/

Pai castiga filha por praticar bullying e obriga-a a ir a pé para a escola

5

Depois de ter sido suspensa da escola por bullying, o pai de Kristen decidiu dar-lhe uma lição: castigou a filha obrigando-a a percorrer oito quilómetros até à escola.

Kristen gozava com os colegas da escola. À segunda queixa, a criança foi suspensa por ter feito bullying. Em casa, o pai decidiu castigá-la também e, durante os dias de suspensão, a menina de dez anos fez o caminho até à escola a pé.

O percurso, de cerca de oito quilómetros, foi dividido pelos três dias de suspensão e Kristen esteve sempre acompanhada pelo pai, que seguia ao seu lado no carro. Mat Cox filmava o caminho e acabou por publicar o vídeo no Facebook, explicando: “esta é uma pequena forma de evitar que o bullying aconteça no meu lar“.

Life lessons!!!!UPDATE: lesson learned! Still has all her extremities intact is happy and healthy and seems to have a new outlook on bullying as well as a new appreciation for some of the simple things in life she used to take for granted #HOLDOURKIDSACOUNTABLE #STOPBULLYING

Publicado por Matt Cox em Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2018

Os pais precisam de responsabilizar os seus filhos. Isto sou eu a mostrar como responsabilizo os meus filhos. Não sou mais um pai que varre os assuntos para baixo do tapete e diz que isto são coisas de crianças”, justificou Matt Cox, citado pelo Expresso.

O objetivo deste castigo, explica o pai ao longo do vídeo, é que a filha não volte a implicar com os colegas e “pense duas vezes” antes de fazer bullying a alguém. “Estou a fazer isto porque penso que é o correto para ensinar uma lição à minha filha.”

A publicação no Facebook foi alvo de muitos elogios, mas também de muitas vozes que criticaram o pai da menina nas caixas de comentários. O pai assegurou que Kristen leu todos os comentários e que voltaria a castigá-la da mesma forma, pois acredita que faz a diferença.

O vídeo do percurso da menina, num dia em que o termómetro marcava 2ºC em Ohio, nos Estados Unidos, tornou-se viral.

  ZAP //

5 Comments

  1. A todos os que o criticaram: porquê!? Por estar frio? Por ter disciplinado a filha? Pois é, dizer não e castigar também dá trabalho, e magoa, não apenas os filhos!!! O pai acompanhou o trajeto todo!
    A todos os outros, eu inclusive: que estejamos alertas para nos podermos aperceber e enfrentar estas e outras situações e não acharmos sempre que os nossos filhos são santinhos ou que nunca erram!

  2. Simplesmente sem palavras.
    Obrigado por ser um Pai, com P maiúsculo. Eu não faria semelhante, mas uma cópia igual e depois telefonava-lhe a agradecer. *****/*

  3. Se fosse o meu filho a fazer bullying, o castigo seria um pouco pior! Eu não aceito que façam bullying sobre o meu filho, mas também não aceito que ele, um dia, o faça. Mas concordo 99% com este pai! O 1% de discórdia é que eu teria ido ao lado, a andar!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.