Há um país que ainda olha para Saddam Hussein como um herói

Em Amã, capital da Jordânia, é comum encontrar fotografias de Saddam Hussein em adesivos colados em automóveis ou adereços. O ex-ditador parece ser o protagonista de um história com duas versões: se é considerado um assassino por muitos, outros encaram-no como um herói.

Dezassete anos depois de os Estados Unidos terem invadido o Iraque pela segunda vez, e 14 anos depois da morte de Saddam Hussein, o rosto do antigo ditador ainda pode ser visto na vizinha Jordânia. Há até uma conta no Instagram dedicada a identificar a sua imagem na capital Amã.

A Jordânia é um país politicamente moderado e um importante aliado dos Estados Unidos. Perante esta proximidade, a contínua proeminência de Saddam Hussein pode ser uma surpresa, destaca o Atlas Obscura.

A popularidade de Saddam não parece depender do sexo ou da idade, e a verdade é que há muitos cidadãos a olharem para o líder com admiração.

Hala Al-Shwayat, uma jornalista de 23 anos ouvida pelo Atlas Obscura, disse que a personalidade de Saddam convenceu alguns jordanos de que era a única voz na região. “Algumas pessoas que frequentaram a escola comigo para obter o diploma de mestrado, olham para Saddam como uma espécie de herói.”

A popularidade de Saddam na Jordânia remonta a décadas. Segundo o analista iraquiano Mohammed Al-Waeli, Saddam fez questão de cortejar aqueles que não tiveram de passar pelo seu regime. “Ele tinha uma máquina de propaganda muito forte. Saddam realacionou-se com jornalistas árabes, atores e celebridades.”

As atividades internacionais de Saddam remontam a 1979, quando assumiu o poder pela primeira vez na Presidência do Iraque e procurou aliados que pudessem emprestar-lhe legitimidade. Na altura, ofereceu petróleo barato, educação e empregos para a Jordânia de maioria sunita.

Pressionado pelo influxo de refugiados palestinos e pela extrema necessidade de energia, o Governo da Jordânia cedeu e ganhou muito com o relacionamento próximo com o Iraque.

Depois da invasão dos Estados Unidos ao Iraque, o país caiu na violência e no caos, o que acabou por afetar a Jordânia. No país, muitos cidadãos interpretam estas lutas como um sinal de que Saddam foi responsável por manter a paz. “Havia algumas pessoas que consideravam Saddam como um símbolo de paz, especialmente as gerações mais jovens, que não tinham uma compreensão das atrocidades do ditador”, explicou Al-Waeli.

Na Jordânia, um país onde a guerra nos países vizinhos passou a parecer comum, é possível que as pessoas anseiem por uma paz que viram apenas pela metade.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Armas químicas ele não tinha, mas morreu por isso. (?)
    O país com ele estava muito melhor, sem ele virou um caos. Ou não? Se há aqui heróis não serão os americanos, ou são? O Iraque não é uma colônia da América é um país com direito à sua independência. Há países por esse mundo fora onde os direitos das pessoas não são respeitados e as injustiças são gritantes mas estando os governos do lado da América, nenhumas vozes se levantam.
    Fala-se da ocupação do Iraque sem que falem do crime que foi a ocupação do Iraque e as desgraças que com isso originou.
    O maior crime de Saddam Hussein foi ter-se atrevido a enfrentar os americanos, e estar a preparar-se para que o petróleo deixasse de lhe ser pago em dólares lhes fosse pago em euros.

    • Foram os crimes pelo qual ele foi executado, ter desafiado a América e estar a preparar-se para comercializar o petróleo em euros.

RESPONDER

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …

Cheias atingem campos no Bangladesh. Pelo menos seis refugiados Rohingya mortos

Pelo menos seis refugiados Rohingya morreram após as cheias inundarem os campos de refugiados em Bangladesh nos últimos dias, destruindo os abrigos de bambu e plástico e deixando pelo menos 5.000 desabrigados, informou o Alto-comissariado …