Paraíso português das criptomoedas pode “desequilibrar” Europa

1

A eurodeputada social-democrata Lídia Pereira considera que regimes “agressivos” de criptoativos como o português podem desequilibrar o mercado único.

Portugal é considerado um paraíso das criptomoedas, uma vez que estas não são taxadas. Esta foi uma das razões que levou, por exemplo, um dos maiores embaixadores mundiais da bitcoin, Didi Taihuttu, a criar uma criptoaldeia autossustentável no Algarve.

Em Portugal, as criptomoedas são vistas como uma forma de pagamento e, portanto, não são taxadas. Já as empresas que lidam com criptomoedas pagam impostos pelos serviços cobrados. Por outro lado, em países como os EUA, as criptomoedas são taxadas como “propriedade”, à imagem do que acontece com as ações ou o imobiliário.

A eurodeputada do PSD, Lídia Pereira, que redigiu o relatório sobre a posição política para a fiscalidade cripto e as novas tecnologias, considera que Portugal “pode estar a contribuir para um certo desequilíbrio” dentro do mercado único europeu.

Depois de ser aprovado, o documento em questão tem como objetivo uma fiscalidade comum entre os 27 Estados-membros para as criptomoedas e restantes ativos virtuais.

“Antes de mais não podemos chamar paraíso fiscal a Portugal porque um paraíso fiscal é uma jurisdição onde há uma opacidade e dificuldade em aceder a determinado tipo de informações”, começa por explicar Lídia Pereira ao Jornal de Negócios.

A crítica da eurodeputada social-democrata passa pela “disparidade que existe em termos de regimes fiscais na UE”, pelo que “é preciso agir em conformidade com a realidade do espaço europeu”.

Lídia Pereira considera que regimes “competitivos” e “agressivos” como o português podem desequilibrar o mercado único na Europa.

“Diria que Portugal pode estar a contribuir para um certo desequilíbrio, mas para o qual tem responsabilidade de dar resposta”, atira a eurodeputada em declarações ao Negócios.

“Temos regimes fiscais bastante diferentes nos 27 Estados-membros e no fundo podemos usar plataformas diferentes, mas é preciso garantir que de certa forma há aqui uma base comum sob pena de estarmos a contribuir para um mercado que de certa forma pode ser distorcido”, acrescenta.

  ZAP //

1 Comment

  1. Aleluia! Os políticos acordaram paras as cripto moedas e como sempre, vão tentar mexer e estragar.

    Tinhamos a oportunidade de ser um hub mundial para empresas, iniciativas, empreendedores, projetos…etc para cripto moedas mas agora, o Adamastor acordou. A reboque de meia dúzia de noticias, o politico Tuga infoexcluído está agora em cima do acontecimento e pronto para ligar o complicómetro.

    Regular os preços dos combustíveis?? NAHHHHH!!!! Colocar travão no escândalo dos valores pagos por LT de gasolina e gasóleo (ainda ontem abasteci o carro e paguei 2,13€ por litro de 95 aditivada)?? Nem pensar!!! Vamos é criar legislação para umas cenas esquisita que andam para aí…. as Mipkoins, ou lá o que é…. mas antes vamos criar um grupo de trabalho. Vê lá no teu partido quem precisa de ganhar umas massas extra a participar numas reuniões.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.