Pandemia continua a “empurrar” reclusos para fora das grades. Já saíram 2850

Mário Cruz / Lusa

As cadeias portuguesas continuam a soltar reclusos que ainda não cumpriram toda a pena, numa altura em que não existem praticamente casos de infeção por covid-19 no sistema prisional.

O regime especial de perdão das penas, aprovado em abril de 2020, continua em vigor, apesar dos casos de covid-19 serem quase nulos neste no contexto prisional.

Segundo o Público, deputados de vários grupos parlamentares que em 2020 se envolveram na discussão contra e a favor da libertação mostram-se surpreendidos pelo facto de a libertação continuar em vigor, sobretudo depois de a ministra da Justiça ter garantido, em novembro, que não iria voltar a apresentar um novo regime excecional de libertação.

Francisca Van Dunem respondia aos deputados durante a discussão do Orçamento do Estado para este ano e à data contabilizava-se a libertação de 1.867 reclusos no mês de abril através da concessão de um perdão parcial de penas até dois anos.

No entanto, os reclusos continuaram a sair das prisões graças a esse regime. O jornal Público noticia que não foi criado um novo regime excecional, mas como o anterior não tinha sido associado ao estado de emergência continua a lei a vigorar no âmbito da “prevenção, contenção, mitigação e tratamento da infeção epidemiológica”.

Atualmente, segundo os dados da Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, entre abril de 2020 e a última terça-feira, foram libertados 2.851 reclusos.

Ao jornal, o juiz de execução das penas Ramos da Fonseca diz-se “preocupado” com a vigência da lei “numa altura em que a situação sanitária tenda a voltar à normalidade”, ainda que concorde que se mantenha até que “toda a população prisional esteja vacinada”.

Por sua vez, o ministério de Van Dunem explica que a “cessação da vigência [do perdão das penas] está condicionada aos termos da situação excecional da situação de prevenção, contenção, mitigação e tratamento da infeção epidemiológica” uma vez que não foi associado ao estado de emergência, mas à lei e não deu qualquer indicação sobre uma eventual revogação do diploma.

Rui Rio acusa o governo de “destratar justiça”

O presidente do PSD, Rui Rio, acusou hoje o Governo de destratar a justiça e reiterou as críticas à libertação de presos “em barda”, no âmbito do regime especial devido à pandemia de covid-19.

Numa publicação na sua conta oficial da rede social Twitter, Rio acusa o Governo de ir “a caminho do abismo” e partilha a notícia do jornal Público, segundo a qual as cadeias continuam a soltar reclusos ao abrigo do regime especial de perdão de penas, aprovado em abril de 2020.

O presidente do PSD, que sempre foi muito crítico desta medida, incluiu a libertação de presos numa lista de outras críticas recorrentes que tem feito ao Governo na área da justiça.

“Nomear o procurador nacional europeu com critérios políticos, colocar gente amiga no DCIAP [Departamento Central de Investigação e Ação Penal], aumentar fortemente os salários dos magistrados, mentir sobre as nossas propostas e soltar prisioneiros em barda. É assim que o Governo destrata a justiça”, criticou, na publicação no Twitter.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …