Restaurantes, hotéis ou shoppings. “Passe verde“ vai permitir que vacinados retomem vida em Israel

O país que lidera a vacinação à covid-19 prepara o terceiro desconfinamento, e já decidiu que só os que tiverem um “passe verde” a comprovar que foram vacinados, podem ter acesso às atividades económicas e de lazer que vão reabrir.

Quase 50% da população que escolheu ser vacinada contra a covid-19 irá receber um “passe verde” uma semana após a segunda dose, assim como todos aqueles com imunidade presumida após contrair a doença.

A partir de domingo, dia 21 de fevereiro, o passe dará acesso a ginásios, hotéis, piscinas, espetáculos, shoppings e locais de culto. Os restaurantes e bares só estarão incluídos a partir do início de março, avança o The Guardian.

Para a restante população as atividades irão permanecer fora do seu alcance, embora alguns locais se encontrem disponíveis para fornecer a realização de testes ao coronavírus.

“É assim que será o primeiro momento de retorno às vidas quase normais”, disse o ministro da Saúde, Yuli Edelstein. O passe está a ser lançado através de uma aplicação móvel.

Por outro lado, o Ministério da Saúde também está preocupado com o facto da documentação da vacinação poder ser falsificada e alertou que qualquer pessoa que seja apanhada nestas circunstâncias poderá ser multada.

Enquanto isso, com informações limitadas sobre de que forma as pessoas vacinadas ainda podem transmitir a doença, permanece a preocupação sobre se a mudança pode levar a um aumento do contágio.

Embora o “passe verde“ seja um método provisório para reabrir a economia, serve como forma de tentar persuadir as pessoas que resistiram até agora a receber a vacina a tomá-la, numa altura em que as taxas de vacinação diárias estão cada vez mais baixas.

“Ser vacinado é um dever moral, é parte da nossa responsabilidade mútua ”, tem frisado Yuli Edelstein. Face à reabertura de atividades que se prepara no país e à resistência que se têm verificado junto dos cidadãos, o ministro tem repetido várias vezes o aviso: “Quem não for vacinado, vai ficar para trás”.

Um outro objetivo da nova política é permitir que as pessoas vacinadas possam ir de férias sem terem de se isolar. Neste sentido, o país já assinou acordos com a Grécia e o Chipre, mas ainda está a analisar de que forma vão funcionar.

A iniciativa de Israel de separar os cidadãos no acesso a atividades públicas em tempos de pandemia, bloqueando o acesso aos que não querem ser vacinados (decisão que é voluntária) levanta uma série de questões legais e éticas, envolvendo temas delicados como segurança pública, discriminação, livre escolha e privacidade, conforme lembra o jornal The New York Times.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Telescópio FAST detetou três misteriosos sinais rádio do ainda jovem Universo

O gigante telescópio chinês FAST (Five Hundred Metre Aperture Spherical Telescope) detetou três misteriosas rajadas rápidas de rádio (FRB) que ocorreram quando o Universo era ainda jovem. As rajadas rápidas de rádio são um dos …

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …

Queixas por cibercrime disparam. Fraude com MB Way foi o crime mais denunciado

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. MB Way é um dos sistemas onde estão associadas mais …