Passos Coelho diz que “não tinha consciência” que devia pagar à Segurança Social

eppofficial / Flickr

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro disse esta segunda-feira que estava convencido que, há 15 anos, as contribuições para a Segurança Social dos trabalhadores independentes eram “de opção” e sublinhou que não teve qualquer intenção de não cumprir as suas obrigações contributivas.

“Eu não tinha consciência que essa obrigação era devida durante esse período, evidentemente que poderia ter tido conhecimento disso por outra via e poderia até ter sido notificado pela Segurança Social na altura dessa situação, mas não fui. Não existe, portanto, da minha parte nenhuma intenção de não cumprir com essas obrigações, estava convencido que elas eram, nessa época, de opção e que, portanto, eu não tinha esses anos de carreira contributiva”, afirmou o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

Passos Coelho, que respondia a questões dos jornalistas à margem de uma visita ao SISAB, referiu ainda que a dívida que tinha de mais de 2.800 euros à Segurança Social – correspondentes às contribuições entre outubro de 1999 e setembro de 2004, está saldada e que não invocou a sua prescrição como poderia ter feito.

“Nunca tive durante estes anos nenhuma informação, nenhuma notificação sobre a não regularidade da minha situação contributiva e quando me apercebi que havia uma dívida que poderia ser invocada como prescrita, eu não invoquei a prescrição e regularizei-a. Portanto, quando fui confrontado com esta situação procurei pagar o que a Segurança Social deu nota para pagar”, adiantou ainda Passos Coelho.

O primeiro-ministro nota também que não teve qualquer “benefício ou regalia” e que recebeu o tratamento devido a “qualquer cidadão”.

Passos Coelho refere ainda que não regularizou a dívida quando teve conhecimento dela, em Novembro de 2012, porque, na altura, pensou que seria melhor só pagar depois de deixar o governo, de forma a não dar a ideia de que estava a “usufruir de algum benefício particular”. Mudou de ideias e pagou agora “para acabar de vez com qualquer dúvida”, salienta.

Quanto às críticas e pedidos de esclarecimento da oposição, Passos Coelho nega a ideia de ser “caloteiro“, como acusou o Bloco de Esquerda, e conclui que “disse tudo o que sabia e aquilo que é a verdade”.

ZAP, Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se nao tem consciencia que tem encargos fiscais, então só pode ser, desculpem a expressão, demente. Apenas estes e as crianças estão desculpados de não saberem destas coisas. Ó senhor doutor, já estavas era a servir mestres nas obras em Espanha, longe!

  2. Está a gozar não está? Das duas uma, ou está a mentir com toda a força, ou então desculpem a expressão “é atrasadinho”. Sinceramente não acredito na segunda. Em qualquer dos casos ou não tem a minima competência, ou não temidoniedade para estar à frente dos destinos do pais. O problema é que os Portugueses amanhã já não se lembram destas coisas. Como muitas outras. O problema real é que há muitos Portugueses que tambem são assim “chicos Espertos”?

  3. Acho realmente piada “sem achar graça”. Estes erros do sistema custam caro a muitos Portugueses no dia a dia. Portugueses esse que, mesmo com erros do sistema não podem alegar desconhecimento de causa. Existem de um lado os pequenos contrbuintes que são bandidos até prova em contrario e do outros lado os contribuintes VIP que são os que escapam e continuam a escapar a tudo.
    Perseguimos e bem a fraude dos XXX,XX €, mas deixamos passar impunemente a fraude dos XXX.XXX.XXX,XX €

  4. nao vale a pena gastar cera com um ruin defunto ele so serve para lixar a malta e um vil malandro nao sou homem de vinho mas vou-me emborrachar quando este quadrúpede perder as eleições odeio odeio odeio ate ao fim do mundo

RESPONDER

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …