Papa vai abrir arquivos secretos de Pio XII e do Holocausto

Vatican Media / EPA

O papa Francisco anunciou a abertura, a partir de 2 de março de 2020, dos arquivos secretos sobre o pontificado de Pio XII (1939-1958), para esclarecer acusações de que o líder católico ficara calado quanto ao nazismo.

O Vaticano sempre negou que o papa não tenha levantado a voz contra o regime nazi durante a II Guerra Mundial.

“Decidi que a abertura dos Arquivos do Vaticano do pontificado de Pio XII será feita a 2 de março de 2020, exatamente um ano depois do 80.º aniversário da eleição ao Trono de Pedro de Eugénio Pacelli”, anunciou o Papa Francisco ao receber uma representação de trabalhadores do Arquivo Secreto do Vaticano.

No passado, diferentes associações e o comité de diálogo inter-religioso judaico e católico “International Jewish Comitte on Interreligious Consultations”, já tinham pedido para conhecer a documentação sobre aquele pontificado, sobretudo desde que começou o processo de beatificação de Pio XII.

Muitos acusaram o papa Pacelli de não se ter levantado contra os crimes nazis, nem no caso das mais de mil pessoas que foram levadas de Roma, a poucos metros do Vaticano, para o campo de concentração de Auschwitz.

O Papa Francisco sempre apoiou a abertura dos arquivos e já disse que o papa Pio XII salvou muitos judeus em segredo. Mas a grande quantidade de documentos dos quase 20 anos de pontificado atrasaram o trabalho de catalogação. Nos últimos dez anos uma dezena de pessoas esteve a ordenar 16 milhões de documentos.

“Assumo esta decisão depois de ouvir a opinião dos meus colaboradores mais próximos, com uma mente tranquila e confiante, segura de que a investigação histórica, séria e objetiva poderá avaliar de forma correta, com a crítica apropriada, momentos de exaltação desse pontífice, e sem dúvida também momentos de sérias dificuldades, de decisões atormentadas, de prudência humana e cristã”, disse o papa Francisco acrescentando ainda que: “A Igreja não teme a história”.

As aberturas do Arquivo Secreto do Vaticano aos estudiosos começaram em 1881, durante o pontificado de Leão XIII (1878-1903). Posteriormente o princípio seguido pelos papas tem sido o de abrir os arquivos aos estudiosos pontificado após pontificado. Em setembro de 2006, o Vaticano abriu ao público toda a documentação relativa ao pontificado de Pio XI (1922-1939)

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidência da UE. Governo trabalha para encontro com Biden durante "semestre português"

A presidência portuguesa do Conselho da União Europeia quer um encontro com o Presidente Joe Biden ainda durante o primeiro semestre. A presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE) está a trabalhar na realização de …

Vacina da Pfizer. Intervalo entre doses aumenta para 28 dias (e lista de prioritários vai incluir pessoas com trissomia-21)

O intervalo entre a toma das duas doses da vacina da Pfizer/BioNtech contra a covid-19 foi alargado de 21 para 28 dias, anunciou esta segunda-feira o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda …

Caso do avião com cocaína. PJ vai vigiar Aérodromo de Tires 24 horas por dia

A Polícia Judiciária (PJ) vai vigiar as movimentações de aeronaves e passageiros que chegam e saem do Aeródromo de Tires 24 horas por dia. A informação foi adiantada pelo Correio da Manhã, que falou com …

Facebook paga 650 milhões para encerrar litígio sobre vida privada nos EUA

O juiz federal norte-americano James Donato aprovou a indemnização de 650 milhões de dólares (540 milhões de euros) a 1,6 milhões de utilizadores do estado norte-americano do Illinois por parte do Facebook. Este acordo, assinado na …

"Retoma da normalidade". Bruxelas propõe este mês livre-trânsito digital para vacinados e recuperados

A Comissão Europeia vai apresentar este mês uma proposta legislativa para criar um livre-trânsito digital que permita retomar as viagens em altura de pandemia de covid-19, comprovando a vacinação ou a recuperação dos cidadãos. A informação …

Noiva de Khashoggi pede "punição imediata" de Mohammed bin Salman

As declarações da noiva de Jamal Khashoggi surgem depois de as autoridades norte-americanas terem publicado um relatório em que Mohammed bin Salman é acusado de ter ordenado o assassínio do jornalista. Joe Biden está a ser …

Covax permite que países mais pobres comecem a receber a vacina (mas só garante 20% da vacinação)

A Covax visa fornecer vacinas contra a covid-19 a 20% da população de 200 países e territórios que estão incluídos no sistema através de um sistema de financiamento que permite a 92 economias de baixo …

Reino Unido vacinou 20 milhões com 1.ª dose. País deteta casos de variante de Manaus

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, anunciou no domingo que mais de 20 milhões de pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina contra covid-19. "Estou absolutamente encantado por informar que mais …

Famílias numerosas já podem pedir desconto no IVA da luz

As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir desta segunda-feira e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a …

Netflix foi a grande vencedora da noite dos Globos de Ouro

  A 78.ª edição dos Globos de Ouro decorreu de forma virtual, com apresentação de Tina Fey e Amy Poehler e a participação de alguns dos laureados do ano passado. Os Globos de Ouro, prémios de cinema …