Naomi Osaka desiste de Roland Garros depois de ser ameaçada com expulsão

A tenista japonesa Naomi Osaka, número dois mundial, desistiu de Roland Garros na sequência de polémica gerada pela sua decisão de boicotar as conferências de imprensa do “major” francês, para alertar para o tema da saúde mental.

“Esta é uma situação que nunca imaginei, nem procurei quando “postei” [o comunicado] no outro dia. Penso que agora o melhor para o torneio, para os outros jogadores e para o meu bem-estar é retirar-me para que todos possam voltar a concentrar-se no ténis que está a ser jogado em Paris”, disse Osaka numa publicação no Twitter, citada pela agência Lusa.

A número dois mundial, vencedora de quatro títulos do Grand Slam, salientou que nunca quis “ser uma distração” e reconheceu que o ‘timing’ da sua mensagem, que “poderia ter sido mais clara”, não foi o “ideal”.

“A verdade é que sofri longas crises depressivas desde o Open dos Estados Unidos de 2018 [que ganhou] e tenho bastante dificuldade em lidar com isso”, reconheceu, detalhando que, ainda antes do início do “major” parisiense, já se sentia “vulnerável e ansiosa”, pelo que decidiu evitar a imprensa.

Osaka, de 23 anos, contou ainda que escreveu “em privado” à organização de Roland Garros para desculpar-se. “Vou afastar-me temporariamente dos “courts”, mas, quando o momento chegar, quero trabalhar com o circuito para debater os meios para melhorar as coisas para os jogadores, a imprensa e os fãs”, referiu.

Osaka tinha anunciado na quarta-feira, no Twitter, que não participaria nas conferências de imprensa em Roland Garros, justificando a sua decisão com o facto de os atletas serem muitas vezes questionados com perguntas que os fazem duvidar de si próprios.

“Não me vou sujeitar a pessoas que duvidam de mim. Já vi muitas vezes atletas irem-se abaixo, após uma conferência de imprensa a seguir a uma derrota. Penso que isso é como pontapear alguém que já está no chão, e não entendo a razão disso”, frisou a bicampeã do Open da Austrália (2021 e 2019) e do Open dos Estados Unidos (2020 e 2018).

No domingo, a número dois mundial foi multada em 15.000 dólares (cerca de 12.000 euros) por não comparecer à conferência de imprensa após o triunfo sobre a romena Patrícia Maria Tig, por 6-4 e 7-6 (7-4), na primeira ronda do torneio parisiense, com a organização a “ameaçá-la” de exclusão em caso de reincidência.

“Advertimos Naomi Osaka que caso continue a recusar as suas obrigações mediáticas neste torneio, arrisca sanções mais duras, entre as quais a exclusão do torneio”, avisou então a organização, num comunicado subscrito também pelos diretores dos outros três Grand Slam (Open da Austrália, Wimbledon e Open dos Estados Unidos).

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Está a lutar pelos seus direitos e ainda é multada e… desculpa-se por isso! Como as coisas vão. Não é “o sonho que comanda a vida” (Pedra Filosofal — Música de António Gedeão e Manuel Freire). É o dinheiro!

RESPONDER

PSP abre processos disciplinares por uso indevido de farda em manifestação

A PSP abriu processos disciplinares, por uso indevido e incorreto do uniforme, a agentes que participaram em 21 de junho, em Lisboa, numa manifestação organizada pelo Movimento Zero, confirmou esta sexta-feira à Lusa o porta-voz, …

Por onde passou o caminho bíblico da Judeia a Edom? Cientistas encontram respostas

Por onde passava o caminho bíblico que ligava o reino de Judeia à nação vizinha de Edom? Um novo estudo dá novas pistas sobre o possível percurso da estrada. Os investigadores israelitas sugerem que havia, pelo …

PCP diz que acusação a grupos hospitalares privados por acordo anticoncorrencial evidencia "cartelização"

O PCP considerou esta sexta-feira que a acusação da Autoridade da Concorrência a cinco grupos hospitalares privados por acordo anticoncorrencial, confirma a “prática parasitária e de cartelização” destes grupos, que fazem “da doença um negócio”. O …

Ensino Superior. Vagas voltam a aumentar com Porto, Lisboa e Aveiro na frente

O concurso nacional de acesso ao ensino superior volta a registar um aumento do número de vagas, segundo dados divulgados este sábado, que mostram Lisboa, Porto e Aveiro com o maior crescimento. Depois de, no ano …

Os pterossauros conseguiam voar assim que eclodiam dos ovos

Os pterossauros tinham asas suficientemente longas e ossos suficientemente fortes para conseguirem sustentar o voo depois de eclodirem. Uma equipa de cientistas da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido, descobriu que os pterossauros recém-nascidos seriam capazes …

Madeira começa hoje a vacinar jovens a partir dos 12 anos. Açores não vacinam crianças "para já"

A Madeira começa este sábado a vacinar contra a covid-19 jovens a partir dos 12 anos, numa altura em que mais de metade da população adulta residente no arquipélago já está inoculada com a segunda …

Prisão Olímpica. Atletas infetados com Covid-19 denunciam más condições em Tóquio

Atletas que testem positivo à Covid-19 ficam são automaticamente afastados da competição e têm de cumprir uma quarentena de 14 dias fora da aldeia olímpica. Com o número de infetados a subir, atletas temem efeito …

António Costa garante combate à crise sem austeridade

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu esta sexta-feira que a resposta à crise económica provocada pela pandemia de covid-19 será feita sem austeridade, e com solidariedade, prometendo “apoio aos rendimentos, ao emprego e às empresas”. “Passado ano …

"Gerador de alimentos". Cientistas desenvolvem sistema que transforma plástico em proteína comestível

Investigadores da Universidade do Illinois, nos Estados Unidos, inventaram um "gerador de comida" que transforma plástico em proteína comestível. O desperdício de plástico é um problema cada vez maior, mas cientistas da Universidade do Illinois, nos …

O "Olho de Sauron" foi descoberto. É um vulcão submarino perto da Ilha do Natal

A cerca de 280 quilómetros do sudeste da Ilha do Natal, no território australiano, uma equipa de cientistas encontrou a caldeira de um antigo vulcão submarino a mais de 3.100 metros abaixo da superfície. O …