Papa Francisco aprova manutenção do Banco do Vaticano

Mazur/catholicnews.org.uk / Flickr

-

O papa Francisco aprovou uma proposta para manter o Instituto para as Obras da Religião (IOR), o Banco do Vaticano, afirmando “a importância da sua missão para o bem da Igreja Católica”, anunciou o Vaticano.

Francisco confirmou a opção que parecia mais provável, a manutenção de uma instituição mais reduzida e melhor controlada. O encerramento da instituição foi sugerido e desejado por algumas pessoas, sobretudo depois dos escândalos de atividades de branqueamento de dinheiro.

“O papa aprovou uma proposta sobre o futuro do IOR, reafirmando a importância da sua missão para o bem da Igreja Católica, a Santa Sé e o Estado do Vaticano. O IOR vai continuar a servir com prudência e fornecer os seus serviços financeiros especializados à Igreja Católica em todo o mundo”, referiu o comunicado do Vaticano esta segunda-feira.

Graças à “confirmação da missão do IOR”, o presidente da instituição, Ernst Von Freyberg, nomeado pelo papa Bento XVI há pouco mais de um ano, e a sua direção vão poder “finalizar o seu plano para assegurar que o IOR possa cumprir a sua missão como parte das novas estruturas financeiras da Santa Sé”.

Este plano “será apresentado ao conselho de cardeais do papa e ao novo Conselho para a Economia”.

“Os serviços benéficos que podem ser oferecidos pelo IOR ajudam o papa na sua missão de pastor universal e ajudam também as instituições e pessoas que colaboram com o papa Francisco”, explicou o Vaticano.

De acordo com a nota, as suas atividades estarão “sobre a supervisão da Autoridade da Informação Financeira (AIF – órgão de controlo criado por Bento XVI e reforçado pelo papa Francisco)”, e “um quadro legal e institucional para regular as atividades financeiras dentro da Santa Sé e do Vaticano”.

Numa reação transmitida à agência AFP, o porta-voz do IOR, Max Hohenberg, saudou “o reconhecimento [pelo papa] da validade da missão de serviço e o trabalho feito durante os últimos doze meses”.

Acabar com a corrupção no Banco do Vaticano

O IOR é a instituição financeira pela qual passam os fundos das atividades das congregações do mundo inteiro.

Instituições católicas, eclesiásticas, os empregados e ex-empregados do Vaticano, as embaixadas e diplomatas acreditados podem ter contas no IOR. As contas que não estavam inscritas nestas categorias foram fechadas.

No final de 2012, os fundos dos clientes eram de 6,3 mil milhões de euros, geridos pelo IOR, que dispõe de um património líquido de 769 milhões de euros.

O papa Francisco comprometeu-se em realizar uma reforma no IOR, instituição afetada por numerosos escândalos financeiros, nomeadamente com o branqueamento de capitais da máfia.

O cardeal australiano George Pell, que dirige o novo secretariado (ministério) da Economia, confirmou a importância de um “alinhamento” do quadro jurídico e de regulamentação do Vaticano “com as melhores práticas em vigor a nível internacional”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …