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) em Setembro passado, com um ordenado de 3700 euros e efeitos retroactivos …

Covid-19. Médicos devem dar prioridade a quem pode recuperar vida normal e não à idade

Os doentes que podem recuperar para uma vida normal devem ter prioridade face aos que têm baixa probabilidade de recuperação e a idade não pode por si só ser critério, recomenda um parecer do Colégio …

"Há doentes a ficar para trás". Ex-ministro da Saúde diz que mortes por falta de cuidados são inaceitáveis

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes afirmou esta terça-feira que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a ser exposto a um teste de stresse devido à pandemia e que não é aceitável que …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar a médica que divulgou receita para enganar testes à covid-19

Depois de médica divulgar receita para os possíveis infetados testarem negativo à covid-19, a Ordem dos Médicos abriu o terceiro processo contra membros do movimento que contesta o uso de máscaras - os "Médicos pela …

Aprovado alargamento das taxas agravadas do IMI e IMT para empresas em offshores

As empresas localizadas em offshore que criem um veículo para deter imóveis em Portugal vão passar a estar sujeitas a taxas agravadas de IMI e de IMT, segundo uma proposta aprovada pelo Parlamento nesta terça-feira. A …

Processo de contratação pública "é um terror" que "torna um inferno" o trabalho do Estado

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, afirmou esta terça-feira que "o processo de contratação pública é um terror" que "torna num inferno" o trabalho do Estado e das empresas que fazem investimento público. "O processo …