Pânico no mar. Estranhos ataques de orcas a barcos causam acidentes na costa entre Portugal e Espanha

Desde o Estreito de Gibraltar à Galiza, são muitas as que orcas têm abalroado iates, o que tem vindo a provocar danos nos navios e ferimentos nas tripulações. Os biólogos mostram-se surpreendidos com este comportamento violento e procuram uma explicação.

Nos últimos dois meses os tripulantes têm enviado pedidos de socorro, após o aparecimento de orcas junto dos seus barcos. Podia ser um encontro agradável entre os  humanos e estes mamíferos, ou estes não tivessem a causar o pânico no mar. Nos últimos dois meses, vários barcos perderam parte dos seus lemes, pelo menos um membro de uma tripulação sofreu ferimentos, e vários barcos sofreram grandes estragos.

Segundo o The Guardian, o último incidente ocorreu na tarde de sexta-feira, perto da Corunha, na costa norte da Espanha. Um veleiro da Halcyon Yachts estava a preparar-se para rumar até o Reino Unido quando uma orca bateu, insistentemente, na popa do seu barco de 11 metros. O barco acabou por perder a direção e foi rebocado.

Na mesmo altura, avisos de rádio deram conta de um avistamento de orcas em Vigo, onde aconteceram pelo menos duas colisões recentemente. A 30 de agosto, um navio francês comunicou à guarda costeira que estava “sob ataque” de orcas.

Antes, a 29 de julho – próximo do Cabo Trafalgar – Victoria Morris tripulava um barco de cerca de 14 metros, que acabou cercado por nove orcas. Os mamíferos bateram no barco durante mais de uma hora. Devido à força exercida pelos animais – que comunicam por assobios – o barco rodou 180 graus e acabou por desligar o motor e partir o leme.

O barco está agora a ser reparado, mas ainda assim Morris continua a navegar pela costa espanhola, sendo que na sexta-feira acabou por ser surpreendida por um aviso de rádio: “Todos os navios, todos os navios! Orca no norte de Vigo”.

No mesmo mês, naquela zona, um outro barco teve um encontro de 50 minutos com orcas e o capitão quase deslocou um braço. Às 11h30 da noite anterior, um casal britânico também se viu em apuros e foi apanhado repentinamente pelas orcas que fizeram o barco rodar – conta o The Guardian.

Tidos pelos especialistas como mamíferos sociais e altamente inteligentes, parece estranho este comportamento por parte das orcas. Os biólogos que estudam uma pequena população de orcas presente no Estreito de Gibraltar, assumem que estão curiosos com estes acontecimentos porque apesar de ser normal os animais seguirem os barcos, não é normal que o façam com tanta agressividade.

As autoridades marítimas espanholas alertaram os navios para “manter a distância”. Contudo, os marinheiros garantem que isso pode ser difícil. Para já, os investigadores dizem que ainda é muito cedo para entender a razão que leva as orcas a atingirem os barcos de forma tão violenta. Ainda assim, os especialistas adiantam que este comportamento pode indicar o stress de uma espécie que está em risco de extinção.

Não se sabe se todos estes acontecimentos envolvem o mesmo grupo de orcas, mas é provável que sim. Ruth Esteban, que estudou minuciosamente as orcas de Gibraltar, acha muito improvável que dois grupos diferentes apresentem um comportamento tão incomum.

No entanto, o biólogo Alfredo López realça que as orcas tinham o hábito de subir a costa durante todo o mês de setembro, saindo do Golfo de Cádis até o Golfo da Biscaia.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

António Barreto

Portugal vai ter "um problema de cor de pele" (por muitos anos e com conflitos)

O sociólogo António Barreto considera que Portugal vai "ter um problema" de "cor de pele" e "por muitos anos". Uma ideia defendida numa entrevista onde se reporta para "o que se passa em toda a …

Um laboratório vivo. Há residentes "superimunes" à covid-19 numa pequena cidade italiana

A pequena cidade de Vo, no norte de Itália, tornou-se um dos primeiros locais com um surto de covid-19 da Europa em fevereiro de 2020. Agora, os cientistas descobriram que a cidade abriga um número …

Portugal com duas mortes e 406 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje duas mortes atribuídas à covid-19, 406 novos casos de infeção pelo coronavírus e nova descida no número de internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

Portugal "tem nível de rendimentos baixíssimo". Muitos municípios que perdem população desde o final II Guerra

Portugal tem municípios que perdem população desde o final da II Guerra Mundial e dificilmente fenómenos como o teletrabalho irão alterar esta paisagem, na opinião do geógrafo Álvaro Domingues, da Universidade do Porto. Em entrevista à …

Gestora em teletrabalho esqueceu-se da filha no carro. Bebé encontrada sem vida sete horas depois

Maria Pilar, uma bebé de dois anos, morreu esta sexta-feira, depois de ter ficado esquecida dentro do carro durante cerca de sete horas. A menina de dois anos esteve cerca de sete horas dentro do carro, …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Cimeira Social cheia de boas intenções deixa factura de um milhão de euros (e "erro" na comida da PSP)

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia comprometeram-se, na Cimeira Social do Porto, a "trabalhar em prol de uma Europa social". Mas o evento deixa uma polémica com as refeições distribuídas aos …

Alfredo Casimiro contrata Banco Nomura para vender 50,1% da Groundforce

O principal acionista da Groundforce anunciou este sábado, em comunicado, ter contratado o banco Nomura para assessorar a venda da participação de 50,1% da Pasogal na empresa de handling Groundforce, e pediu "especial atenção" ao …

Transferência para o Wolves. Diogo Jota recorda palavras de Jorge Mendes: "Vês como eu tinha razão?"

Diogo Jota, atual avançado do Liverpool, recuou no tempo e enfatizou a importância de Jorge Mendes na progressão da sua carreira. O avançado internacional português, que se transferiu esta temporada para o Liverpool, trocou o Atlético …

Um total de 19.359 agregados pagaram adicional de solidariedade do IRS

Entre o Continente e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira são 19.359 os agregados com rendimento coletável acima dos 80 mil euros e que, por esse motivo, foram chamados a pagar taxa adicional …

Resort Zmar

Imigrantes já começaram a ser retirados do Zmar (e os donos de casas podem ter de as desmontar)

Os primeiros imigrantes realojados no empreendimento turístico Zmar, em Odemira (Beja), já começaram a ser retirados do local, após a decisão do tribunal contra a requisição civil do Governo. E enquanto se pede a demissão …