Papa vai abrir arquivos secretos de Pio XII e do Holocausto

Vatican Media / EPA

O papa Francisco anunciou a abertura, a partir de 2 de março de 2020, dos arquivos secretos sobre o pontificado de Pio XII (1939-1958), para esclarecer acusações de que o líder católico ficara calado quanto ao nazismo.

O Vaticano sempre negou que o papa não tenha levantado a voz contra o regime nazi durante a II Guerra Mundial.

“Decidi que a abertura dos Arquivos do Vaticano do pontificado de Pio XII será feita a 2 de março de 2020, exatamente um ano depois do 80.º aniversário da eleição ao Trono de Pedro de Eugénio Pacelli”, anunciou o Papa Francisco ao receber uma representação de trabalhadores do Arquivo Secreto do Vaticano.

No passado, diferentes associações e o comité de diálogo inter-religioso judaico e católico “International Jewish Comitte on Interreligious Consultations”, já tinham pedido para conhecer a documentação sobre aquele pontificado, sobretudo desde que começou o processo de beatificação de Pio XII.

Muitos acusaram o papa Pacelli de não se ter levantado contra os crimes nazis, nem no caso das mais de mil pessoas que foram levadas de Roma, a poucos metros do Vaticano, para o campo de concentração de Auschwitz.

O Papa Francisco sempre apoiou a abertura dos arquivos e já disse que o papa Pio XII salvou muitos judeus em segredo. Mas a grande quantidade de documentos dos quase 20 anos de pontificado atrasaram o trabalho de catalogação. Nos últimos dez anos uma dezena de pessoas esteve a ordenar 16 milhões de documentos.

“Assumo esta decisão depois de ouvir a opinião dos meus colaboradores mais próximos, com uma mente tranquila e confiante, segura de que a investigação histórica, séria e objetiva poderá avaliar de forma correta, com a crítica apropriada, momentos de exaltação desse pontífice, e sem dúvida também momentos de sérias dificuldades, de decisões atormentadas, de prudência humana e cristã”, disse o papa Francisco acrescentando ainda que: “A Igreja não teme a história”.

As aberturas do Arquivo Secreto do Vaticano aos estudiosos começaram em 1881, durante o pontificado de Leão XIII (1878-1903). Posteriormente o princípio seguido pelos papas tem sido o de abrir os arquivos aos estudiosos pontificado após pontificado. Em setembro de 2006, o Vaticano abriu ao público toda a documentação relativa ao pontificado de Pio XI (1922-1939)

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Lufthansa aceita condições do resgate. Vai ceder aviões e perder "slots"

O Governo da Alemanha e a Comissão Europeia (CE) chegaram a um acordo sobre o resgate da Lufthansa e que poderá evitar a falência da companhia aérea, anunciaram, na sexta-feira, fontes próximas das negociações e …

Chipre vai pagar despesas das férias a turistas que ficarem infetados no país

O Chipre vai pagar o custo das férias aos turistas que testaram positivo depois de viajarem para o país. Entre as despesas está o alojamento, a alimentação e os medicamentos. O Chipre comprometeu-se a pagar todas …

Tribunais vão vender máscaras a um euro. "É uma margem de lucro de 45 por cento"

Os tribunais vão ter máscaras cirúrgicas à venda para advogados e testemunhas, de modo a garantir que podem entrar nas salas de audiência a partir de quarta-feira, dia em que a Justiça retoma as sessões …

Julgamento BES. Ministério Público acredita que provas da Suíça ainda podem ser utilizadas

O jornal Público escreve este sábado que os procuradores do Ministério Público (MP) acreditam ainda ser possível utilizar os elementos solicitados nas cartas rogatórias enviadas às autoridades suíças no julgamento do caso BES. O Ministério …

Salários mais baixos podem passar a ter lay-off pago a 100%

O Governo está a estudar a possibilidade de o regime de lay-off, desenhado especificamente para o contexto da pandemia de covid-19, passar a ser pago na sua totalidade (100%) para quem tem salários mais baixos. …

Bronca na Liga. Contestação adia 5 substituições e o Marítimo recusa assinar Plano de Retoma

Após dois dias intensos de reuniões, foi aprovado o Plano de Retoma do campeonato nacional para a disputa das últimas 10 jornadas da época 2019/2020. Mas apenas 17 clubes o assinaram. O Marítimo recusou fazê-lo, …

Igreja perdeu 50 milhões de euros com a pandemia (e há dioceses em lay-off)

Ao cabo de dois meses de paragem por causa da pandemia de covid-19, as missas regressam, neste sábado, mas com regras novas para evitar a propagação do coronavírus. Uma paragem que resultou num "prejuízo" de …

Reabertura de ATL adiada para 15 de junho. Creches arrancam segunda-feira (sem apoios para os pais)

As Atividades de Tempos Livres (ATL) não integradas em estabelecimentos escolares só poderão voltar a funcionar a partir de 15 de junho, duas semanas depois daquilo que estava inicialmente previsto. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, …

Governo britânico vai continuar a pagar 80% dos salários durante mais três meses

O Governo britânico vai continuar a pagar durante mais três meses 80% do salário de trabalhadores em lay-off devido à pandemia de covid-19, e reduzir gradualmente o valor até ao fim do sistema, em outubro. O …

Resgate à TAP deverá ser feito através de empréstimo obrigacionista

A ajuda do Estado à TAP deverá chegar através de um empréstimo obrigacionista convertível em ações, avança o jornal Expresso neste sábado. Este é o cenário mais provável para a TAP, apurou o semanário, que …