Pandemia agrava escassez de microchips. Indústria automóvel é das mais afetadas

A pandemia de covid-19 agravou a escassez de microchips semicondutores – fundamentais para a maioria dos equipamentos eletrónicos, como computadores e telemóveis -, com impacto significativo na indústria automóvel.

Segunda uma reportagem do Expresso, divulgada esta segunda-feira, os Estados Unidos (EUA) estão a ficar sem reservas destes microchips, feitos a partir de silício, com o Presidente Joe Biden a declarar que o país precisa “de cadeias de fornecimento resilientes, diversas e seguras para assegurar a nossa prosperidade económica e a segurança social”.

Em 1990, os EUA eram responsáveis por 37% do fabrico mundial de semicondutores, estando agora nos 12%. A escassez destes materiais levou a Ford, a General Motors e a Fiat Chrysler a encerrarem temporariamente a produção este ano.

De acordo com o Expresso, no início do século 21 havia 0,08 dispositivos eletrónicos por habitante no mundo; em 2020, eram 6,6 aparelhos por pessoa. Cerca de 80% da produção mundial de chips está na Ásia, havendo somente duas empresas a oferecer a tecnologia mais moderna possível – a Samsung, na Coreia do Sul, e a TSMC, em Taiwan.

Para Rodrigo Martins, investigador na área da engenharia de materiais na Universidade Nova de Lisboa e presidente da Academia Europeia da Ciência, a estagnação do sector deve-se à concentração em poucas empresas, passando a solução por menos competição nacional e uma aposta em acordos estratégicos a larga escala entre países asiáticos e EUA.

Na Alemanha, a Bosch anunciou a abertura de uma “fábrica de chips do futuro” antes do final de 2021, que será pioneira na fabricação totalmente automatizada de materiais semicondutores (waffers) de silício.

Rodrigo Martins adiantou igualmente que o silício vai continuar a dominar pelo menos durante os “próximos dez anos”, mas que terá que ser substituído por materiais eletrónicos assentes na nanotecnologia, que sejam “flexíveis, não poluentes e mais rápidos”, com base em grafeno, nanotubos de carbono ou transístores de papel.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …