Padre não deixa Joe Biden comungar por este defender direito ao aborto

patquinnforillinois / Flickr

Joe Biden, antigo vice-Presidente dos EUA e e candidato à presidência nas eleições de 2020

Um padre de uma Igreja Católica deixou que Joe Biden assistisse a uma missa, mas negou-lhe a comunhão por defender o direito ao aborto.

O padre Igreja Católica de Santo António em Florence, na Carolina do Sul, Estados Unidos, não deixou Joe Biden, candidato presidencial e ex-vice-Presidente dos EUA, comungar, sustentando a sua decisão na defesa que aquele político faz do direito ao aborto.

No passado fim de semana, Biden fez campanha na Carolina do Sul e decidiu assistir a uma missa com a sua mulher, em Florence. O casal assistiu à cerimónia e no final, foi-lhe negada a comunhão.



O padre, Robert Morey, disse ao Florence Morning News que “a sagrada comunhão significa que somos um só com Deus, cada um de nós e a Igreja” e que “as nossas ações devem refletir isso”. De acordo com a sua interpretação, esse não é o caso de Joe Biden. “Qualquer pessoa que defenda o aborto coloca-se fora dos ensinamentos da Igreja.”

Segundo o Observador, esta não é a primeira vez que esta situação acontece a Biden. Em 2008, quando o então senador do Delaware foi anunciado como candidato à vice-Presidente de Barack Obama, o bispo de Scranton disse que não iria permitir a comunhão a Biden e a qualquer político que, como ele apoiasse o direito ao aborto.

“Nenhum político católico que apoie a cultura da morte deve ter a sagrada comunhão”, disse na altura o bispo Joseph F. Martino. “Vou ser muito zeloso desta questão.”

Biden tem defendido o direito ao aborto ao longo da sua carreira, apesar de nos primeiros anos da sua passagem pela câmara alta norte-americana ter feito parte de um conjunto de democratas católicos que procuravam restringir o aborto (tendo votado em 1973 a favor de uma lei que prevenia que fundos federais fossem destinados para custear abortos).

Em 2012, num debate entre candidatos a vice-Presidente, disse que pessoalmente era contra o aborto, mas acrescentou que isso não o impedia de procurar legislar de forma a permitir essa possibilidade.

“Em relação ao aborto, eu aceito a posição da minha Igreja de que a vida começa na conceção. É essa a opinião da Igreja. Eu aceito-a na minha vida pessoal. Mas recuso impô-la a pessoas tão devotas [quanto eu], sejam cristãos, muçulmanos ou judeus. Recuso impor isso aos outros”, disse Joe Biden, no debate.

“Não acredito que tenhamos o direito de dizer às outras pessoas que as mulheres não podem controlar o próprio corpo. É uma decisão entre elas e os seus médicos, na minha opinião”, rematou na altura.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cerca de metade dos recuperados apresentam sintomas de "covid longa"

Cerca de metade dos mais de 236 milhões de pessoas que foram infetadas em todo o mundo pelo coronavírus SARS-CoV-2 apresentarão sintomas persistentes pós-covid seis meses depois a infeção, sugere um estudo divulgado esta quarta-feira. Segundo …

Nasceu a PlakTak, uma pastilha elástica que combate a placa bacteriana - e a sua origem é curiosa

Criada inicialmente pelo exército norte-americano para garantir a saúde oral dos seus soldados, a PlakTak pode estar a caminho das prateleiras das lojas. Há muitos avanços tecnológicos que começam no exército e acabam por ser usados …

Futuro subaquático. Várias cidades em todo o mundo ficarão submersas

O aquecimento global está a provocar a subida do nível médio da água do mar. E já existem imagens que mostram o cenário vivido em várias cidades costeiras no futuro. Secas históricas, inundações mortíferas e degelo: …

Chama-se Robin, é um robô e visita hospitais para ajudar as crianças a sentirem-se melhores

Uma simples visita de um robô controlado por humanos encoraja uma perspetiva positiva e melhora as interações médicas das crianças hospitalizadas. Robin é um robô que se move, fala e brinca com as crianças enquanto é …

Pinturas destruídas de Gustav Klimt foram reconstruídas com recurso a Inteligência Artificial

O pintor austríaco Gustav Klimt criou algumas das suas obras mais conhecidas durante a chamada Fase Dourada - que se manteve viva durante a primeira década do século XX. Durante o seu período mais inspirador, o …

É turca, tem 24 anos e mede mais de dois metros. Rumeysa Gelgi é a mulher mais alta do mundo

Aos 24 anos, Rumeysa Gelgi foi confirmada como a mulher mais alta do mundo pelo Guinness World Records. A jovem turca mede cerca de 2,15 metros. A sua altura surpreendente deve-se a uma condição chamada síndrome …

Princesa Amalia, sucessora ao trono holandês, poderá ser rainha se casar com uma mulher

Nos Países Baixos, os casamentos reais precisam da aprovação do Parlamento, mas Mark Rutte já deixou claro que a união homossexual não é um entrave no acesso ao trono. Longe vão os tempos em que os …

Homem armado com arco e flecha mata e fere várias pessoas na Noruega

O homem foi detido pelas autoridades norueguesas. O incidente aconteceu na cidade de Kongsberg, no sudeste da Noruega. Um homem armado de arco e flecha matou hoje várias pessoas e feriu outras na cidade de Kongsberg, …

EUA preparam-se para vacinar crianças a partir dos cinco anos em novembro

A Casa Branca pediu aos governadores estaduais dos EUA para se prepararem para vacinar crianças com idades entre os 5 e os 11 anos contra a covid-19. O plano pode começar a ser executado já …

Governo prevê que em 2022 todas as pensões deverão aumentar

As pensões vão aumentar entre 0,15% e 0,9% no próximo ano, por via da atualização regular, abrangendo 2,6 milhões de pensionistas disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Esta atualização …